Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15855
Title in Portuguese: Modos de estar juntos: os Lotes Vagos e a invenção do comum, do espaço e do tempo
Title: Ways of being together: the Lotes Vagos and the invention of the common, the space and the time
Author: Lopes, Júlia de Carvalho Melo
Advisor(s): Araújo, Galciani Maria Neves de
Keywords: Common
Time
Análise do diálogo
Espaço e tempo
Comunidades
Issue Date: 2016
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: Lopes, J. C. M.; Araújo, G. M. N. (2016)
Abstract in Portuguese: Esta pesquisa está motivada em um diálogo entre o projeto Lotes Vagos: Ação Coletiva de Ocupação Urbana Experimental, dos artistas Breno Silva e Louise Ganz, e os conceitos de comum e comunidade segundo o filósofo italiano Giorgio Agamben, bem como outros que atravessam a formulação destes, como impropriedade, tempo, espaço e invenção. O projeto aconteceu em Belo Horizonte (2005/2006) e em Fortaleza (2008), sendo este último nosso interesse principal, composto por sete atividades. Lotes Vagos propunha a ocupação temporária de terrenos baldios. Como método, os artistas acordavam um contrato com os donos dos terrenos enquanto abriam a convocação a qualquer um para as proposições temporárias. Entre muitas de suas camadas de leitura, fica evidente o caráter público dado aos lotes privados. Em outras, o projeto se dá como propositor de uma abertura do espaço para que se faça uma reinvenção de si, atravessados pela ideia de impropriedade que ali se instaura. No decurso dessa investigação, percebemos que o qualquer, na conceituação formulada por Agamben, aquele que, de todo modo, importa, é o usuário das atividades propostas nos terrenos baldios, e que o participante faz, junto com os propositores, a ação acontecer.
Abstract: This research is motivated in a dialogue between the Lotes Vagos: Coletive Action on a Experimental Urban Ocupation, from the artists Breno Silva and Louise Ganz, and the concepts of common and community, as Giorgio Agamben have discussed it, as well as others that touch the formulation of those ones, such as what is called improper, time, space and invention. The project happened in Belo Horizonte (2005/2006) and Fortaleza (2008), this last one being our main object, composed with seven occupations. Lotes Vagos proposed the temporary occupation of urban vacancies. As a method, the artists made an agreement with the owners of the lands meanwhile opened the invitation to any propositions. In many possibilities of interpretations, Lotes Vagos made evident the public character given to a private space. In others, the project presents an invitation to open up a space to a reinvention of the self. During this investigation, it was possible to understand that whatever, concept developed by Agamben, the one who, in anyway, matters, is the main participant of the propositions on the urban vacancies. It became clear, also, that both artists and whatever user made the action happen.
Description: LOPES, Júlia de Carvalho Melo. Modos de estar juntos: os Lotes Vagos e a invenção do comum, do espaço e do tempo. 2016. 92f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Instituto de Cultura e Arte, Programa de Pós-graduação em Artes, Fortaleza (CE), 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15855
Appears in Collections:PPGARTES - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_dis_jcmlopes.pdf4,21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.