Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15632
Título: Efetividade de um manual educativo na instrumentalização do acompanhante para a prestação de apoio à parturiente
Título em inglês: Effectiveness of a handbook in the companion instrumentalization to provide support to parturient
Autor(es): Teles, Liana Mara Rocha
Orientador(es): Damasceno, Ana Kelve Castro
Palavras-chave: Apoio Social
Parto Humanizado
Estudos de Intervenção
Data do documento: 2015
Citação: TELES, L. M. R. (2015)
Resumo: Objetivou-se avaliar a eficácia de um material educativo na instrumentalização do acompanhante para a realização de ações de apoio à parturiente. Trata-se de um Estudo Piloto de Ensaio Clínico Randomizado, no qual foram comparados dois grupos: Grupo Controle (GC) e Grupo Intervenção (GI) (utilizou o manual educativo “Preparando-se para acompanhar o parto normal: o que é importante saber?”). Estudo desenvolvido em Fortaleza - CE, no Centro de Parto Natural Lígia Barros Costa (CPN) e no Centro Integrado de Educação e Saúde Casimiro José de Lima Filho (CIESCJLF), entre Abril/2014 e Junho/2015. Ao final, obteve-se uma amostra de 65 acompanhantes, 21 no GI e 44 no GC. O estudo foi desenvolvido em quatro fases: 1. Linha de Base; 2. Intervenção; 3. Avaliação do apoio prestado pelo acompanhante em sala de parto; e 4. Avaliação da experiência e satisfação com o trabalho de parto e parto. Para a coleta de dados, na Fase 1, utilizou-se o Formulário de caracterização do acompanhante; na Fase 3, utilizou-se o Formulário de avaliação do apoio prestado e da experiência do acompanhante em sala de parto; e na Fase 4, utilizou-se o Formulário de avaliação da experiência e satisfação da puérpera com o trabalho de parto, o qual contém quatro Sub-Escalas do Questionário de Experiência e Satisfação com Parto (QESP) (Sub-Escalas Experiência Positiva, Experiência Negativa, Relaxamento e Apoio do Acompanhante). Os acompanhantes tinham, em média, 39,3 (±14,6) anos de idade e 8,4 (±2,5) anos de estudo, sendo a maior parte esposo/companheiro (36; 55,4%) ou mãe (15; 23,1%) da parturiente. Na Linha de Base, 44 (67,7%) acompanhantes tinham conhecimento de algum tipo de ação de apoio, sendo as mais prevalentes as de apoio emocional 22 (33,8%) e de apoio físico 18 (27,7%), não havendo diferenças estatisticamente significantes entre os grupos. Na Avaliação do apoio prestado pelo acompanhante em sala de parto, verificou-se que acompanhantes do GI foram mais propícios à utilização de ações de apoio físico (RR 1,85; IC95%: 1,03-7,4), em especial, massagem (RR 11,7; IC95%: 1,6-81,8), caminhada (RR 4,27; IC95%: 1,9-9,5), bola de ginástica (RR 3,75; IC95%: 1,7-8,4) e respiração (RR 4,88; IC95%: 2,2-10,8). Acompanhantes do GI realizaram um maior número de ações de apoio (7,2 vs 4,6; p:0,001) e melhor avaliaram a experiência de acompanhar o parto (72,4 vs 64,2; p:0,00). Puérperas acompanhadas por participantes do GI foram mais propícias a classificar positivamente o autocontrole durante o trabalho de parto (RR 6,58; IC95%: 2,2-20,2) e parto (RR 2,14; IC95%: 1,2-4,5), a autoconfiança (RR 2,65; IC95%: 1,2-6,9), a utilização de métodos de respiração/relaxamento (RR 2,43; IC95%: 1,2-5,0), e o apoio prestado pelo acompanhante (RR 3,36; IC95%: 1,03-7,4) durante o trabalho de parto, refletindo em uma melhor experiência e satisfação com o trabalho de parto e parto (119,6 vs 107,9; p:0,000), de acordo com as Sub-Escalas do QESP aqui analisadas. Os dados evidenciaram que o manual educativo foi eficaz na instrumentalização do acompanhante para a realização de ações de apoio à parturiente, tendo acompanhantes do GI realizado um número de ações de apoio significativamente maior do que acompanhantes do GC. Isso refletiu em uma melhor avaliação do acompanhante e da puérpera com a experiência compartilhada, demonstrando a sinergia entre o apoio prestado pelo acompanhante e o apoio percebido e experimentado pela parturiente.
