Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1493
Título: ProJovem Urbano da Escola Papa João XXIII do Bairro Vila União: significados atribuídos pelos jovens na perspectiva da psicologia comunitária e da psicologia ambiental
Título em inglês: ProJovem Urbano from Papa João XXIII School in Vila União: meanings attributed by young people from the perspective of community psychology and environmental psychologym
Autor(es): LIMA, Deyseane Maria Araújo
Orientador(es): BOMFIM, Zulmira Áurea Cruz
Palavras-chave: Juventude
Metodologias Participativas
Afetividade
Comunidade
Youth
Participative Methodologies
Affectivity
Community
Psicologia comunitária - Vila União (Fortaleza, CE)
Psicologia ambiental - Vila União (Fortaleza, CE)
Jovens da cidade - Vila União (Fortaleza, CE) - Atitudes
Jovens pobres - Vila União (Fortaleza, CE) - Atitudes
ProJovem Urbano
Data do documento: 2010
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: LIMA, D. M. A. ; BOMFIM, Z. Á. C. (2010)
Resumo: A investigação consistiu em uma análise do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem Urbano) da Escola Papa João XXIII do bairro Vila União. Então, este estudo, visa compreender o ProJovem Urbano desta localidade, a partir de metodologias participativas da psicologia comunitária e da psicologia ambiental. Em decorrência, investigamos o alcance do mapeamento psicossocial participativo e das trilhas urbanas na re-inserção comunitária de alunos do ProJovem Urbano; relacionamos e aprofundamos o mapeamento psicossocial participativo e as trilhas urbanas com as bases teóricas da psicologia comunitária e da psicologia ambiental; propomos estratégias de re-inserção comunitária dos jovens pautadas na psicologia social. As bases teóricas se fundamentaram na psicologia comunitária e na psicologia ambiental e suas interfaces com a psicologia social, com o foco nas metodologias participativas de facilitação. O estudo abordou as concepções de juventude e contextualizou a política pública do ProJovem Urbano da Escola Papa João XXIII. A amostra constou de 20 alunos participantes do Programa da comunidade do bairro Vila União com a idade entre 18 e 29 anos. Em relação aos procedimentos metodológicos, utilizamos a pesquisa qualitativa e o método dialógico vivencial. Realizamos o mapeamento psicossocial participativo, as trilhas urbanas e os círculos de cultura nos grupos de jovens. Para registro dos dados foi utilizado o diário de campo perpassado pela observação participante do pesquisador. Na análise dos dados abordamos a construção de sentidos. Os resultados da pesquisa dividiram-se em dois macro-temas: 1) ProJovem Urbano e 2) Metodologias Participativas de Facilitação na Psicologia Comunitária e Psicologia Ambiental. Estes geraram temas, sub-temas e unidades de sentido de acordo as verbalizações individuais e coletivas presentes nos círculos de cultura. Sobre o ProJovem Urbano, percebemos os aspectos positivos e negativos do Programa, promovendo assim uma percepção diferenciada dos jovens participantes do processo. Sobre as Metodologias Participativas, discutimos sobre o mapeamento psicossocial participativo e as trilhas urbanas, as suas etapas, as formas de problematização da realidade, a possibilidade de re-inserção dos jovens com a comunidade. A relação entre as trilhas urbanas e o mapeamento psicossocial participativo, promoveu o conhecimento das especificidades, distinções e as possibilidades de atuação com estas metodologias, pautadas na psicologia comunitária e na psicologia ambiental. Neste sentido, estas propiciaram uma reflexão sobre a re-inserção e ressocialização dos jovens na sua comunidade, pois consistiu em uma forma de diálogo e de problematização da realidade, por meio do conhecimento e da sensibilização em relação ao lugar, que no caso foi à comunidade. Concluiu-se, portanto, que os jovens participantes do ProJovem Urbano tendiam geralmente a se afastar da comunidade, não participando das atividades comunitárias e nem se sentiam pertercentes aquele meio social. Percebemos isto em relação ao ProJovem desta realidade, pois apesar de receberem uma bolsa e frequentarem as aulas, não se sentem pertencendo naquele meio e nem efetivamente participam de suas decisões e construções. Ressaltamos a importância da vinculação dos jovens na sua comunidade, a partir de promoção de atividades que permitam a sua socialização e integração neste contexto, assim como, a participação efetiva e contextualizada destes no ProJovem Urbano, constuindo assim uma política de/para/com as juventudes e a juventude.
Abstract: The investigation consisted in the analysis of Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem Urbano) from Papa João XXIII School in Vila União neighborhood. So, this research tries to comprehend ProJovem Urbano in this place, through participative methodologies of community psychology and environmental psychology. In consequence, we investigated the reach of the psychosocial participative mapping and the urban trails in communitary re-insertion of the ProJovem Urbano students; we made relations and pored over the psychosocial participative mapping and the urban trails with the theoretical bases of community psychology and environmental psychology; we proposed strategies of communitary re-insertion of the youngsters based on social psychology. The theoretical bases are community psychology, environmental psychology and their interfaces with social psychology, highlighting the facilitation participative methodologies. The research broached the youth conceptions and contextualized the public policy of ProJovem Urbano from Papa João XXIII School. The sample had 20 students, which were members of the program in Vila União community, with the ages between 18 and 29 years. The methodology used was the qualitative research and the dialogic life-based method. We performed the psychosocial participative mapping, the urban trails and the cultural circles in the youngsters’ groups. To register the data, we used the field diary spanned by the participative observation of the researcher. To analyze the data, we utilized the sense building. The results of the research are divided into two macro-themes: 1) ProJovem Urbano and 2) Facilitation Participative Methodologies in Community Psychology and Environmental Psychology. They generated themes, sub-themes and the unities of sense according to the individual and collective speaks in the cultural circles. About ProJovem Urbano, it was a moment of analysis about positive and negative aspects of this program, providing a differentiated perception of the youngsters. About Facilitation Participative Methodologies, we could reflect about psychosocial mapping and urban trails, their stages, the ways of questioning the reality, the possibility of re-inserting the youngsters in the community. The relation between urban trails and participative psychosocial mapping made possible the knowledge about the specificities, differences and possibilities of acting with these methodologies, based in theoretical and practical way, community psychology and environmental psychology. Therefore, these psychologies provided a reflection about the re-insertion and re-socialization of the youngsters to the community, because they made possible the dialogue and the questioning of the reality by the knowledge and sensitivity to the place – the community, in this case. So, we concluded that the youngsters of ProJovem Urbano usually tend to stay far from the community, not participating to the community activities and not feeling like a member of that social environment. We also perceived this towards the program, because the youngsters receive a bursary and go to the classes, but they don’t feel like a person who belongs to that environment and don’t participate sure enough to the decisions and buildings. We highlight the importance of the youngsters connection to the community, the providing of activities that allow their socialization and the integration to this context. We also highlight the effective and contextualized participation of the youngsters in ProJovem Urbano to build a policy of/for/with the youths and the youth.
Descrição: LIMA , Deyseane Maria Araújo. ProJovem Urbano da Escola Papa João XXIII do Bairro Vila União: significados atribuídos pelos jovens na perspectiva da psicologia comunitária e da psicologia ambiental. 2010. 146f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1493
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_DMALima.PDF1,37 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.