Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/13545
Title in Portuguese: Associação entre a prática da capoeira e a flexibilidade
Author: Camelo, Paulo Ricardo Pinto
Lima, Pedro Olavo de Paula
Oliveira, Rodrigo Ribeiro de
Nascimento, Paulo Jorge Santiago do
Ferreira, Victor Matlheus Leite Mascarenhas
Gonzalez, Ricardo Hugo
Keywords: Maleabilidade
Issue Date: Jul-2013
Publisher: Revista Fisioterapia & Saúde Funcional
Citation: CAMELO, P. R. P. et al. Associação entre a Prática da Capoeira e a Flexibilidade. Rev. Fisioter. S. Fun., Fortaleza, v. 2, n. 2, p. 40-43, jul./dez. 2013.
Abstract in Portuguese: A Capoeira é uma expressão cultural que reúne vários elementos na sua construção. Embora seja um elemento importante da nossa cultura, sofre por falta de pesquisas mais robustas no que tange o desempenho e as capacidades físicas. Objetivo: Esse estudo teve como objetivo verificar a associação entre a prática da capoeira e a flexibilidade. Metodologia: Fizeram parte da pesquisa 51 sujeitos, divididos em Grupo Capoeira (GCP) (n=28) e Grupo Controle (GCO) (n=21). Para avaliar a flexibilidade foi utilizado o teste de sentar e alcançar. Foi utilizado também o teste t- Student para amostras independentes. Para verificar a associação entre a flexibilidade e a prática de Capoeira foi utilizado o teste Qui-quadrado de Pearson. Os dados foram analisados no software SPSS versão 17.0 (StatisticalPackage for Social Sciences). Toda análise estatística foi realizada adotando o nível de significância de 5%. Resultados: Em uma análise de frequência percebemos que 71,4% do GCP obtiveram valor excelente ou acima da média, entretanto, no GCO esse valor foi de 8,7%. A associação entre a prática de capoeira com o nível de flexibilidade é confirmada pela análise de inferência do teste Qui-quadrado de Pearson (χ2 = 23,29; p=0,001). Quando comparamos os grupos podemos observar uma diferença significativa sobre a flexibilidade, na qual o GCP apresentou média de 35,8 ± 8,7 cm, enquanto o GCO de 20,6 ± 9,3 cm (p = 0,001). Conclusões: Os capoeiristas apresentaram, em geral, flexibilidade classificada como excelente. Houve uma forte associação entre ser flexível e ser praticante de capoeira.
Abstract: Capoeira is a cultural expression that brings together various elements in its construction. Although it is an important element of our culture suffers from lack of more robust research regarding the performance and physical capabilities. Objective: This study aimed to investigate the association between the practice of capoeira and flexibility. Methods: The present study included 51 subjects divided into Capoeira Group (GCP) (n = 28) and control group (GCO) (n = 21). To evaluate the flexibility test was used sit and reach. We also used the t-student test for independent samples. The association between flexibility and practice of Capoeira was used chi-square test. Data were analyzed with SPSS version 17.0 (Statistical Package for Social Sciences). All statistical analysis was performed adopting a significance level of 5%. Results: In an analysis of frequency realize that 71.4% of GCP value obtained excellent or above average, however, the GCO this value was 8.7%. The association between the practice of capoeira with the level of flexibility is confirmed by inference analysis the chi-square test (χ2 = 23.29, p = 0.001). When comparing the groups we can observe a significant difference on flexibility, in which the GCP had mean of 35.8 ± 8.7 cm, while the GCO 20.6 ± 9.3 cm (p = 0.001). Conclusions: Capoeira practitioners had generally classified as excellent flexibility. There was a strong association between being flexible and being capoeira practitioner.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/13545
ISSN: 2238-8028 (Online)
Appears in Collections:FISIOTERAPIA - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_art_prpcamelo.pdf143,08 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.