Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1366
Título: Determinação de Cu e Zn em fazendas produtoras de camarão do litoral leste do Estado do Ceará
Título em inglês: Determination of Cu and Zn in shrimp farms of the east coast of Ceará State
Autor(es): Santos, Janaína Andrade dos
Orientador(es): Lacerda, Luiz Drude de
Palavras-chave: Carcinicultura
Camarão - Criação
Litopenaeus vannamei
Metal Traço
Data do documento: 2005
Editor: http://www.teses.ufc.br/
Citação: SANTOS, J. A. DOS ; LACERDA, L. D. DE (2005)
Resumo: A preocupação com a contaminação de metais traço na carcinicultura tem levado a realização de estudos com o propósito de medir as concentrações de metais em espécies comerciais, avaliar níveis potencialmente perigosos para nutrição humana e fornecer suporte para monitoramento ambiental. A produção do camarão Litopenaeus vannamei vem crescendo em ritmo acelerado no Estado do Ceará. Dessa forma, o objetivo desse trabalho foi caracterizar a origem e a distribuição de Cu e Zn em três fazendas produtoras de camarão, localizadas no litoral leste do Estado do Ceará, e o efeito da concentração desses metais no desempenho zootécnico dos camarões. A concentração de Cu e Zn em rações, outros insumos, sedimento, material em suspensão e camarão foi determinada por espectrofotometria de absorção atômica de chama convencional. Para a análise da água utilizou-se a absorção atômica com forno de grafite. Nas rações as concentrações variaram de 13,1 a 79 μg/g e de 63,2 a 145,9 μg/g para Cu e Zn, respectivamente. A concentração de Cu e Zn nos outros insumos variou de 0,7 a 3,3 μg/g e de 0,12 a 45,7 μg/g, respectivamente. Nos sedimentos dos viveiros as concentrações médias de Cu foram de 16,5 e 10,3 μg/g e as de Zn foram 41,1 e 35,1 μg/g. No material em suspensão a concentração de Cu variou de 38,4 a 66,8 μg/g e a de Zn não foi detectável. Na água a concentração de Cu variou de 6,62 a 7,38 μg/l. No camarão as concentrações médias de Cu variaram de 33,4 a 42,2 μg/g e de 74,0 a 87,2 μg/g no músculo e no exoesqueleto, respectivamente, enquanto as concentrações de Zn variaram de 41,8 a 43,1 μg/g no músculo e de 52,7 a 55,5 μg/g no exoesqueleto. O sistema de cultivo intensivo do L. vannamei pode funcionar como um acumulador de metais no sedimento provenientes da alimentação, outros insumos e exúvias. As concentrações de Cu e Zn nos camarões estão abaixo das concentrações máximas permitidas pela legislação brasileira para consumo humano. Entretanto, foi observado que mecanismos de detoxificação podem estar atuando nesses organismos, levando a crer que as concentrações a que estão expostos já ultrapassam as necessidades de Cu para o metabolismo dos animais, podendo levar a uma diminuição na taxa de crescimento desses camarões.
Abstract: The concern with the contamination of heavy metals in farmed shrimp has led to studies with the purpose of measuring the concentration of heavy metals in commercial species, assess potentially hazardous levels from the human health and to supply support for environmental monitoring programs. The production of the shrimp Litopenaeus vannamei is growing fast in the Ceara State. In that way, the objective of is work is to characterize the origin and the distribution of Cu and Zn in three shrimp farms, located at the east coast of the State of Ceara, and the effect of the concentration of these metals in permorfance shrimp. The concentration of Cu and Zn in fertilizers, feed, sediment, suspended material and shrimp was determined by conventional flame atomic absorption spectrophotometry. The concentration of Cu and Zn in fertilizers and chemical additives varied from 0.7 to 3.3 μg/g and from 0.12 to 45.7 μg/g, respectively. In the feed concentrations varied from 13.1 to 79.0 μg/g and from 63.2 to 145.9 μg/g for Cu and Zn, respectively. In pond sediments the average concentrations of Cu varied from 10.3 to 16.5 μg/g and of Zn from 35.1 to 41.1 μg/g. In the suspended material the concentration of Cu varied from 38.4 to 66.8 μg/g whereas Zn was not detectable. In the water the concentration of Cu varied from 6.62 to 7.38 μg/l. In the shrimp the average concentrations of Cu varied from 33.4 to 42.2 μg/g and from 74.0 to 87.2 μg/g in the muscle and the exoskeleton, respectively, while the concentrations of Zn varied from 41.8 to 43.1 μg/g in the muscle and from 52.7 to 55.5 μg/g in the exoskeleton. The intensive farming system of L. vannamei can work as an accumulator of metals in sediments from feeding, chemicals and exuviae. The concentrations of Cu and Zn in the shrimps are below the limits established by the Brazilian legislation for human consumption. However, it was observed that detoxification mechanisms can be acting in those organisms, suggesting that the concentrations animals metabolism at least for Cu already surpass the needs of Cu and could resulting in a decrease in the growth rate the shrimps.
Descrição: SANTOS, Janaína Andrade dos. Determinação de Cu e Zn em fazendas produtoras de camarão do litoral leste do Estado do Ceará. 2005. 65 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Marinhas Tropicais) - Universidade Federal do Ceará, Instituto de Ciências do Mar, Fortaleza, 2005.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1366
Aparece nas coleções:LABOMAR - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2005_dis_jadsantos.pdf428,68 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.