Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/13742
Title in Portuguese: Análise e desenvolvimento do conceito de resiliência no envelhecimento
Title: Resilience in aging a concept development
Author: Oliveira, Edmara Teixeira
Advisor(s): Silva, Maria Josefina da
Keywords: Formação de Conceito
Resiliência Psicológica
Envelhecimento
Issue Date: 2015
Citation: OLIVEIRA, E. T. Análise e desenvolvimento do conceito de resiliência no envelhecimento. 2015. 105 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
Abstract in Portuguese: A resiliência surge como mecanismo facilitador do processo de desenvolvimento humano. Representa um tipo de plasticidade que pode ser traduzida como o potencial de mudança do indivíduo e sua flexibilidade e resistência para lidar com desafios e exigências. O estudo da resiliência é recente, mas, de uma forma geral, os estudos têm tentado compreender o papel desta na infância e na adolescência. Diante desse cenário, surge a necessidade de conhecer como se constitui o fenômeno da resiliência no idoso uma vez que o seu esclarecimento representa um ganho para a melhor compreensão e promoção do tema na atenção gerontológica. O estudo buscou analisar e desenvolver o conceito de resiliência no envelhecimento, tendo como objetivo elaborar uma estrutura conceitual com base em análise teórica e empírica dos atributos, antecedentes e consequentes do fenômeno. Como método de construção utilizou-se o modelo híbrido de análise conceitual proposto por Swartz-Barcott e Kim (2000). A análise da literatura (fase teórica) e das entrevistas com idosos e profissionais (fase de campo) permitiu a maior compreensão da manifestação do fenômeno nos diversos cenários em que o idoso está inserido e a apresentação de uma estrutura conceitual que de forma sucinta pretende esclarecer o tema preenchendo as lacunas das definições encontradas na literatura. Os antecedentes observados nas duas fases do estudo demonstram que a resiliência no envelhecimento está relacionada diretamente com o apoio social e a experiência acumulada na superação de adversidades. Quanto aos atributos do conceito destacam-se a melhor adaptação as adversidades, otimismo, aceitação dos próprios limites e da idade além de força de vontade, autoestima e autonomia. Por fim, os consequentes observados como longevidade com qualidade de vida; comportamento de busca de saúde; bem-estar psicológico e saúde mental; bom humor; estilo de vida saudável; aceitação do envelhecimento; enquadramento na sociedade, respeito e receptividade além de um envelhecimento ativo e saudável demonstram os benefícios que advém da manutenção de comportamentos resilientes pelo idoso. O conceito mostrou-se aplicável e relevante para a enfermagem. Os profissionais da saúde entre eles o enfermeiro podem utilizar o conceito como uma ferramenta facilitadora da atenção à pessoa idosa. Um dos principais resultados do estudo mesmo que em pequena escala é a possibilidade de tornar-se um meio de divulgação do conceito de resiliência no envelhecimento. Poderá ser fonte de pesquisa para aqueles que desejarem conhecer o conceito e desenvolver intervenções direcionadas a esta população além de estimular o desenvolvimento de outros estudos acerca da temática.
Abstract: ABSCTRAT Resilience comes as a mechani sm to facilita te the process of human development. It i s a type of plasticity that can be translated as the potential for individual change and it i s flexibility and strength to deal with challenges and demands. The study of resilience is recent, but, in g eneral, studies have tried to understand the role of this in the childhood and adolescence. Given this scenario, there is a need to know, as is the resilience phenomenon in the elderly , since the clarification represents a gain for better understanding and promotion of the theme in geriatric care. The study sought to analyze and develop the concept of resilience in aging, aiming to develop a conceptual framework based on theoretical and empirical analysis of the attributes, antecedents and consequences of t he phenomenon. As a construction, method used the hybrid conceptual analysis proposed by Swartz - Barcott and Kim (2000). The literature (theoretical phase) and interviews with seniors and professionals (field phase) allowed greater understanding of the phen omenon of the manifestation in the various scenarios in which the elderly is inserted and the presentation of a conceptual framework that succinctly to clarify the theme filling in the gaps of the definitions found in the literature. The antecedents observ ed in both phases of the study demonstrate that resilience in aging is directly related to social support and the experience in overcoming adversity. As for the attributes of concept stand out better the adaptation to adversity, optimism, acceptance of o ne's limits the age, willpower, self - esteem and autonomy. Finally, the resulting characteristics the resilience like longevity with quality of life; seeking health behavior; psychological and mental well - being; good mood; healthy lifestyle; acceptance of aging; framework in society, respect and responsiveness as well as an active and healthy aging demonstrate the benefits that come from the maintained resilient behavior by the elderly. The concept proved to be applicable and relevant for nursing. Health professionals including nurses can use the concept as a facilitating tool of attention to the elderly. One of the main results of the study, even if on a small scale, it is the ability to become a means of disseminating the concept of resilience in aging. It may be resource for those who wish to know the concept, develop interventions aimed at this population, and stimulate the development of other studies on the subject.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/13742
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_dis_etoliveira.pdf1,66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.