Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/13721
Title in Portuguese: Incidência de doenças tropicais e lesão renal aguda em pacientes submetidos a transplante renal
Author: Costa, Silvana Daher
Advisor(s): Daher, Elizabeth De Francesco
Keywords: Transplante de Rim
Doenças Negligenciadas
Lesão Renal Aguda
Escores de Disfunção Orgânica
Issue Date: 2015
Citation: COSTA, S. D. Incidência de doenças tropicais e lesão renal aguda em pacientes submetidos a transplante renal. 2015. 116 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médica) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, 2015.
Abstract in Portuguese: Introdução. O sucesso dos transplantes de órgãos (Tx) e as novas drogas imunossupressoras (DI), fazem do transplante a 1ª opção terapêutica em muitas doenças. As novas DI, diminuíram as rejeições, mas aumentaram a incidência de infecções. O objetivo desse estudo foi avaliar a incidência de doenças tropicais negligenciadas (DTNs) e de lesão renal aguda (LRA) em pacientes submetidos a Tx renal. Métodos. Foi realizado estudo de coorte histórico de DTNs em pacientes submetidos a transplante renal entre janeiro 1994 a novembro 2014, no Hospital Geral de Fortaleza. Foram incluídos pacientes com diagnóstico clínico e laboratorial de pelo menos uma das seguintes DTNs: tuberculose (TB), dengue, leishmaniose visceral (LV), hanseníase ou estrongiloidíase disseminada. Foram avaliadas a função renal antes, durante e após as DTNs e realizada a classificação segundo os escores RIFLE, AKIN e KDIGO, analisando a ocorrência de lesão renal aguda e sua evolução. Resultados. No período de janeiro de 1994 a novembro de 2014 foram realizados 1.777 transplantes renais, sendo 173 excluídos, sendo avaliados 1.604 prontuários. Observou-se 34 casos de TB, 11 de dengue, 6 de LV, 2 de hanseníase e 1 estrongiloidíase disseminada. Profilaxia para TB foi realizada nos pacientes com história prévia de TB ou PPD ≥ 5mm, exceto em 4 pacientes. Na TB e LV constatou-se alterações significativas (p<0,05) nas médias da creatinina (Cr) e taxa de filtração glomerular (TFG), quando comparadas as médias antes e durante infecção, durante e após a infecção. Na dengue não foram observadas alterações significativas. Conclusões. Pacientes de alto risco para TB não submetidos a profilaxia, apresentam maior incidência de TB pós Tx renal. LRA é frequente em pacientes transplantados acometidos por DTNs.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/13721
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DMC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_dis_sdcosta.pdf1,4 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.