Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1337
Título: Perfil epidemiológico e funcional dos acidentados de trânsito atendidos em um serviço de fisioterapia em Fortaleza
Título em inglês: Functional and epidemiological profile of traffic accidents attended at a physiotherapy service in Fortaleza
Autor(es): Vasconcelos, Samara Sousa
Orientador(es): Bezerra Filho , José Gomes
Palavras-chave: Acidentes de Trânsito
Pessoas com Deficiência
Reabilitação
Data do documento: 2010
Citação: VASCONCELOS, S. S. (2010)
Resumo: Este estudo teve como objetivos principais analisar o perfil epidemiológico e realizar uma avaliação funcional dos acidentados de trânsito atendidos em um serviço de fisioterapia de Fortaleza. Para tal, foi realizado um estudo quantitativo e transversal, desenvolvido de maio a novembro de 2009, na ABCR-Centro. Participaram deste pacientes acidentados de trânsito realizando tratamento na instituição, maiores de 18 anos e concordantes em participar da pesquisa. Para coleta dos dados, foram utilizados um roteiro, o instrumento MIF e a Escala de Participação Social. Os dados foram analisados com o software SPSS 15.0. Foram avaliados 57 pacientes, 53 homens e quatro mulheres, com idade média de 37±14 anos, sendo a maioria (49,1%) de casados e com o ensino fundamental completo (42,1%). Ao considerar as situações trabalhistas antes e após o acidente, encontrou-se diferença significativa (p<0,01), depois do acidente, a maioria (80,7%) não estava trabalhando. A motocicleta foi o veículo mais envolvido nos acidentes (70,2%) e o tipo mais recorrente foi colisão (54,4%). Ao comparar a média de idade de acordo com o tipo de veículo envolvido, encontrou-se diferença estatisticamente significante (p=0,04) entre os acidentes com moto e aqueles com veículo não motorizado ou sem nenhum veículo. As fraturas foram predominantes (73,7%) e os membros inferiores foram as regiões mais acometidas (60%). Ao comparar a região corporal lesionada de acordo com o veículo envolvido, encontrou-se que a moto acometia predominantemente os membros e os demais veículos a região da cabeça (p=0,02). A maioria dos pacientes apresentou independência completa para a MIF total (54,4%), motora (42,1%) e cognitiva (86%). A locomoção foi o subdomínio que apresentou os maiores graus de dependência. Quanto à participação social, a maioria (28,1%) apresentou grave restrição. Ao correlacionar a MIF com a participação social por meio do teste de correlação de Spearman, obteve-se uma correlação negativa moderada, estatísticamente significante (R=-0,54, p<0,01). Na análise multivariada da participação social, entraram no modelo explicativo a MIFmotora, o tempo de internação e o estado civil (p=0,01; p=0,01; p=0,09, respectivamente). Concluiu-se que a maioria dos participantes era de homens, adultos jovens e solteiros; que a moto foi o veículo mais envolvido e a colisão o tipo mais recorrente; que as fraturas foram as lesões mais predominantes e os membros inferiores os mais acometidos; que, ao considerar o veículo envolvido, houve diferença quanto à idade dos acidentados, bem como quanto ao perfil lesional (região acometida); que houve predominância dos indivíduos que apresentavam independência funcional, entretanto ao considerar os quesitos, o mais acometido foi a locomoção; que se destacaram os indivíduos com grave restrição da participação social; que a MIFmotora, o tempo de internação e o estado civil foram explicativos da participação social.
Abstract: The present study it had as objective main to analyze the profile epidemiologist and to carry through a functional evaluation of the taken care of victims of traffic in a service of physiotherapy in Fortaleza. For such, a quantitative and transversal study, developed of May the November of 2009 was carried through, in the ABCR-center. They had participated of this, patient rough of traffic carrying through treatment in the institution, greater of 18 years and concordant in participating of the research. For collection of the data, a script was used, instrument FIM and Scale de Social Participial. The data had been analyzed with software SPSS 15.0. 57 patients, 53 men and 4 women had been evaluated, with medium age of 37±14 years, being the majority (49.1%) married and with complete basic education (42.1%). When considering the working situation before and after the accident, met significant difference between same (p<0.01), where after the accident the majority (80.7%) it wasn’t working. The motorcycle was the vehicle most involved in the accidents (70.2%) e the type most recurrent was collision (54.4%). When comparing the acts average in accordance with the type of involved vehicle, met difference significant (p=0.04) it enters the accidents with motion and with vehicle not motorized or without no vehicle. The breakings had been predominant (73.7%) and the inferior members were the most injuried body region (60%). When comparing the injured body region in accordance with the involved vehicle, met that the motorcycle affect predominantly the members and the too much vehicles the region of the head (p=0.02). The majority of the patients presented complete independence for the total FIM (54.4%), motor (42.1%) e cognitive (86%).The locomotion was the subdomain that presented the biggest degrees of dependence. How much to the social participation, the majority (28.1%) it presented serious restriction of the same one. When correlating the MIF with the Social Participation through the test of correlation of Spearman, got a moderate negative correlation, statistical significant (R=-0.54, p<0.01). In the multivariate analysis of the Social Participation through multiple regression, they had entered in the clarifying model of the same a FIM motor, the time of internment and the civil state (p=0.01; p=0.01; p=0.09, respectively). Concluded that the majority of the participants were men, young adults and singles; that motorcycle was the vehicle more involved and the collision was the type more recurrent; that the factures were the most prevalent injuries and the lower limbs were the most affected; considering the vehicle involved, there was difference as the victims’ age, as well as, the lesional profile (affected region); the people were more prevalent, who presenting functional independence, but in considering the questions of it, the most affected was the locomotion; that stood out individuals with severe restriction of social participation; that motor FIM, hospitalization time and marital status were explanatory of social participation.
Descrição: VASCONCELOS, Samara Sousa. Perfil epidemiológico e funcional dos acidentados de trânsito atendidos em um serviço de fisioterapia em Fortaleza. 2010. 107 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública ) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1337
Aparece nas coleções:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_ssvasconcelos.pdf1,64 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.