Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/13658
Title in Portuguese: Influência de dietas com diferentes concentrações lipídicas sobre o fígado de ratos na vigência da carcinogênese cólica induzida por azoximetano
Title: Influence of diets with different percentages of fat on the liver of rats in the presence of colonic carcinogenesis azoxymethane-induced
Author: Veras, Lara Burlamaqui
Advisor(s): Vasconcelos, Paulo Roberto Leitão de
Co-advisor(s): Rodrigues, Lusmar Veras
Keywords: Fígado
Azoximetano
Carcinogênese
Issue Date: 2015
Citation: VERAS, Lara Burlamaqui. Influência de dietas com diferentes concentrações lipídicas sobre o fígado de ratos na vigência da carcinogênese cólica induzida por azoximetano. 2015. 100 f. Dissertação (Mestrado em Cirurgia) – Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
Abstract in Portuguese: Câncer colorretal e o hepático têm incidência crescente e são influenciados por fatores genéticos e ambientais, sendo um dos mais importantes a dieta. O azoximetano (AOM) é utilizado como iniciador da carcinogênese cólica em modelos experimentais. No fígado, o AOM causa alterações celulares semelhantes às observadas em modelos de agressão hepática crônica. Estudos sugerem que ácidos graxos ômegas 3, 6 e 9 estão envolvidos na gênese e prevenção da carcinogênese. Objetivo foi verificar as repercussões hepáticas e sistêmicas em ratos alimentados com dietas hiperlipídica, normolipídica e hipolipídica com baixa relação -6/-3 e alta -9/-6 na vigência da carcinogênese cólica induzida por AOM. Foram usados 60 ratos Wistar, 3 semanas de idade, peso médio de 50g e distribuídos em 5 grupos de 12 animais: GI- Dieta Padrão sem AOM; GII- Dieta Padrão e AOM; GIII- Dieta Hiperlipídica e AOM; GIV- Dieta Normolipídica e AOM; GV- Dieta Hipolipídica e AOM. Avaliados peso e ingesta 4 vezes por semana até a 36ª. Os colos e fígados foram analisados quanto à presença de alterações macro e microscópicas. Determinaram-se colesterol total e frações, triglicerídeos, glicemia, ALT e AST, glutationa e TBARS. Ingestas de GI e GII foram maiores que em GIII, GIV e GV. GI e GII apresentaram aumento da massa corporal em relação aos GIII, GIV e GV. GV apresentou aumento da relação percentual entre o peso do fígado e o peso final do animal em relação aos demais grupos. Houve aumento na incidência dos tumores cólicos e lesões hepáticas pré-neoplásicas e neoplásicas benignas em GII e diminuição em GV. Concentração de glutationa foi maior e de TBARS menor em GV. Conclui-se que dietas hiperlipídica, normolipídica e hipolipídica com baixa relação w-6/w-3 e alta w-9/w-6 reduzem a ingesta e massa corporal dos animais, o aparecimento de tumores cólicos e lesões hepáticas pré-neoplásicas e neoplásicas, peroxidação lipídica e elevam a capacidade antioxidante. A utilização da dieta hipolipídica apresentou maior eficácia em relação às dietas normo e hiperlipídica.
Abstract: Colorectal and hepatic cancer have an increasing incidence and are influenced by genetic and environmental factors, one of the most important is diet. Azoxymethane (AOM) is used to induce colonic carcinogenesis in experimental models. In the liver, AOM cause cellular changes similar to those seen in chronic liver injury models. Fatty acids -3, -6 and -9 are believed to be involved in the pathogenesis and prevention of carcinogenesis. The objective was to evaluate the hepatic and systemic effects in rats fed hyperlipidic, normolipidic and hypolipidic diets with low -6:-3 ratio and high -9:-6 ratio in the presence of colonic carcinogenesis AOM-induced. Sixty 3-week-old male Wistar rats weighing 50g were assigned to 5 groups of 12 each: GI=Standard diet without AOM; GII=Standard diet and AOM; GIII=Hyperlipidic diet and AOM; GIV=Normolipidic diet and AOM; GV=Hypolipidic diet and AOM. Weight and ingestion were registered 4 times/week until the 36th week. Colons and livers were analyzed for macroscopic and microscopic changes. The levels of total and fractionated cholesterol, triglycerides, glycemia, ALT, AST, glutathione, TBARS were determined in plasma. Ingestion was greater in GI and GII than in GIII, GIV and GV. Body mass was greater in GI and GII than in GIII, GIV and GV. The ratio between liver’s weight and animal’s final weight was higher in GV than all the other groups. In GV, the incidence of colonic tumors and pre-neoplastic and benign neoplastic liver lesions were reduced. Glutathione was higher and TBARS was lower in GV. In conclusion, hyperlipidic, normolipidic and hypolipidic diets with low -6:-3 ratio and high -9:-6 ratio reduce ingestion, body mass, appearance of colonic tumors and pre-neoplastic and benign neoplastic liver lesions, lipid peroxidation and increase the antioxidant capacity. Hypolipidic diet
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/13658
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DCIR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_dis_lbveras.pdf3,08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.