Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1284
Título: Guerra, mundão e consideração: uma etnografia das relações sociais dos jovens no Serviluz
Título em inglês: War, mundão and consideração: an ethnography of social relations of young people in Serviluz
Autor(es): SÁ, Leonardo Damasceno de
Orientador(es): BARREIRA, César
Palavras-chave: Antropologia
Violência
Juventude
Jovens e violência - Serviluz (Fortaleza,CE)
Jovens pobres - Serviluz (Fortaleza,CE) - Usos e costumes
Jovens pobres - Serviluz (Fortaleza,CE) - Condições sociais
Vida urbana - Aspectos sociais - Serviluz (Fortaleza,CE)
Jovens pobres - Serviluz (Fortaleza,CE) - Conduta
Sociology
Anthropology
Violence
Data do documento: 2010
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: SÁ, L. D. ; BARREIRA, C. (2010)
Resumo: Esta tese é uma etnografia das práticas culturais dos jovens moradores da comunidade do Serviluz na esquina leste da orla marítima da cidade de Fortaleza. Faz uma descrição da vida social de jovens pertencentes a famílias afro-ameríndias descendentes e mestiças de pescadores, marítimos, estivadores, surfistas, trabalhadores do mar, biscateiros, operários sem qualificação, pequenos comerciantes, mas também de prostitutas, ladrões, assaltantes, seqüestradores, pistoleiros e traficantes de drogas e de armas, que formam uma minoria entre a massa de trabalhadores da favela, mas que são igualmente pobres, analfabetos, além de analfabetos funcionais, com baixíssima escolaridade e qualificação profissional incipiente e precária, vivendo em condições de miséria e de subalternidade social e de intensa vulnerabilidade civil e socioeconômica. O trabalho analisa a vida dos jovens em uma favela à beira-mar que é considerada uma das mais perigosas e violentas pela ordem simbólica da cidade e é militarmente ocupada pelas forças policiais militares do Estado de modo permanente, apresentando alto grau de violência policial cotidiana, somada à letalidade de grupos de extermínio de variadas origens ilegais que atuam e dominam a área. Do ponto de vista teórico e conceitual, é uma investigação sociocultural sobre as noções etnográficas de guerra, mundão, favela, comunidade e consideração entre os jovens das galeras locais, tanto “envolvidos” como não-envolvidos no mundo do crime, baseadas na problematização teórica do lugar da pessoa e da violência sob a ótica dos jovens. Trata-se de uma pesquisa sobre as relações sociais desses jovens tendo como questão de fundo a significação simbólica do tornar-se pessoa no contexto de uma favela de má-reputação, estigmatizada como extremamente violenta, considerada imaginariamente como fonte de devassidão moral, prostituição, criminalidade, guerras entre gangues, homicídios rituais, assaltos e, conseqüentemente, medo e insegurança para a cidade.
Abstract: This thesis is an ethnography of the cultural practices of young residents of the community at the corner of Serviluz eastern coastline of the city of Fortaleza. Make a description of the social life of young people whose families african-Amerindian descendants of fishermen, seamen, surfers, sea workers, laborers, small traders, but also prostitutes, thieves, robbers, drug dealers, which are a minority among the mass of workers in the slum, but are also poor, illiterate, and functionally illiterate, with very low education and qualification weak and poor, living in conditions of poverty and subordinate social and intense vulnerability and civil status. This ethnography examines young people's lives in a favela which is considered one of the most dangerous and violent by the symbolic order of the city. It is militarily occupied by the military police of the state permanently at a high level of police brutality everyday added to the lethality of death squads of various origins illegal. From the standpoint of theoretical and conceptual, is a socio-cultural research on the ethnographic notions of guerra, mundão, favela and consideração among the local people "involved" and not involved in the criminal world, based on theoretical problematization of the place of the person and of the violence from the native’s point of wiew. This is a study of the social relations of these people about the symbolic significance of becoming a person in the context of a favela as a local stigmatized as extremely violent, considered as a source of moral depravity, prostitution, crime, gang warfare, ritual murders, assaults and, consequently, fear and insecurity for the city.
Descrição: SÁ, Leonardo Damasceno. Guerra, mundão e consideração: uma etnografia das relações sociais dos jovens no Serviluz. 2010. 296f. Tese(Doutorado em Sociologia) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Ciências Sociais, Programa de Pós- Graduação em Sociologia, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1284
Aparece nas coleções:DCSO - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_TESE_LDSA.pdf1,34 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.