Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/11781
Título: Relações de poder e práticas políticas no município de Pereiro-CE
Autor(es): Bezerra Júnior, Raimundo
Orientador(es): Abu-El-Haj, Jawdat
Palavras-chave: Political practices
Break and changes
Pereiro(CE) - Política e governo - 1936-2012
Partidos políticos - Pereiro(CE) - 1936-2012
Elites(Ciências sociais) - Pereiro(CE) - 1936-2012
Data do documento: 2015
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: BEZERRA JÚNIOR, R.; ABU-EL-HAJ, J. (2015)
Resumo: A presente pesquisa tem o objetivo de resgatar e analisar as relações de poder e práticas políticas dos gestores do município de Pereiro, situado na região do Vale do Jaguaribe, estado do Ceará, no período 1936 a 2012. Nossa análise apoia-se no referencial teórico do mandonismo local de Maria Isaura Pereiro de Queiroz e na tese do sistema coronelista de Victor Nunes Leal. Também nos apropriamos dos resultados de estudos e pesquisas de historiadores, cientistas sociais, sociólogos e cientistas políticos cearenses contemporâneos que versam acerca da política cearense. Foi por intermédio do entrelaçamento desse referencial teórico, entrevistas e outras fontes, que fizemos a reconstituição das relações, do exercício do poder e das disputas políticas entre as facções políticas do município. Por meio de descrição e análise qualitativa, destacamos a forma que o prefeito ascende ao poder, como governa, como se sustenta no poder e o porquê de ter perdido tal poder. Para compreendermos esses aspectos, foi necessário fazer a ligação da política local com os fatos, mudanças e rupturas econômicas e políticas decorrentes no âmbito nacional e estadual, que replicaram no âmbito municipal, influenciando a ascensão ou derrocada do governante municipal. A partir dessas percepções, observamos que o município passou por vários ciclos de comando ou domínio políticos. Desde sua fundação, em 1842, até o ano de 1930, o município foi dirigido pela classe dirigente composta de colonizadores da região, fazendeiros e oficiais da Guarda Nacional de Pereiro. Após a revolução de 1930, nasce a elite política dirigente, formada por bacharéis, fazendeiros e comerciantes. A partir de 1936, chefes políticos das famílias Nogueira de Queiroz e Diógenes dominariam a política local até o fim de 1988. Desde então, uma eletividade de fatores decorrente no país provocaria significativa ruptura na política do estado, estendendo-se ao interior, provocando mudanças do sistema coronelista para o sistema democrático de cunho empresarial. Levando-nos a defender a tese que os coronéis perderam seu prestígio, enquanto profissionais liberais e empresários ascenderam, de modo que a violência material na política foi substituída por outros mecanismos, ou seja, a política deixou de ser resolvida à bala, como acontecia em alguns casos até o final da década de 1980 no Ceará.
Abstract: The thesis analyzes power relations and political practices of local power elites in the municipality of Pereiro situated in the Jaguaribe Valley in the state of Ceará, between 1936 and 2012. It withdrew its main theoretical references from the works of Maria Isaura Pereira de Queiroz on “mandonismo local” (local despotism) and Victor Nunes Leal on “coronelismo” (political bosses). In addition, it surveyed recent studies by anthropologists, historians, political scientists and sociologists on the state of Ceará politics. From the review of theory and literature, it established a typology of local political power to guide qualitative field research. Through observations, and extended interviews, it described the exercise of municipal power and struggles for leadership between different factions of local political elites. It highlighted how mayors sustained different cycles of power through election. It also showed how changes and economic disruptions at the state and national levels replicated in the municipality, influenced the rise and fall of local elites. Based on these insights, it established that the municipality had gone through several political cycles. From its founding in 1842 until 1930, the first colonizers composed of farmers and officials of the National Guard ruled Pereiro. The 1930 revolution gave birth to a new ruling elite formed by a mixture of barristers, landowners and merchants. From 1936 to 1988, two political bosses representing two distinct extended local families alternated in power. However, national and state political democratic changes disrupted the oligarchic rule when it affected the traditional landownership system and forced transition to a business-based social relation. The conclusion made the case against the thesis of the survival of traditional politics. It argued that the “coronéis” lost prestige to new groups composed of liberal professionals and businesspersons. Consequently, new forms of economic domination and symbolic violence replaced violence and coercion that characterized traditional politics. Since then, money and economic influence replaced guns and bullets as the means of political domination in the state of Ceará.
Descrição: BEZERRA JÚNIOR, Raimundo. Relações de poder e práticas políticas no município de Pereiro-CE. 2015. 257f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Sociologia, Fortaleza (CE), 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/11781
Aparece nas coleções:PPGS - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_tese_rbjunior.pdf3,41 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.