Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1275
Título: A luta da casa: arranjos econômicos e redes de proteção em famílias pobres urbanas
Autor(es): PRADO, Antonia Ieda de Souza
Orientador(es): BARREIRA, Irlys Alencar Firmo
Palavras-chave: Família
Pobreza
Arranjos Econômicos
Redes de Proteção
Famílias pobres - Pirambu (Fortaleza,CE) - Condições sociais - 2006-2009
Famílias pobres - Pirambu (Fortaleza,CE) - Condições econômicas - 2006-2009
Famílias pobres - Redes de relações sociais - Pirambu (Fortaleza,CE) - 2006-2009
Solidariedade
Famille
Pauvreté
Réseau de Protection
Moyen Économique Familial
Data do documento: 2010
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: PRADO, A. I. S. ; BARREIRA, I. A. F. (2010)
Resumo: Objetivo analisar o modo como as famílias moradoras de bairros pobres urbanos, especificamente, o bairro Pirambu no período de 2006 a 2009, constroem arranjos econômicos e redes de proteção, com base na constatação empírica da organização da “família em rede” e da complexidade dessas relações num contexto de parcas condições de vida e moradia; considerando também a ineficiência do Estado em prover habitação e seguridade, que, associadas à precariedade do mercado de trabalho, levam a família a criar estratégias de sobrevivência. A “luta da casa” é o trabalho cotidiano envolvendo os afazeres do lar, como a limpeza, o preparo dos alimentos e o cuidado dispensado às crianças. O termo “luta” também é sinônimo de ‘denúncias ou reflexões’, enfrentamento e traduz a condição de ser pobre, sendo assim representativo de uma visão de família e sociedade que transpõe concepções de trabalho doméstico e desvenda a real situação de responsabilidade e compromisso, principalmente das mulheres para com suas famílias. Na pesquisa de “observação direta”, realizei um “estudo de caso” com quatro redes de parentesco, analisando a operacionalização da proteção e da economia como condições de possibilidade para sobrevivência num contexto de extrema pobreza. Para esta análise, elenco a hipótese da influência de solidariedade do “mundo rural” apreendida [pelos idosos, pessoa de referência para análise na família] antes da migração para Capital, no universo rural ou em cidades do interior do Estado e elejo os conceitos da Teoria da Ação de Bourdieu (1996, 2000), e as concepções de família pobre de Sarti (2005). A tese chegou a conclusão de que a família produz um mecanismo de proteção numa rede de apoios, onde a economia familiar não se mede só em números, mas é expressa em vivências.
Abstract: This study analysis the way of living of families who live in the urban poor places of Fortaleza, especially, Pirambu, from the year 2006 to 2009. They are protection nets based on the empiric observation of the social organization of the “familiar net” and in the complexity of the relations in the context of the hard conditions of life and habitation. In this case, it is also considered the inefficacy of the state to provide habitation and security. These factors are associated to the difficult conditions of work market. This way the families create survival strategies. The home fight is the daily work involving, home tasks, cleaning, the food preparation, children cares. The word fight means also demands and reflections.‟ It translates the poor conditions. It represents the vision of the family and society that involve the conceptions of the domestic work and a real situation of responsibility and the purpose, especially women and their families. In the observation research in which the researcher takes part, I realized a case history. I observed four familiar nets. I realized an operationalism of the protection and economy as the condition of the survival possibility in the context of the extreme poverty. My analysis is based in the hypothesis of the solidarity in the” rural world”. The comprehension is based on the symbol of the old person in order to understand the family, before the migration to capital in the rural universe or in the interior cities of the state. My study is based on the action theory of Bourdieu (1996 to 2000) and the conception of poor family. (Sarti, 2005). The thesis concluded that family produce a protection strategy of survival in the where the family economy is estimated, not only in numbers but the estimation is based on living experiences.
Descrição: PRADO, Antonia Ieda de Souza. A luta da casa: arranjos econômicos e redes de proteção em famílias pobres urbanas. 2010. 273f. Tese (Doutorado em Sociologia) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Ciências Sociais, Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1275
Aparece nas coleções:DCSO - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_tese_ AIde.S.Prado.pdf7,25 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.