Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/14633
Title in Portuguese: Relação afetiva pessoa-ambiente na Prainha do Canto Verde: processos de participação comunitária
Title: Person-environment affective relationship in Prainha do Canto Verde: community partipation processes
Author: Cabral, Daniel Welton Arruda
Advisor(s): Bomfim, Zulmira Áurea Cruz
Keywords: Pessoas – Prainha do Canto Verde(Beberibe,CE) – Aspectos psicológicos
Afeto(Psicologia)
Vida comunitária – Prainha do Canto Verde(Beberibe,CE)
Psicologia ambiental – Prainha do Canto Verde(Beberibe,CE)
Affectivity
Issue Date: 2015
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: Cabral, D. W. A.; Bomfim, Z. A. C. (2015)
Abstract in Portuguese: Este trabalho discute a participação comunitária e a relação afetiva (sentimentos e emoções) dos sujeitos com o ambiente, na Prainha do Canto Verde, em Beberibe, Ceará. Seus objetivos envolvem, além de uma análise da inter-relação destes dois fatores, um levantamento do modo de vida comunitário, e o estudo das implicações da participação/ausência participativa nas representações e afetos dos sujeitos em relação ao lugar. Para isso, utilizamos o referencial teórico da Psicologia Social, Psicologia Comunitária, Psicologia Ambiental e de autores que estudam a categoria afetividade, em uma tentativa de superar o dualismo presente tradicionalmente na Psicologia que dicotomiza subjetividade e objetividade, razão e emoção. O público alvo foram os moradores adultos, de ambos os sexos e diferentes escolaridades, da referida localidade, que foram analisados a partir de dois grupos: participantes de ações comunitárias e não participantes de ações comunitárias. Para tal, utilizamos as seguintes metodologias: observação-participante, investigando o modo de vida local e o funcionamento comunitário; entrevistas individuais e grupo focal, utilizadas para entender as diferenças entre o posicionamento dos dois grupos sobre as ações participativas e a percepção do lugar; e aplicação do instrumento gerador dos mapas afetivos, investigando os sentimentos e as emoções dos sujeitos em relação ao ambiente, a partir das seguintes imagens: pertencimento, agradabilidade, contraste, insegurança e destruição. Na Prainha do Canto Verde, nos deparamos com um forte sentimento de comunidade e laços de solidariedade e cooperação entre seus moradores. Foi encontrada uma diferença entre participantes e não participantes de ações comunitárias no tocante a: sentimento de comunidade, apego ao lugar, sensação de segurança/insegurança, preocupação com a preservação ambiental e percepção dos problemas locais. A participação comunitária, que é massiva e engajada, se evidenciou muitas vezes como ligada à identidade destes sujeitos, formada desde a sua infância, especialmente pela identificação com a participação dos pais. A participação se mostrou vivenciada a partir de sentimentos como “desejo” e “paixão”, e motivada pela vontade de preservar o local e o modo de vida para seus filhos. Como resultado dos mapas afetivos a imagem de “pertencimento” esteve significativamente mais associada ao grupo participante de ação comunitária, já as imagens de “contrastes”, “insegurança” e “destruição”, ao grupo dos não participantes. A imagem “agradabilidade” esteve presente de forma significativa nos dois grupos. Entre os participantes, encontramos especialmente sentimentos em relação ao lugar como: amor, paz, tranquilidade, alegria. Entre os não participantes, também encontramos estes sentimentos, porém também surgiram sentimentos como tristeza e infelicidade. Dessa forma, evidenciou-se que a participação comunitária interfere nos sentimentos e nas emoções dos sujeitos em relação ao lugar, corroborando com a tese de Bomfim, que correlaciona a estima de lugar e a participação social, e sua consequente potencialização da ação humana.
Abstract: This study discusses community participation and affectionate relationship (feelings and emotions) between the subjects and the environment in Prainha do Canto Verde, Beberibe, Ceará. The objectives involve, besides the analysis of the interrelation of these two factors, a survey about the community way of living, and the study of the implications of the participatory/absence participation on the subjects’ representations and affections related to the place. For that, we use theoretical reference from Social Psychology, Community Psychology, Environmental Psychology, and authors who study the category affectivity, with the attempt to overcome the dualism that is present traditionally in Psychology that dichotomizes subjectivity and objectivity, reason and emotion. The target group was the adult local residents, of both genders and different educational levels, from the mentioned location, and they were analyzed according to what follows: participants of community action and non-participants of community actions. For that, we use the following methodologies: participant observation, investigating the local way of living and community functioning; individual interviews and focus groups, used to understand the differences between the positioning of the two groups about the participatory actions and the perception of the place; and the application of the instrument that generates the affective maps, investigating the feelings and the emotions of the subjects related to the environment, starting from the following images: belonging, pleasantness, contrast, insecurity and destruction. In Prainha do Canto Verde, we observed a great feeling of community and bonds of solidarity and cooperation among the residents. A difference between the participants and non-participants of the community actions was found concerning the following: community feeling, attachment to the place, sensation of security and insecurity, preoccupation with the environment preservation and the perception of local problems. Community participation, which is massive and engaged, was most of the time highlighted with a link to the identity of these subjects, shaped since childhood, especially because of the parents’ participation. The participation was showed through feelings like desire and passion, and motivated by the will of preserving the location and the way of living to their children. As a result of the affective maps the image of belonging was significantly associated to the group participant of the community action, whereas the images of contrasts, insecurity and destruction to the group of the non-participants. The image pleasantness was present in both of the groups. Among the participants, we found the following feelings related to the place: love, peace, tranquility, happiness. Among the non-participants, we also found those feelings although sadness and unhappiness were present. Thus, community participation interferes in the feelings and emotions of the subject in relation to the place, supporting Bomfim’s thesis, which correlates the esteem of the place and the social participation and its consequent potentiation of human action.
Description: CABRAL, Daniel Welton Arruda. Relação afetiva pessoa-ambiente na Prainha do Canto Verde: processos de participação comunitária. 2015. 237f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Psicologia, Fortaleza (CE), 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/14633
Appears in Collections:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_dis_dwacabral.pdf5,21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.