Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/12557
Title in Portuguese: Desenvolvimento e validação de software para apoio ao ensino-aprendizagem sobre diagnósticos de enfermagem
Title: Development and validaton of a learning support software about nursing diagnoses
Author: Sousa, Vanessa Emille Carvalho de
Advisor(s): Lopes, Marcos Venícios de Oliveira
Keywords: Diagnóstico de Enfermagem
Validação de Programas de Computador
Aprendizagem
Issue Date: 2015
Citation: SOUSA, V. E. C. ; LOPES, M. V. O. Desenvolvimento e validação de software para apoio ao ensino-aprendizagem sobre diagnósticos de enfermagem. 2015. 213 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
Abstract in Portuguese: Este estudo teve como objetivo desenvolver e validar um software de apoio ao ensino-aprendizagem sobre diagnósticos de enfermagem, com ênfase no aprimoramento da habilidade diagnóstica. Foram adotadas sete etapas: definição do escopo, planejamento, criação dos protótipos, validação dos protótipos, criação do software, validação do software e implementação do software. A primeira etapa tratou da definição do público-alvo e dos casos de uso do software. A segunda etapa consistiu na análise e adequação do conteúdo do software, que compreendeu 13 casos clínicos referentes aos domínios da classificação da NANDA-I, no planejamento para a disposição deste conteúdo no sistema e na verificação dos recursos necessários para a criação do software. A terceira etapa foi constituída pela criação de dois protótipos, um na língua portuguesa e outro na inglesa, utilizando uma ferramenta para criação de formulários eletrônicos disponível na Internet. Na quarta etapa, os protótipos foram validados por 13 juízes com experiência na temática e testados por estudantes de Enfermagem de duas instituições de ensino, sendo uma localizada na cidade de Fortaleza (n=17) e outra na cidade de Chicago (n=56). A quinta etapa consistiu na criação do software Wise Nurse. A sexta etapa constou na validação do software por 24 juízes que avaliaram aspectos técnicos e de conteúdo do mesmo utilizando escalas de Likert. A sétima e última etapa consistiu na implementação e testagem final do software por 37 estudantes da instituição situada em Fortaleza, os quais foram distribuídos aleatoriamente nos grupos intervenção e controle. Alunos de ambos os grupos participaram de um pré-teste sobre a temática, solucionaram os 13 casos clínicos (sendo utilizado o software, no grupo intervenção, e a metodologia tradicional, no grupo controle) e responderam um pós-teste com nível de dificuldade e conteúdo similar ao do pré-teste. Os alunos do grupo intervenção avaliaram, ainda, a usabilidade do software por meio da System Usability Scale, uma escala composta por dez itens que evidenciam a visão do usuário em relação ao sistema. Os resultados mostraram que, na etapa de testagem dos protótipos, o intuito de criar um questionário com nível de dificuldade intermediário foi atingido com base nos percentuais de acerto de 60 a 70% obtidos pelos alunos. Verificou-se também que a taxa de acertos na identificação de fatores relacionados foi mais elevada que na identificação dos outros elementos. A validação do software evidenciou que os aspectos técnicos e o conteúdo do mesmo estavam adequados, mas algumas alterações tiveram de ser feitas com base nas sugestões dos juízes. Na última etapa, comprovou-se a eficácia do software como ferramenta de apoio ao ensino-aprendizagem na temática com base nos resultados do pré-teste e do pós-teste. Não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos intervenção e controle no que se refere à identificação dos elementos-chave dos casos clínicos. Por fim, em ambos os grupos, houve melhora significativa do nível de conhecimentos. A usabilidade do software foi considerada boa a partir da obtenção de um escore de 83,75. Conclui-se que o programa alcançou o seu objetivo principal e está apto para ser utilizado.
Abstract: This study aimed to develop and validate a software to help nursing students improve their diagnostic abilities. Seven steps were followed: scope definition, planning, prototype development, prototype validation, and software implementation. The first step dealt with the definition of the target audience and the software use cases. The second step consisted on the analysis and adaptation of the software content, which included 13 clinical cases related to the NANDA-I domains. Planning, system layout definition, and resources verification were also carried out in the second step. The third step was established by setting up two different survey prototypes in Portuguese and English, that were created using a tool for creating electronic forms available on the Internet. In the fourth step, the prototypes were validated by 13 judges with experience in the nursing diagnoses field and tested by nursing students from two universities: one is located in the city of Fortaleza (n = 17), and the other in the city of Chicago (n = 56). The fifth step was the creation of the Wise Nurse software. The sixth step consisted in the software validation by 24 judges that evaluated technical aspects and the content of the system using Likert scales. The seventh and final step consisted of implementation and final testing of the software by 37 students from the institution located in Fortaleza, which were randomly assigned to an intervention and a control group. Students from both groups participated in a pre-test, solved the 13 clinical cases (using the software and using a traditional methodology), and answered a post-test with a similar level of difficulty and content to the pre- test. Students in the intervention group also evaluated the software usability through the System Usability Scale , a scale composed of ten items that show the user's vision of the system. The results from the prototype testing showed that the aim of creating a questionnaire with an intermediate level of difficulty was reached based on the hit percentage that ranged from 60% to 70%. It was also found that the students had more difficulty with identifying defining characteristics and nursing diagnoses than in identifying related factors. The software validation showed that the technical aspects and the software content were adequate, but some changes had to be made based on the suggestions of the judges. In the last step, the software effectiveness as a learning support tool was reached, based on the results of the pretest and posttest. N o significant differences between intervention and control group were found with respect to the identification of the key elements from the clinical cases. Finally, in both groups, there was a significant improvement in the level of knowledge. The software usability was considered good based on the obtained usability score of 83.75. It is concluded that the program has achieved its main objective and is fit for use
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/12557
Appears in Collections:DENF - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_tese_vecsousa.pdf7,97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.