Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16287
Título: O ambiente da periferia: conflitos sociais e riscos nas políticas urbanas em Fortaleza-Ceará
Título em inglês: The periphery of the environment: social conflicts and risks in urban policies in Fortaleza- Ceará
Autor(es): Soares, Jacqueline Alves
Orientador(es): Dantas, Eustógio Wanderley Correia
Palavras-chave: OUTROS
Moradia
Riscos
Conflitos
House
Risks
Conflicts
Conflito social
Política urbana
Planejamento urbano
Data do documento: 2011
Citação: SOARES, J. A. (2011)
Resumo: A pesquisa busca compreender a relação entre moradia e meio ambiente através da análise dos conflitos envolvendo projeto urbanístico municipal para erradicação de áreas de risco. O desafio que a pesquisa se coloca é observar se tais políticas de prevenção riscos e desastres ambientais no meio urbano têm alterado as formas de produção do espaço rumo a uma maior justiça ambiental. Parte-se do pressuposto que as medidas apresentadas para moradores de áreas de risco, por não atacarem a origem dos problemas geradores de desigualdade ambiental, apresentam soluções ineficazes e precárias mantendo a população aprisionada ao circuito dos riscos, além de se apresentar enquanto discurso legitimador da gentrificação do espaço. Os moradores, por seu vez, elaboram estratégias argumentativas no sentido de garantirem seus direitos por meio de novas atribuições de significado dos “riscos” enquanto estratégia discursiva de poder. Tal análise é feita empiricamente a partir de estudo de caso envolvendo o Programa Municipal de Requalificação Urbana e Inclusão Social – PREURBIS em áreas de risco no lugar chamado Boa Vista, localizadas no médio curso do Rio Cocó, Fortaleza-Ce. A área em que a população está sendo alocada apresenta também riscos devido a localização da nova moradia estar situada no entorno do lixão do Jangurussu. Do ponto de vista material essas “lutas por classificações” se articulam e redefinem disputas materiais entre a defesa do morar dessa população de baixa renda numa área bem localizada e bem servida de equipamentos públicos e intervenções urbanas que tem valorizado o espaço na lógica capitalista, induzindo a substituição dos antigos habitantes por outros de renda mais elevada e a retenção da terra urbana com fim especulativo. Adotou-se metodologia qualitativa com revisão de literatura, pesquisa documental, observação participante e realização de entrevistas.
Abstract: The research seeks to understand the relationship between housing and the environment by analyzing the conflicts involving municipal urban project to eliminate risk areas. The challenge that arises is to observe whether such risk prevention policies and environmental disasters in urban areas have been changing the forms (or ways) of space production towards greater environmental justice. It starts from the assumption that the measures presented for hazardous areas of residents by not attacking the source of generating problems of environmental inequality, present ineffective and poor solutions keeping the imprisoned population to the circuit of risk, and present while legitimizing discourse of gentrification of the area. The residents, in turn, develop strategies of resistance through new allocations of meaning of "risks" as a discursive strategy of power. Such analysis is done empirically from case study involving the Municipal Program of Urban Requalification and Social Inclusion - PREURBIS in hazardous areas at a place called Boa Vista, located in the middle course of Rio Coco, Fortaleza-Ce. The area where the population is being allocated also presents risks due to the new dwelling location being situated in the surroundings of the landfill ‘Jangurussu’. From the material point of view these "struggles for ratings" articulate and redefine material disputes between the defense of living of this low-income population in an area well located and well served by public facilities and urban interventions that have valued the space in the capitalist logic, inducing the replacement of the former inhabitants by other higher-income inhabitants and retention of urban land for speculative purposes. We adopted a qualitative methodology with literature review, document research, participant observation and interviews.
Descrição: SOARES, Jacqueline Alves. O ambiente da periferia: conflitos sociais e riscos nas políticas urbanas em Fortaleza-Ceará, 2011. 222 f. : Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós –Graduação, PRODEMA - Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente, Fortaleza-CE, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16287
Aparece nas coleções:PRODEMA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_dis_jasoares.pdf2,43 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.