Abstract: The objective of the study was to evaluate the effe ctiveness of an educational material about instrumentalization of the companion for the execut ion of actions to support the parturient. It is a Clinical Trial Randomized pilot study, which had compared two groups: control group (CG) and Intervention Group (IG) (it was used educationa l manual "Preparing the companion to vaginal delivery: What is important to know? "). Th e study happened in Fortaleza - CE, at the Natural Birth Center Ligia Barros Costa and the Cen ter for Integrated Education and Health Casimiro José de Lima Filho between April/2014 and June/2015. At the end, it was obtained a sample of 65 accompanying, 21 in GI and 44 in GC. T he study was developed in four phases: 1. Baseline; 2. Intervention; 3. Evaluation of the support provided by the companion in the delivery room; and 4. Evaluation of experience and satisfaction with labor and delivery. To collect data in Phase 1, it was used the companion characterization form; in Phase 3, it was used a form for the evaluation of the experience and sup port provided by the companion in the delivery room; and Phase 4, it was used the evaluat ion form of the experience and satisfaction of postpartum women with labor , which contains fou r sub-scales of the Labor Experience and Satisfaction Questionnaire (LESQ) (Sub-Scales: Posi tive experience, negative experience, Relaxation and Companion Support). Companions had, on average, thirty 39.3 (± 14.6) years and 8.4 (± 2.5) years of education, and most of the m were spouse/partner (36; 55.4%) or mother (15; 23.1%) of the parturient. At baseline, 44 (67. 7%) accompanying were aware of some kind of support actions, being the most prevalent the em otional support 22 (33.8%) and physical support 18 (27.7%), with no statistically significa nt differences between groups. In the evaluation of the support provided by the companion in the delivery room, it was found that GI's companions were more likely to use physical su pport actions (RR 1.85; 95% CI: 1.03 to 7.4), in particular, massage (RR 11.7, 95% CI: 1.6 to 81.8), walk (RR 4.27; 95% CI: 1.9 to 9.5), exercise ball (RR 3.75; 95% CI: 1.7 to 8.4) and bre athing exercises (RR 4.88; 95% CI: 2.2 to 10.8). GI companions had a higher number of support actions (7.2 vs 4.6; p: 0.001) and evaluated better the experience of accompanying the delivery (72.4 vs 64.2; p: 0.00). Mothers accompanied by GI participants were more likely to positively rate the self-control during labor (RR 6.58; 95% CI: 2.2 to 20.2) and delivery (RR 2.1 4; 95% CI: 1.2 -4.5), self-confidence (RR 2.65; 95% CI: 1.2 to 6.9), the use of breathing/rel axation methods (RR 2.43; 95% CI: 1.2 to 5.0 ), and the support provided by the companion (RR 3. 36; 95% CI: 1.03 to 7.4) during labor, reflecting a better experience and satisfaction wit h labor and delivery (119.6 vs 107.9; p: 0.000), according to LESQ Sub-scales analyzed here. The dat a showed that the educational manual was effective in the instrumentalization of the compani on for the realization of actions to support the parturient, by having the GI companions accompl ished a significantly higher number of supporting actions that GC companions. This reflect ed in a better evaluation of the companion and of the postpartum women with shared experience, demonstrating the synergy between the support provided by the companion and support perce ived and experienced by the woman in labor.
Descrição: TELES, Liana Mara Rocha. Efetividade de um manual educativo na instrumentalização do acompanhante para a prestação de apoio à parturiente. 2015. 142 f. Tese (Doutorado em Enfermagem ) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15632
Aparece nas coleções:DENF - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_tese_lmrteles.pdf1,03 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.