Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1266
Título: Dramas íntimos e dramas sociais: uma releitura dos papéis feminino e masculino no cinema novo.
Título em inglês: Intimate dramas and social dramas: a remake of the male and female roles in movies again.
Autor(es): CARVALHO, Angela Julita Leitão de
Orientador(es): BARREIRA, Irlys Alencar Firmo
Palavras-chave: Cinema
Gênero
Intimidade
Os Cafajestes (Filme) - Crítica e interpretação
O Desafio (Filme) - Crítica e interpretação
A Falecida (Filme) - Crítica e interpretação
Identidade sexual no cinema
Cinema Novo (Movimento cinematográfico)
Cinema - Aspectos sociais - Brasil
Relação homem-mulher - Brasil
Mulheres no cinema
Feminilidade no cinema
Masculinidade
Anos 1960
Cinema, gender, intimacy
Data do documento: 2006
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: CARVALHO, A. J. L. ; BARREIRA, I. L. F. (2006)
Resumo: Este trabalho examina representações de dramas íntimos, do questionamento das mulheres frente às desigualdades de poder, nas relações entre os sexos, e, ainda, imagens da busca de autonomia e de liberdade sexual, nos filmes Os cafajestes, A falecida e O desafio, nos anos 1960. Aqui, dramas íntimos são definidos como situações ou experiências vivenciadas por homens e mulheres, em espaços nos quais se circunscrevem suas relações afetivas e sexuais. A escolha do cinema para analisar esta temática deve-se ao fato de entendê-lo como veículo que dialoga com o contexto histórico, embora empregue uma linguagem específica para transmitir mensagens - associação de imagens, movimento de câmera, efeitos de iluminação e uso de sons. Assim, a pesquisa se insere dentro de uma perspectiva sociológica que adota como princípio básico o estabelecimento de um vínculo da obra com o conjunto das relações históricas, culturais, econômicas e políticas. Apesar da filmografia do Cinema Novo voltar-se característicamente para representações dos problemas econômicos e políticos do país, a pesquisa realizada identificou que cineastas envolvidos com este movimento cultural abordaram, também, questões referentes aos "dramas íntimos", construindo novas representações do feminino e do masculino. Nos filmes analisados, percebe-se a atribuição de valores que contribuem para denegrir as imagens femininas, o que, por sua vez, reforça modelos masculinos referendados por padrões de atitudes agressivas e violentas contra a mulher. Porém, há, simultaneamente, representações de mulheres determinadas e decididas, que escolhem os caminhos que querem trilhar e, neste sentido, mantêm relações de poder com os homens. A despeito de emergirem traços não unívocos no que se refere às práticas de homens e mulheres, em última instância, estão presentes representações de regras sociais rígidas no que concerne a comportamentos de mulheres que ousam enfrentar as determinações sociais.
Abstract: This study examines representations of intimate dramas on the question of women facing the inequality of power, in relationship between the sexes, as well as images of the search for autonomy and sexual liberty in the films Os Cafajestes, A Falecida and O Desafio, which are part of the New Cinema, a cultural movement which arose in the 60s. Here, intimate drama is defined as situations or experiences which men and women have in the space which surrounds their affective and sexual relationships. The choice of cinema to analyze this theme was due to the fact of understanding that cinema is a dialogue with a historical context, even though it uses a specific language to transmit messages ? having an association to images, movement of the camera, the lighting effects and the use of sound. Thus, this study is set in a sociological perspective which adopts the establishment of a link of the work (the film) with the group of historical, cultural, economic and political relationships as a basic principle. In spite of the filmography of the New Cinema being characteristically directed towards the representation of economic and political problems of the county, the study done, identified the movie directors involved with this cultural movement who also approached questions referring to ?intimate dramas? forming new representations of being feminine and of being masculine. In the films analyzed, one perceived the attribution of values which contribute to the denigration of feminine images, which, in turn, reinforces masculine models confirmed by patterns of aggressive, violent attitudes towards women. However, at the same time there are representations of women who are determined and decided, who choose paths which they want to take, and in this way maintain relationships of power with men. Despite emerging traces which are not homogenous in that which refers to the practices of men and women, there are, in summary, representations of continuing strict social rules concerning the behavior of women who dare to face social determinations.
Descrição: CARVALHO, Angela Julita Leitão de. Dramas íntimos e dramas sociais: uma releitura dos papéis feminino e masculino no cinema novo. (2006). 256f. Tese (Doutorado em Sociologia) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Ciências Sociais, Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Fortaleza-CE, 2006.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1266
Aparece nas coleções:DCSO - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_tese_AJLdeCarvalho.pdf7,32 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.