Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15616
Title in Portuguese: Inseminação artificial em cabras leiteiras com estro induzido e sincronizado por bioestimulação (efeito macho)
Title: Artificial insemination in dairy goats with estrus induced by male effect
Author: Viana Neto, Aderson Martins
Advisor(s): Moura, Arlindo de Alencar Araripe Noronha
Keywords: Caprino - Criação
Reprodução animal
Inseminação artificial
Issue Date: 2013
Citation: VIANA NETO, A. M. Inseminação artificial em cabras leiteiras com estro induzido e sincronizado por bioestimulação (efeito macho). 2013. 78 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2013.
Abstract in Portuguese: Novas exigências de mercado são estabelecidas e com estas, novos modelos produtivos, com menor impacto ambiental, devem ser adotados para atender as necessidades dos consumidores, sem que resulte em prejuízos à produtividade do sistema. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar a eficiência da bioestimulação (Efeito Macho) pela taxa de concepção e parição de cabras inseminadas artificialmente com sêmen fresco. Para tanto, foram avaliadas a taxa de fertilidade e parição de 73 cabras, pertencentes ao grupo genético Saanen e seus mestiços com Anglonubiano, submetidas à inseminação artificial, que tiveram o estro induzido e sincronizado pelo efeito macho. O experimento ocorreu durante os períodos chuvoso (março-abril) e seco (agosto-setembro) de 2012. Foram coletados dados referentes às variáveis climáticas (TA: temperatura ambiente; e UR: umidade relativa do ar) para o cálculo do ITU (Índice de temperatura e umidade). Os dados foram submetidos à análise estatística a 5% de probabilidade. O ITU foi mais elevado (P<0,05) para o período chuvoso, e assumiu valores acima dos ideais para caprinos, apresentando situação de emergência para o período chuvoso, e de perigo para o período seco. O efeito macho mostrou-se eficiente independente da época do ano, resultando em 94,5% cabras em estro. A duração do primeiro estro foi semelhante entre o período chuvoso e seco, com média geral de 23,4 horas. O intervalo entre início do efeito macho e manifestação do estro de 11 dias, havendo uma maior manifestação de estro (primeiro estro) logo na primeira semana para ambos os períodos. Em geral, 65% das cabras retornaram em estro, sendo o intervalo entre o início do efeito macho e a manifestação do segundo estro foi maior (P<0,05) para o período chuvoso (27,8 dias), isto está relacionado ao tipo de ciclo estral, onde houve um maior (P<0,05) número de ciclos normais (20) para este período, e um elevado (P<0,05) número de ciclos curtos (15) para o período seco. A fertilidade para o período seco (57,6%) foi proporcionalmente superior ao período chuvoso (44,4%). No entanto, a taxa de parição mostrou uma tendência (P=0,57) a ser superior para o período seco. Esta menor taxa para o período chuvoso pode estar relacionado à alta variação climática observada durante o período experimental. Em geral, o segundo estro foi mais propício à resultar em fertilidade, seja para o período chuvoso ou seco. Com isso, conclui-se que a inseminação artificial de cabras com estro induzido e sincronizado pelo uso do efeito macho é um manejo que pode ser empregado para a produção de caprinos resultando em índices reprodutivos satisfatórios.
Abstract: New market requirements are established and with them, new production models it should be adopted to meet the consumers demands, without resulting in damage to system productivity, with less environmental impact. The aim this study was to evaluate the effectiveness of Male Effect by fertility rate of goats inseminated artificially. Thus, we evaluated the fertility and calving rates of 73 goats belonging to genetic group Saanen and its crossbred. This does had their estrus induced and synchronized by the male effect and it were artificially inseminated with fresh semen. The experiment took place during the rainy (March-April) and dry (August-September) seasons of 2012. We collected data on climatic variables (RT: room temperature; and RH: relative humidity) for calculating the THI (temperature and humidity index). Data were analyzed statistically at 5% probability. The THI was higher (P<0.05) in the rainy season, and it assumed values above ideal for goats, with an emergency situation to the rainy season, and dangerous situation to the dry season. The male effect was effective regardless of season, it resulting in 94.5% of estrus. The duration of the first estrus was same between the rainy and dry season, it had a mean duration of 23.4 hours. The interval between the onset of the male effect and estrus was 11 days, and there was a greater manifestation of estrus (first heat) in the first week for both seasons. Overall, 65 % of goats returned in estrus, it been the interval between the onset of the male effect and second estrus manifestation was greater (P<0.05) during the rainy season (27.8 days). This is related to the estrous cycle length, where there was a greater (P <0.05) number of normal estrus cycles (20) during rainy season, and high (P <0.05) number of short estrus cycles (15) during dry season. The fertility during the dry season (57.6 %) was proportionally greater than rainy season (44.4 %). However, the calving rate showed a trend (P = 0.57) to be higher the dry season. This lower rate during rainy season may be related to high climate variability observed during this experimental period. The second estrus was more like to result in fertility, during rainy or dry season. This indicates that the artificial insemination of goats with induced and synchronized estrus by male effect is a management can be utilized in goat production systems resulting in satisfactory reproductive rates.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15616
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_dis_amvneto.pdf1,29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.