Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/14691
Title in Portuguese: Avaliação de estresse térmico em vacas leiteiras mestiças (bos taurus x bos indicus) criadas em clima tropical quente úmido no estado do ceará
Title: Evaluation of heat stress in crossbred dairy cows (bos taurus x bos indicus) created in hot humid tropical climate in the state of ceará
Author: Rocha, David Ramos da
Advisor(s): Araújo, Airton Alencar de
Keywords: Temperatura corporal - Regulação
Gado de leite
Issue Date: 2008
Citation: ROCHA, David Ramos da. Avaliação de estresse térmico em vacas leiteiras mestiças (bos taurus x bos indicus) criadas em clima tropical quente úmido no estado do ceará. 2008. 66 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2008.
Abstract in Portuguese: Este trabalho teve o objetivo de avaliar a existência de estresse térmico em vacas leiteiras mestiças adultas (Bos taurus x Bos indicus) criadas em clima tropical quente úmido no município de Pacatuba-Ce, durante o ano de 2006. Para tal, avaliaram-se os fatores climáticos de temperatura do ar (TA) e umidade relativa do ar (UR), os quais foram utilizados para cálculo do índice de temperatura e umidade (ITU). A intervalos mensais, utilizando-se grupos de 14 a 20 animais lactantes por cada mês, foram realizadas medições diárias (manhã e tarde) da temperatura retal (TR) para cálculo dos índices de tolerância ao calor (ITC), quais sejam: o Índice de Baccari Jr., Ibéria e Rauschenbach-Yerokhin. Correlações entre variáveis de ambiente, ITU, ITC e TR foram estimadas através do método de Pearson (p < 0,05). Os resultados mostraram que durante o ano, e também no período do dia, os animais estiveram sujeitos a diversas condições de ambiente, porém, fora das suas respectivas zonas de conforto, principalmente quando se avaliou os valores máximos de temperatura, umidade relativa do ar e ITU. Observou-se também que as variáveis de ambiente apresentaram cursos diários e anuais inversos, com maiores valores no primeiro semestre e no período da manhã para a umidade relativa e maiores valores no segundo semestre e no período da tarde para temperatura do ar. As correlações destas variáveis ambientais com parâme tros de ITU e temperatura retal mostraram que o ITU foi mais bem correlacionado com a TA (r = 0,84) do que com a UR (r = - 0,53). Os valores de TR apresentaram melhor correlação com a TA (r =0,44) do que com a UR (r = - 0,50) e ITU (r = 0,31). Verificou-se ainda a existência de uma fase de transição correspondendo à época de mudança climática entre os períodos chuvoso e seco, que esteve associada à elevação dos valores de TR e, consequentemente, redução dos valores de ITC. O índice de Ibéria mostrou-se melhor correlacionado (r = - 0,99; p<0,05) com os valores de temperatura retal. Portanto, foi observado que, durante o ano, os animais estavam sujeitos a condições ambientais fora da zona de conforto, principalmente em função dos valores máximos de temperatura ambiente, umidade relativa e índice de temperatura e umidade. A avaliação do ITU e ITC poderá se constituir uma ferramenta eficiente para identificação da susceptibilidade dos rebanhos ao estresse térmico
Abstract: A study was conducted to evaluate heat stress tolerance susceptibility in adult crossbred dairy cows (Bos taurus x Bos indicus), raised in tropical humid climate, at the county of Pacatuba, Ceara state. The study was carried out in 2006. We determined air temperature and air humidity to calc ulate the temperature humidity index (THI) and rectal temperature (RT) of all animals were taken monthly in the morning and afternoon to estimate the index of heat tolerance (IHT), according to the methods of Iberia, Baccari Jr. and Rauschenbach-Yerojhin. Number of animals varied from 14 to 20 per month. Correlations among all variables were determined following Pearson’s method (p < 0.05). Results show that, during the year, animals were subjected to different climates although out of their comfort zone, especially when maximum values of temperature, humidity and THI were measured. Moreover, environment variables showed inverse daily and annual changes. Higher values of humidity were detected in the first semester and in the morning, while higher air temperatures were measured in the second semester and afternoon. THI was more associated with air temperature (r = 0.84) than with humidity (r = - 0.53). Values of RT were better correlated with AT (r = 0.44) then with AH (r = - 0.50) and THI (r = 0.31). Also, there was a transition phase corresponding to the change from rainy to dry seasons, which was associated with an increase in RT and, consequently, decrease in ITH. Among all ITH estimated in the present study, the Iberia index was found to show the highest correlations (r= -0.99; p<0.05) with values of rectal temperature. In conclusion, animals were, along the year, subjected to an environment regarded as out of their comfort zone, especially because of maximum air temperature, air humidity and ITH. Evaluations of ITH and THI could be used as an efficient tool for identification of heat stress tolerance of dairy cows raised in tropical regions
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/14691
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_dis_dmrocha.pdf178,64 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.