Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15054
Title in Portuguese: A utilização de microblogs como instrumento de comunicação por organizações varejistas: uma análise do Twitter
Author: Carneiro, Márcio Roberto Sousa
Advisor(s): Romero, Cláudia Buhamra Abreu
Keywords: Twitter (Rede social on-line)
Comércio varejista
Comunicação em marketing
Marketing de relacionamento
Issue Date: 2011
Citation: CARNEIRO, Márcio Roberto Sousa. A utilização de microblogs como instrumento de comunicação por organizações varejistas: uma análise do Twitter. 2011. [12], 191 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Mestrado Acadêmico em Administração e Controladoria, Fortaleza-CE, 2011.
Abstract in Portuguese: Este trabalho tem por objetivo analisar as formas de comunicação de organizações varejistas no Brasil com seus clientes através de redes sociais virtuais, classificando suas mensagens em informacionais ou conversacionais, conforme Recuero e Zago (2009, 2010). Foi realizada pesquisa qualitativa netnográfica e de cunho exploratório, com as 13 maiores organizações varejistas, segundo a publicação Maiores e Melhores da Revista Exame, de 2010. Do dia 17 de dezembro de 2010 a 15 de janeiro de 2011 foram coletadas todas as mensagens encaminhadas por essas organizações em suas páginas no microblog Twitter. Utilizou-se também o software online TweetGrader para ranquear as organizações conforme sua influência, autoridade e reputação entre os usuários do Twitter. Concluiu-se com esta pesquisa que a maior parte das organizações utiliza o Twitter como mais um canal informacional para divulgação de produtos. Apenas 5 das 13 organizações varejistas pesquisadas priorizam a conversação com seus consumidores na ferramenta. Verificou-se também que das quatro organizações mais influentes no Twitter, três delas utilizam a rede social para, prioritariamente, relacionarem-se com seus consumidores. Concluiu-se também que ter popularidade não implica em ser influente na respectiva rede social virtual, visto que a organização que possui o maior quantitativo de “seguidores” – com grande diferença frente aos demais – ocupa apenas a sexta colocação entre as 13 varejistas da pesquisa em relação à influência e autoridade entre os usuários do Twitter.
Abstract: This study has as objective to examine communication forms of retail organizations with their customers through social networking in Brazil, throught the classification of their messages in informational or conversational, under Recuero and Zago concepts (2009, 2010). It´s based on a netnografic and exploratory qualitative research, with the 13 largest retail organizations, according to the publication “Maiores e Melhores”– Revista Exame(2010). From the 17th of December 2010 to January 15, 2011, we collected all the messages sent by these organizations in their pages on Twitter. We also used the software online TweetGrader to rank the organizations according to their influence, authority and reputation among Twitter users. The research conclusion was that most organizations use Twitter as another channel for disseminate information about their products. Only 5 of 13 of the surveyed retailers organizations prioritize conversation with their customers in the tool. It was also noted that three of the four most influential organizations on Twitter, use social networking mainly to get related with their consumers. It was also found that being popular does not mean to be influential in their social networking, the organization that owns the largest amount of "followers" - with large differences in front of others - is only the sixth place among the 13 retailers of the research in relation to the influence and authority among Twitter users.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15054
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_dis_mrscarneiro.pdf10,5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.