Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15019
Title in Portuguese: Níveis de sódio e cloro para codornas italianas destinadas à produção de carne
Title: Levels of Italian sodium and chlorine for codornas destined the meat production
Author: Raquel, Débora Linhares
Advisor(s): Freitas, Ednardo Rodrigues
Keywords: Sal
Consumo de água
Ave - Alimentação e rações
Issue Date: 2009
Citation: RAQUEL, D. L. Níveis de sódio e cloro para codornas italianas destinadas à produção de carne. 2009. 69 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009.
Abstract in Portuguese: Dois experimentos foram conduzidos para determinar os melhores níveis nutricionais de sódio e cloro para codornas italianas destinadas à produção de carne (1 a 49 dias de idade). Em cada experimento, 384 codornas com um dia de idade foram distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado, com seis tratamentos e oito repetições de oito aves por unidade experimental. Os níveis de sódio e de cloro avaliados foram: 0,07; 0,12; 0,17; 0,22; 0,27 e 0,32%. Observou-se efeito quadrático dos níveis de sódio sobre o consumo de ração, ganho de peso e sobre os rendimentos de carcaça e coxa+sobrecoxa, com níveis ótimos de 0,257%, 0,216%, 0,207% e 0,191%, respectivamente. O aumento do sódio na ração promoveu prejuízo linear na conversão alimentar e aumento na ingestão de água. Entretanto, a umidade das excretas e o rendimento de peito não foram afetados significativamente pelos níveis de sódio. Para o cloro, não foram observados efeitos significativos dos níveis de cloro das rações sobre todos os parâmetros avaliados. Considerando os resultados, pode-se recomendar que as rações para codornas italianas destinadas à produção de carne, na fase de 1 a 49 dias, sejam formuladas com 0,22% de sódio e níveis de cloro entre 0,07% a 0,32%.
Abstract: Two experiments were conducted to determine the best sodium and chlorine nutritional levels to Italian quails for meat production (aged 1 to 49 days). In each trial, 384 one-day quails were distributed in a completely randomized design with six treatments and eight replications of eight birds of experimental unit. The levels of sodium and chlorine evaluated were: 0,07; 0,12; 0,17; 0,22; 0,27 and 0,32%. It was observed a quadratic effect of the sodium levels on feed intake, weight gain and yields of carcass and thigh plus drumstick, with optimal levels of 0,257%, 0,216%, 0,207% and 0,191% respectively. The increase in sodium level in the diet produced a linear decrease in feed conversion and an in increase in water intake. However, the excreta moisture and breast yield were not significantly affected by the sodium levels. As for chlorine, we did not observe any significant effects of the chlorine levels in the diets on all the parameters evaluated. From the results, we can recommend that the diets for Italian quails bred for meat production, in the phase from 1 to 49 days, are formulated with 0,22% of sodium level and chlorine levels from 0,07% to 0,32%.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15019
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_dis_dlraquel.pdf207,07 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.