Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15680
Título: Análise integrada dos aspectos geoambientais e da dinâmica costeira de médio e curto período da planície litorânea entre as Praias do Futuro e Porto das Dunas, Ceará, Brasil
Título em inglês: Analyzes the geo-environmental aspects in an integrated manner and the coastal dynamics of short to medium duration of the coastal plain between the Porto das Dunas Beach and Praia do Futuro Beach, Ceará State, Brazil
Autor(es): Marino, Marcia Thelma Rios Donato
Orientador(es): Freire , George Satander Sá
Palavras-chave: Dinâmica costeira
Morfodinâmica praial
Erosão costeira
Vulnerabilidade à erosão
Geoprocessamento
Data do documento: 2014
Citação: MARINO, M. T. R. D.; FREIRE, G. S. S. (2014)
Resumo: Esta pesquisa analisa de forma integrada os aspectos geoambientais e a dinâmica costeira de curto e médio período da planície litorânea entre as praias do Futuro e Porto das Dunas, litoral leste do Ceará, embasada na análise multitemporal da variação da linha de costa e mudanças morfológicas. Aplicou-se o geoprocessamento conciliado às características geoambientais, morfodinâmicas, hidrodinâmicas, aos processos eólicos, às ações antrópicas e à avaliação dos índices de vulnerabilidade à erosão. A área perfaz 15 km de litoral representada pelos Setores: 1 - Praia Porto das Dunas; 2 - Abreulândia (COFECO) e Sabiaguaba; e 3 - Caça e Pesca e Praia do Futuro, além das desembocaduras dos rios Pacoti e Cocó. Os aspectos metodológicos foram pautados em atividades de gabinete, campo, laboratório e análise integrada dos dados. Elaborou-se um monitoramento sazonal durante um ano (08/10 a 08/11). Geologicamente, a área está representada por dois domínios geológicos: unidade basal e planície costeira, ambas influenciam na dinâmica costeira das praias monitoradas, associadas às condições climáticas. O clima é tropical chuvoso, semiárido e apresenta forte irregularidade pluviométrica anual, com duas estações distintas, uma seca e prolongada e outra com precipitações curtas. Os dados modais de ondas revelam o predomínio do tipo deslizante, praias com relevos suaves e baixas declividades. A altura das ondas na zona de arrebentação apresentou valor médio de 1,1m, variando de 0,9m a 1,2m. Os períodos de ondas assumiram um padrão sazonal, menores na estação seca e maiores na chuvosa, máximo de 15,9s e mínimo 6,1s. O estágio morfodinâmico do Setor 1 é dissipativo, no Setor 2 varia de dissipativo a intermediário e, por vezes, refletivo, e no Setor 3 predomina estágios intermediários a dissipativos com as maiores extensões dos perfis praiais. O balanço sedimentar confirma um estado que busca o equilíbrio entre os processos deposicional e erosional, entretanto com tendência erosional para os Setores 1 e 2, e deposicional para o Setor 3, corroborando com os volumes dos sedimentos e com a variação da linha de costa. As taxas de avanço e recuo da linha de costa foram obtidas utilizando-se a extensão Digital Shoreline Analysis System para o software ArcGIS 10.0, integrando dados georreferenciados, entre os anos de 1972 e 2010. Da praia Porto das Dunas até a margem esquerda do rio Pacoti, definiu-se um estágio erosivo, taxa de variação média de -3,53m/ano e -17,67m em 5 anos; entre a foz do rio Pacoti e a praia da Abreulândia, observaram-se índices de erosão média de -0,31m/a e -2,18m em 7 anos; a praia da Abreulândia até a desembocadura do rio Cocó apresentou tendência erosional média de -0,07m/ano e -2,59m, em 38 anos, caracterizando uma estabilidade nesse setor, provavelmente, devido ao cordão descontínuo de rochas de praia paralelo à costa; a Praia do Futuro apresenta uma tendência fortemente progradante, média de +1,43m/ano e +54,33m, em 38 anos. A análise da variação textural dos sedimentos de praia constatou o predomínio da fração arenosa ao longo dos 15 km de praias, predominando areia média, moderadamente selecionada, com frações mais finas nas praias do extremo NW e as mais grossas nas porções centrais. As características granulométricas são fortemente condicionadas pela influência dos agentes hidrodinâmicos, eólicos e meteorológicos, associados ao tipo, orientação e localização da praia e a proximidade e tipo da área fonte de sedimentos. Os perfis morfodinâmicos praiais estão associados à sazonalidade meteorológica, perfis de inverno nos períodos de transição e estiagem, e de verão no período chuvoso. A distribuição dos sedimentos ao longo dos perfis registra para o período chuvoso a predominância dos mais grossos nas áreas mais afastadas da linha de costa e mais finos na região subaquosa, ocorrendo uma inversão no período de estiagem. Três fatos são destacados para as velocidades dos ventos: desenvolvimento de um gradiente vertical ascendente, certa conformidade de comportamento das curvas traçadas em alturas diferenciadas e maiores velocidades na zona de pós-praia. Os rios Pacoti e Cocó apresentaram estreitamento da foz e erosão nas faixas praiais adjacentes; nas desembocaduras observou-se uma relação diretamente proporcional entre a faixa praial e os depósitos submersos, sugerindo que esses depósitos funcionam como suprimento de sedimentos para a faixa praial. Todos os fatores analisados condicionaram à evolução do litoral e foram relevantes para avaliar o grau de vulnerabilidade à erosão costeira, inferindo-se um grau muito alto para o Setor 1, alto a baixo para o Setor 2 e baixo a moderado para o 3, relacionado às feições e tipos de uso. O processo de urbanização está bastante acelerado e ocorre de forma desorganizada, sem levar em consideração as características e fragilidades dos ecossistemas, como a ocupação das zonas de by-pass, fato que influencia diretamente na sazonalidade natural de remoção e deposição de sedimentos arenosos, resultando no recuo da linha de costa, em razão da redução do aporte de sedimentos. Recomendam-se uma fiscalização mais rigorosa e a implantação de programas de monitoramento e ordenamento territorial nessa área, importantes ao equilíbrio dinâmico costeiro e à preservação de ícones da beleza cênica do litoral.
