Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/12234
Título: “Identificação molecular de bactérias em lesões cariosas dentinárias e em biofilme de crianças com diferentes estágios da cárie precoce da infância”
Título em inglês: Molecular detection of bacteria in dentinal carious lesions and in biofilm of children with different stages of early childhood caries
Autor(es): Neves, Beatriz Gonçalves
Orientador(es): Rodrigues, Lidiany Karla Azevedo
Coorientador(es): Stipp, Rafael Nóbrega
Palavras-chave: Actinomyces
Bactérias
Cárie Dentária
Dente Decíduo
Data do documento: 2014
Citação: NEVES, B. G. ; RODRIGUES, L. K. A. ; STIPP, R. N. (2014)
Resumo: A cárie precoce da infância (CPI) é considerada um grave problema de saúde pública em crianças pré-escolares em todo mundo. No entanto, muitos aspectos ainda devem ser explorados acerca da microbiota oral relacionada com a progressão da CPI e como a comunidade bacteriana se modifica de acordo com a atividade da lesão dentinária. Esta tese, constituída de dois capítulos, teve como objetivo identificar e quantificar através da técnica de reação em cadeia da polimerase quantitativa (qPCR) as bactérias Actinomyces naeslundii, Bifidobacterium spp., Lactobacillus acidophilus, Streptococcus gordonii, Streptococcus mutans, bem como espécies dos grupos Lactobacillus casei e Mitis em biofilme de crianças pré-escolares com diferentes estágios de progressão da cárie precoce da infância (Capítulo 1) e em lesões cariosas dentinárias ativas e inativas (Capítulo 2) e ainda verificar a associação destes microrganismos ao processo de saúde ou de doença. A amostra consistiu em pré-escolares com idade entre 2 e 5 anos de idade que frequentavam creches e escolas públicas de Fortaleza-CE. As crianças foram examinadas com o uso de índices visuais ICDAS II (International Caries Detection Assessment System) e Nyvad, a fim de avaliar a prevalência e atividade de cárie. A coleta de biofilme supragengival foi realizada em 75 crianças, as quais foram agrupadas de acordo com índice ICDAS II em três grupos: CF (livres de cárie) (n=20), ECL (presença de lesões de cárie em esmalte) (n=17) e DCL (presença de lesões de cárie em dentina) (n=38). Amostras de dentina cariada foram coletadas sob isolamento absoluto de 56 lesões cariosas dentinárias, sendo 17 inativas e 39 ativas. O DNA de todas as amostras coletadas foi extraído e purificado e, em seguida, testado para a presença das espécies/grupos bacterianos acima citados através de qPCR. A quantidade das bactérias foi comparada pelos testes Kruskal-Wallis e Mann-Whitney. Além disso, a associação da presença de bactérias e CPI foi analisada através do teste Qui-quadrado, com nível de significância de 5% e aplicado a regressão logística múltipla. Bactérias L. acidophilus e do grupo L. casei apresentaram baixa detecção no biofilme de todos os grupos avaliados. A presença de S. mutans e Bifidobacterium spp. mostrou forte associação com a progressão da doença no biofilme de crianças com lesões dentinárias com “odds ratio” de 21,5 e 5,9, respectivamente. Em lesões dentinárias ativas, concentrações de Bifidobacterium spp. e bactérias do grupo L. casei foram significativamente maiores quando comparadas às lesões inativas (p<0.05). Os níveis de A. naeslundii, bactérias do grupo Mitis e S. gordonni não apresentaram diferença significativa entre os grupos de biofilme, assim como nas lesões dentinárias. Conclui-se que as amostras de biofilme apresentaram alteração na proporção de bactérias acidogênicas e acidúricas com a progressão da doença cárie. A presença de Bifidobacterium spp. e S. mutans apresentou forte associação com os estágios mais avançados da CPI. Em relação às lesões dentinárias, o aumento da concentração de bactérias Bifidobacterium spp. e do grupo L. casei evidenciou um papel importante destas bactérias na atividade de lesões dentinárias.
Abstract: Early childhood caries (ECC) is considered a serious public health issue among children all over the world. However, many aspects should be explored about the oral microbiota related to the ECC progression and how the bacterial community modifies according to the dentine lesion activity. This thesis, composed by two chapters, aimed to investigate and quantify with quantitative polymerase chain reaction (qPCR) the following bacteria Actinomyces naeslundii, Bifidobacterium spp., Lactobacillus acidophilus, Streptococcus gordonii, Streptococcus mutans, as well as members of the groups Lactobacillus casei and Mitis on biofilm from pre-school children with different stages of early childhood caries progression (Chapter 1) and on active and inactive dentine carious lesions (Chapter 2), and also to verify the association of these microorganisms on the process of health or disease. The sample consisted on preschool children aged between 2 and 5 years from nurseries and public preeschools in Fortaleza-CE. The children were examined for caries diagnosis with ICDAS II index (International Caries Detection Assessment System), and the Nyvad criteria, in order to evaluate prevalence and caries activity. The supragingival biofilm collection was taken from 75 children, who were divided in three groups according to the ICDAS II: CF (caries free) (n=20), ECL (presence of enamel caries lesion) (n=17) and DCL (presence of dentine caries lesion) (n=38). Samples of carious dentine were collected under rubber dam isolation of 56 lesions of dentine affected by caries, being 17 inactive and 39 active. The DNA of all the collected samples was extracted and purified, then tested for the presence of the formerly mentioned bacterial species/groups through qPCR. The quantity of bacteria was compared through the Kruskal-Wallis and Mann-Whitney tests. Besides, the association between the presence of bacteria and ECC was analyzed through the Chi-square test, with a 5% significance level and the multiple logistic regression was applied. Bacteria from the group L. casei and L. acidophilus presented low detection on biofilm of all evaluated groups. The presence of S. mutans and Bifidobacterium spp. showed a strong association with dental caries progression on the biofilm from children with dentine lesions with odds ratio of 21,5 and 5,9; respectively. On active dentine lesions, concentrations of Bifidobacterium spp. and species from the Lactobacillus casei group were significantly higher when compared to the inactive lesions (p<0.05). The levels of Actinomyces naeslundii, Streptococcus gordonni and species from Mitis group were not significantly different among biofilm groups as well as comparing dentine lesions. In conclusion, the microbial profile from biofilm samples presented differences on the proportion of acidogenic and aciduric bacteria with dental caries progression. The presence of Bifidobacterium spp. and S. mutans presented a strong association with the development of the more advanced stages of ECC. Regarding the activity of dentine lesions, higher detection levels of the group L. casei and Bifidobacterium spp. showed an important role of these bacteria in the dentine caries activity.
Descrição: NEVES, Beatriz Gonçalves. “Identificação molecular de bactérias em lesões cariosas dentinárias e em biofilme de crianças com diferentes estágios da cárie precoce da infância”. 2014. 79 f. Tese (Doutorado em Odontologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/12234
Aparece nas coleções:DCOD - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_tese_bgneves.pdf5,08 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.