Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/14321
Title in Portuguese: A globalização como desafio ético institucional
Author: Maluschke, Günther
Keywords: Pluralismo jurídico
Destradicionalização
Perigos globais
Ética institucional
Issue Date: 1999
Publisher: Revista Educação em Debate
Citation: MALUSCHKE, G. (1999)
Abstract in Portuguese: Este artigo aborda tema das mudanças tecnológicas, sociais, políticas, jurídicas, financeiras e das ameaças do ecossistema associadas à chamada "globalização", que, por sua vez, está sendo apresentada como um fenômeno pluridimensional. Um dos problemas da globalização parece o processo de extrema destradicionalização, substituindo atitudes e valores tradicionais por comportamentos e valores pós-tradicionais cujo o conteúdo é extremamente. Em contraposição às proclamações de uma nova ética individual, que, na verdade, são completamente irrealistas, defende-se aqui a ideia da urgência de reivindicar uma ética institucional que determina certas condições objetivas dos atos individuais pelo encorajamento de incentivos específicos e pela consolidação de condições de reciprocidade das vantagens e dos interesses de todos os participantes no intercâmbio social e comercial. Devido a pluralização, fragmentação e até destruição das convicções éticas tradicionais, a própria globalização dificulta muito qualquer projeto de reivindicação de ética institucional. Todavia, os esforços nessa direção são imprescindíveis, porque são o único meio para conjurar os perigos inerentes `globalização. Essa tese será confirmada pela análise do fenômeno alarmador do atual aumento da criminalidade juvenil no mundo inteiro.
Abstract: This article deals with the tecnological, social, political, legal, financial transformations and the dangers threatening the wlole ecological system associated to the so-called "globalization", wich, for its part, is described as a pluridimensional phehnomenon. One of the major problems of globalization seems to be the process of extreme detraditionalization, substituting traditional attitudes and values by posttraditional conducts and values which, in regard to their contents, are extremely ambivalent. In opposition to the proclamations of a new individual morality which, in fact, are totally irrealistic, we will defend the idea that what is really needed is the reinventation of an institutional morality, which determines certain objective conditions of individual actions by encouraging specific incentives and consolidating conditions of reciprocity of the advantages and interests of all the participants of the social and commercial relations. On account of the pluralization, fragmentation and even destruction of the traditional ethical convictions, globalization itself complicates the project of reinventing institutional ethics. Nevertheless the efforts in this direction are necessary, for they are the only instrument to limit the dangers in herent to globalization. This thesis will be confirmed by an analysis of the alarming phenomenon of the actual increase of juvenile criminal it yalIover the world.
Description: MALUSCHKE, Gunther. A globalização como desafio ético institucional. Revista Educação em Debate, Fortaleza, Ano 21, n. 37, p. 45-52, 1999.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/14321
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 0102-1117 (impresso)
Appears in Collections:PPGEB - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1999_art_gmaluschke.pdf8,55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.