Abstract: This research analyzes the geo-environmental aspects in an integrated manner and the coastal dynamics of short to medium duration of the coastal plain between the Porto das Dunas Beach and Praia do Futuro Beach, East coast of Ceará state. It is based on multitemporal analysis of shoreline variation and morphological changes. This work applied the geoprocessing reconciled to geoenvironmental characteristics, morphodynamics, hydrodynamics, aeolian processes, anthropogenic actions and assessment indices of vulnerability to erosion. The area of investigation stretches 15 km of coastline represented by 3 sectors: 1-Porto das Dunas Beach; 2-Abreulândia (COFECO) Beach and Sabiaguaba Beach; and 3- Caça e Pesca Beach and Praia do Futuro Beach, in addition to the mouths of the Pacoti River and Cocó River. Methodologically, it wasguided by activities of staff, field, laboratory and integrated analysis of the data. Seasonal monitoring was elaborated during a year (08/10 to 08/11). Geologically the area is comprised of two geological domains: basal unit and the coastal plain, both of which influence the coastal dynamics of the beaches of interest-more specifically, those related to weather conditions. The climate is rainy and tropical, semi-arid, and features strong annual rainfall irregularity that characterize two distinct seasons: one with prolonged drought and another with short rainfall. The data wave modal reveal the predominance of sliding type, beaches with soft and low reliefs declivities. The height of the waves in the surf zone presented average value of 1,1m, ranging from 0,9 m to 1,2m. The wave periods follow a seasonal pattern, with smaller waves in the dry season and larger ones in rainy season (maximum of 15,9s and minimum of 6,1s). The morphodynamic stage is dissipative in Sector 1, in Sector 2 ranges from dissipative to intermediary and, sometimes, reflective. In Sector 3 it predominates the dissipative to intermediary stages with the largest extensions of beach profiles. The sedimentary balance confirms a state seeking a balance between depositional and erosional processes, however with erosional trend for Sectors 1 and 2, and depositional trend for Sector 3. This corroborates with the sediment volumes and with the coastline variation. The rates of advance and retreat of the shoreline were obtained using the Digital Shoreline Analysis System, software for ArcGIS 10.0, integrating georeferenced data, between 1972 and 2010. From Porto das Dunas Beach to the left margin of Pacoti River it was set up an erosion stage on an average of – 3,53m/year and -17.65m in 5 years. Between the mouth of the Pacoti River and Abreulândia Beach erosion rates were observed, average of -0,31m/year and -2.18m in a period of 7 years. The area from Abreulândia Beach to the mouth of the Cocó River showed erosional average of -0.07m/year, -2,59m in a period of 38 years. This evidences stability in this sector, probably due to discontinuous cord beachrocks parallel to the coast. Praia do Futuro Beach has a strong progradational average of +1.43m/year, +54.33m in a period of 38 years. The analysis of textural variation of beach sediments noted the predominance of the sandy fraction over the 15 km of beaches with medium sand, moderately selected, with finer fractions on the beaches of the far NW and the thicker on the central portions. The grain size characteristics of this coastline is strongly conditioned by the influence of hydrodynamic, wind, and weather agents, associated with the type, orientation, and location of the beach as well as the proximity and type of sediment source area. The beach morphodynamic profiles are associated with weather seasonality, winter profiles during periods of transition and drought. Moreover, summer profiles are observed in the rainy season. The distribution of sediments along the profiles was recorded in the rainy season showing a predominance of coarse in the outlying areas of the coastline and the finest in subaqueous region. In the dry season the effect is inverse. Three facts are highlighted for the speeds of the winds: development of a vertical upward gradient, certain conformity of behavior of curves drawn in different heights, and speeds in the backshore zone. The Pacoti River and the Cocó River showed narrowing in the mouth and erosion on adjacent beach tracks. Furthermore, it was observed in the mouths a relationship directly proportional between the beach range and the underwater deposits, suggesting that these deposits act as sediment suppliers to the beach range. The factors analyzed have led to the evolution of the coast and were relevant to assessing the degree of vulnerability to coastal erosion. Resulting from this process was a very high degree to the Sector 1, high to low degree to the Sector 2 and low to medium degree to the Sector 3, related to the features and types of use. The urbanization process taking place in the area is accelerated and unplanned. For example, it does not take into consideration the characteristics and weaknesses of ecosystems, such as the occupation of the by-pass areas. This latter has a direct influence on natural seasonality of removal and deposition of sandy sediments, resulting in the indentation of the coastline, due to the reduction in the contribution of sediments. Stricter supervision is recommended, and implementation of a monitoring programme and a spatial planning programme in this area are essential for the coastal dynamic balance.
Descrição: MARINO, M. T. R. D. Análise integrada dos aspectos geoambientais e da dinâmica costeira de médio e curto período da planície litorânea entre as Praias do Futuro e Porto das Dunas, Ceará, Brasil. 2014. 273 f. Tese (Doutorado em Geologia) - Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15680
Aparece nas coleções:DGL - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_tese_mtrdmarino.pdf12,41 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.