Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/12539
Title in Portuguese: Contribuição dos isótopos ambientais e hidroquímica para o conhecimento das águas subterrâneas na Bacia de Lavras da Mangabeira
Author: Granjeiro, Michel Lopes
Advisor(s): Santiago, Maria Marlúcia Freitas
Keywords: Carbono-14
Oxigênio-18
Lavras da Mangabeira (CE)
Bacia sedimentar
Issue Date: 2008
Citation: GRANJEIRO, M. L. Contribuição dos isótopos ambientais e hidroquímica para o conhecimento das águas subterrâneas na Bacia de Lavras da Mangabeira. 2008. 95 f. Dissertação (Mestrado em Física) - Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2008.
Abstract in Portuguese: Águas subterrâneas nas duas sub-bacias, a do Riacho do Rosário e a do Riacho Meio, na Bacia Sedimentar de Lavras da Mangabeira foram estudadas utilizando medidas de isótopos ambientais, oxigênio-18, deutério e carbono-14, medidas hidroquímicas, e análises bacteriológicas. Os valores de oxigênio-18 estão na faixa de –3,1 a –0,2‰ e os de deutério, de –17,9 a –3,6‰ e mostram que as águas sofreram processo de evaporação indicando provável recarga feita através dos riachos de cada sub-bacia. As águas nas duas sub-bacias são armazenadas na Formação Serrote do Limoeiro e na Formação Iborepi, onde estão as águas menos salinas. Com exceção do poço P01, as águas têm baixa salinidade e são potáveis quanto a hidroquímica. Predominam águas dos tipos bicarbonatadas mistas e bicarbonatadas sódicas. As análises de carbono-14 feitas nas amostras da sub-bacia Riacho do Meio mostraram que as águas não são modernas, possuindo tempos de permanência da ordem de 3900 anos resultantes da mistura de diferentes contribuições de recarga. Análises bacteriológicas mostraram que as águas não são potáveis apresentando, algumas delas, elevada presença de coliformes totais e de E. Coli.
Abstract: Groundwaters from two sub-basins, one of the Riacho of Rosário and the other of the Riacho do Meio, in the Sedimentary Basin of Lavras da Mangabeira were studied using measurements of the environmental isotopes oxygen-18, deuterium and carbon14, and hydrochemistry and bacteriological analyses. δ18O values range from -3,1 to - 0,2 ‰ and δD, from -17,9 to -3,6 ‰, indicating that the waters suffered evaporation and that recharge is probably through the respective river of each sub-basin. The waters in both sub-basins are stored in the Formations Serrote do Limoeiro and Iboperi, with those of less salt concentration in F. Iboperi. Except for the well P01, the waters have low salinity and are potable with respect to hydrochemistry. Waters of the types mixed/bicarbonate and sodium/bicarbonate prevail. Carbon-14 analyses on samples from the Riacho do Meio sub-basin revealed that these waters are not modern, but show equivalent residence times of the order of 3900years, most probably resulting from mixing of different recharge contributions. Bacteriological analyses showed that the waters are not potable due to the elevated number of coliforms and of E. Coli.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/12539
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DFI - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_dis_mlgranjeiro.pdf1,01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.