Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/12766
Title in Portuguese: Discussão sobre a concepção de Japiassu a respeito de uma ideologia Skinneriana do reforço
Author: BOHM, Carlos Henrique.
Keywords: Comportamentalismo radical
Ideologia skinneriana do reforço
Modelo consequencialista
Issue Date: 2004
Publisher: www.revistapsicologia.ufc.br
Citation: BOHM, C. H. (2004)
Abstract in Portuguese: O epistemólogo Hilton Japiassu, no livro As Paixões da Ciência (1991), faz uma análise da teoria skinneriana e aponta, nela, a existência de uma ideologia do reforço. Ao discorrer sobre esta, afirma que Skinner apresenta a concepção de que todos os comportamentos são produtos exclusivamente do reforço. Em sua crítica, que denominou ideologia skinneriana do reforço, Japiassu atribui a Skinner a tese de que os comportamentos são função unicamente do reforço. Essa atribuição, contudo, vai de encontro ao modelo skinneriano de seleção dos comportamentos por conseqüências. Explica-se que esse modelo considera o repertório comportamental como produto da filogênese, ontogênese e da sociogênese. Na filogênese há a possibilidade de comportamentos inatos, e estes não têm origem no reforço. Isso permite sugerir uma refutação da idéia de Japiassu de que o comportamentalismo radical possui uma ótica de que os comportamentos são determinados apenas pelo reforço.
Abstract: The epistemologist Hilton Japiassu, in his book As Paixões da Ciência (1991 ), makes an analysis of Skinner's theory. And he says that there is an ideology of reinforcement in that theory. When he discourses about the ideology, he affirms that Skinner shows a conception whereupon all behaviors are products just of reinforcement. In his critic called by Skinner's ideology of reinforcement, Japiassu affiliates Skinner one thesis which considers that all behaviors are function merely of reinforcement. This affiliation, however comes upon of Skinner's model of selection of behaviors by consequences. It is explained that this model considers the behavioral repertory like a product of the filogenesis, ontogenesis and sociogenesis. In the filogenesis, there is the possibility of innate behaviors, and these do not have origin in the reinforcement. This permits to suggest one refutation to Japiassu's idea that radical behaviorism has one view which considers that the behaviors are determinate just by the reinforcement.
Description: BOHM, Carlos Henrique. Discussão sobre a concepção de Japiassu a respeito de uma ideologia Skinneriana do reforço. Revista de Psicologia, Fortaleza, v.22, n.1, 2004, p 23-26.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/12766
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 2179-1740 (online)
0102-1222 (impresso)
Appears in Collections:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2004_art_chbohm.pdf402,61 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.