Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1333
Título: Aspectos clínico-laboratoriais de pacientes com formas graves de dengue em Fortaleza, Ce
Título em inglês: Clínical and laboratorial aspects of patients with serious forms of affection in Fortaleza - Ceará
Autor(es): Rolim, Meire Luce Moreira
Orientador(es): Lima , José Wellington de Oliveira
Palavras-chave: Febre Hemorrágica da Dengue
Dengue
Data do documento: 2005
Citação: ROLIM, M. L. M. (2005)
Resumo: Dengue é uma doença viral, aguda, de variado espectro clínico e grande importância epidemiológica no Brasil, inclusive no Ceará, sendo Fortaleza um município no qual a magnitude do problema consiste na concentração do maior número de casos graves do estado. Esta pesquisa trata-se de um estudo descritivo, prospectivo de dados secundário de 103 casos de dengue registrados em Fortaleza. O objetivo geral foi descrever o perfil da contagem de plaquetas e do hematócrito correlacionando-os com a evolução clinica e tipo de resposta imunológica de pacientes com formas complicadas de dengue internados em três hospitais de Fortaleza em 2003. Os dados foram coletados dos prontuários e somente foram incluídos os casos confirmados por sorologia para o vírus da dengue pela técnica ELISA. Para análise estatística utilizou-se o teste não paramétrico de soma dos postos de Wilcoxon. Como resultados obteve-se que: baixa contagem de plaquetas (trombocitopenia) foi comum a todos pacientes analisados (o valor mínimo variou de 13.000/mm³ a 75.000/mm³), com declínio na contagem de plaquetas a partir do primeiro dia que foi realizado o exame, sendo mais acentuado do 5º ao 8º dia de evolução da doença. O valor do hematócrito foi instável durante os dias de evolução da doença, com a média mais elevada do 3º ao 6º dia. O valor máximo da média foi de 45.5%, apresentado por apenas 25% dos doentes da sub-amostra. A 1ª manifestação hemorrágica ocorreu desde o 1º dia do início dos sintomas, sendo mais elevada do 5º ao 7º dia; mas após o 10º dia de evolução da doença nenhum paciente apresentou esta manifestação. Não foi estabelecida relação entre trombocitopenia e manifestações hemorrágicas. Não houve relação entre resposta imunológica secundária e trombocitopenia, nem com hemoconcentração, mas foi significante a relação com hemorragia ou sinais de alerta para os pacientes da sub-amostra que hemoconcentração. Resposta imunológica primária ao vírus da dengue foi mais presente (72,3%) do que resposta secundária (27.7%). Formas não usuais de dengue foram identificadas em 06 (5,8%) dos pacientes da amostra e provavelmente foram os casos mais graves. A importância destes resultados consiste na análise dos dados disponíveis, contribuindo com o conhecimento do perfil das formas graves de dengue no que se refere à identificação precoce dos sinais preditores de gravidade para o melhor monitoramento dos casos. No entanto, ainda são necessários estudos com o intuito de conhecer melhor a dinâmica da doença no nosso meio. Sobretudo, prescinde de políticas que assegurem o efetivo controle da dengue, que se configura um problema de grande severidade, em especial nos grandes centros do país.
Abstract: Dengue is an acute viral disease of varied clinical spectrum and of great epidemiological importance in Brazil, including Ceará being Fortaleza a district in which the magnitude of the problem consists in concentrating a larger number of severe cases of the state. This research is about a descriptive study and prospective of secondary data of 103 cases of dengue registered in Fortaleza. The general objective was to describe profile of the platelets counting and of the hematócrito correlating them with the clinical evolution and type immunological response of patients with severe cases of dengue in three hospitals this district in 2003. The data were collected from hospital files and were included only the cases confirmed by serology for the virus of dengue by ELISA technique. For statistic analysis we used the non-parametrical tests of Wilcoxon post addings. As a result we found out that: the low value of platelets (trombocytopenia) was known to all analyzed patients (the minimum value were varied from 13.000/mm³ to 75.000/mm³), with the decrease in the platelets counting from the first day in which the exam was done being more evident from the fifth to the eighth day of the evolution of the disease. The value of the hematócrito was instable during the days of the evolution of the disease with a higher average from the third to the sixth day. The maximum average value was of 44,5% presented by only 25% of the patients of the sub-sample. The first hemorrhagic manifestation occurred on the first day of the symptoms, being more elevated from the fifth to the seventh day, but after the tenth day of the disease no patient presented this manifestation. It was not established any relation between Trombocytopenia and hemorrhagic manifestations. There was no relation between secondary response and trombocytopenia nor with hemoconcentration but it was significant the relation with hemorrhagic or alert sign of hemoconcentration for the patients of the sub-sample. Primary immunological response to the virus of dengue was more present (72,3%) than the secondary response (27,7%). Unusual cases of dengue were identified in 06 (5,8%) of the patients of the sample, and probably were the most severe cases. The importance of these results consists of the available data analysis, allowing the knowledge of the severe forms of dengue in order to identify the early signs of gravity and the best way of monitoring. Nevertheless it is still necessary to know better the dynamic of the illness in our environment. Moreover it is necessary to assure the effective control of the illness, which is a problem of great seriousness especially in the big centers of our country.
Descrição: ROLIM, Meire Luce Moreira. Aspectos clínico-laboratoriais de pacientes com formas graves de dengue em Fortaleza, Ce. 2005. 141 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2005.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1333
Aparece nas coleções:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2005_dis_mlmrolim.pdf1,66 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.