Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1467
Título: Capital, risco e regulação dos Bancos no Brasil
Autor(es): Araújo, Luiz Alberto D'Ávila de
Jorge Neto, Paulo de Melo
Linhares, Fabrício Carneiro
Palavras-chave: Bancos
Risco
Data do documento: Dez-2008
Editor: Pesquisa e planejamento econômico
Citação: ARAÚJO, L.A.D.; JORGE NETO, Paulo de M.; LINHARES, F. (2008)
Resumo: O artigo esclarece os motivos que têm levado os bancos brasileiros a manterem mais capital do que o mínimo exigido pelo regulador e investiga se um aumento na razão de capital reduz a exposição aos riscos dos bancos. As conclusões indicam que o maior nível de capital aumenta a exposição aos riscos nos bancos brasileiros, reforçando as conclusões de Koehn e Santomero (1980) e Kim e Santomero (1988), e mostra que o parachoque de capital regulatório é a principal variável que explica o excesso de capital. Verifica-se, assim, que o alto nível de capitalização desses bancos não implica, necessariamente, que o sistema financeiro estará mais robusto para enfrentar crises financeiras.
Descrição: ARAÚJO, L.A.D.; JORGE NETO, Paulo de Melo; LINHARES, F. Capital, risco e regulação dos bancos no Brasil. Pesquisa e planejamento econômico, v.38, n.3, p.459-486, dez. 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1467
ISSN: 01000551
Aparece nas coleções:CAEN - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_art_ladaraujo.pdf1,93 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.