Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16331
Título: Efeito da salinidade induzida no desenvolvimento e crescimento inicial de Carnaúba(Copernicia prunifera(Miller) H.E.Moore): suporte e estratégias de restauração em áreas salinizadas
Título em inglês: Effect of the induced salinity in the growth and initial development of Carnaúba(prunifera Copernicia (Miller) H.E. Moore): it has supported the strategies of restoration in salinisation areas
Autor(es): Holanda, Samia Jainara Rocha
Orientador(es): Araújo, Francisca Soares de
Palavras-chave: Salinidade no solo
Germinação
Mata ciliar
Efeito ambiental
Salinity in the soil
Germination
Enviromental effect
Data do documento: 2006
Citação: HOLANDA, S. J. R. (2006)
Resumo: Atualmente várias regiões da terra enfrentam sérios problemas em seus solos por causa da salinização. Parte significativa desse problema ocorre em regiões onde a deficiência hídrica é acentuada e os solos são pouco profundos. Os prejuízos causados pela salinidade podem ser seriamente agravados pelo manejo inadequado da irrigação e pela drenagem insuficiente. Altas concentrações de sais no solo têm sido um dos fatores que mais têm concorrido para a redução do crescimento e produtividade das culturas. A Carnaúba (Copernicia prunifera (Miller) H.E.Moore), apresenta capacidade de produzir satisfatoriamente sob condições de baixa preciptação e é uma alternativa de renda de grande importância para a população do semi-árido brasileiro. Este estudo tem por objetivo avaliar o efeito da salinidade sobre o crescimento e desenvolvimento inicial de mudas de Carnaúba para subsidiar a restauração de áreas de preservação permanente (APPs) que encontram-se desmatadas e ou salinizadas e a ampliação do extrativismo vegetal como fonte econômica da região. O experimento constou de um arranjo fatorial 5x1. O ensaio dispôs de 15 mudas com 4 repetições, sendo adotado o método de delineamento casualizado. Foram avaliados os efeitos de diferentes níveis de salinidade: 0, 25, 50, 75, 100 mol.m-3 de NaCl, correspondendo a condutividade elétrica inicial de: 2.0, 4.6, 7.1, 9.6, 12 dS.m1 sobre os índices de crescimento inicial das plântulas de Carnaúba. Foram estudadas as seguintes variáveis: comprimento da parte aérea (Cra); largura da parte aérea (Lra); comprimento da raiz principal (CRp); peso da matéria fresca (PMF); peso da matéria seca (PMS); razão parte aérea/raiz (PAR) e taxa de sobrevivência (TS). A salinidade afetou de forma diferenciada cada variável estudada, sendo a TS a mais afetada. Quanto aos níveis de salinidade aplicados, os melhores tratamentos para a produção de mudas foram os de 25 e 50 mol.m-3 de NaCl, em especial 25 mol.m-3, haja vista o melhor desenvolvimento da largura foliar neste nível de salinidade. Níveis elevados de salinidade como maior ou igual a 100 mol.m-3 de NaCl, comprometem o desenvolvimento e possivelmente a vida desta planta, apresentando assim comportamento de plantas glicófitas, não sendo aconselhável tentativas de produção e ou implantação de mudas em áreas que apresentem este nível de salinidade no solo.
Abstract: Actually, several regions of earth face serious soil problems because of salinisation. A major part of these cases occurs in regions with an accentuated water deficiency and shallow soils. The damage caused by salinity may become even more critical by inadequate handling and insufficient draining. High soil salt concentration has been one of the factors with major influence on reduced growth rates and productivity in cultivated plants. The Carnauba (Copernicia prunifera (Miller) H.E.Moore) is able to produce under conditions of low precipitation and is an option for income of great importance for the population of the Brazilian semi-arid regions. In our study, we tried to assess the effect of salinity on growth and initial development of Carnauba plantlets destined at supporting restoration of areas of permanent conservation (APPs) that were deforested or suffer from salinisation as well as to promote extractivism as a source of income in this region. In the experiment, we applied a 5x1 factorial arrangement. The assay made use of 4 repetitions with 15 plantlets each in a random distribution. Salinities of 0, 25. 50, 75 and 100 mol.m-³ NaCl, corresponding to conductivities of 2.0, 4.6, 7.1, 9.6 and 12 dS.m-1, respectively, were evaluated in relation to the indexes of initial growth of Carnauba plantlets. The following variables were studied: leaf length (Cra); leaf width (Lra); root length (CRp), fresh weight (PMF); dry weight (PMS); aerial part – root ratio (PAR) and survival rate (TS). Salinity differentially affected each variable studied, with TS suffering a major impact. As to the salinities applied, plantlets demonstrated best results at 25 and 50 mol.m-³ NaCl, better even at 25 mol.m-³; here, the development of leaf width was best. Elevated salinities of 100 mol.m-³ or higher put at risk development and possibly survival of this plant, that thus turns out to be a glycophyte;production and/or replanting are not recommended for areas with these levels of soil salinity.
Descrição: HOLANDA, Samia Jainara Rocha. Efeito da salinidade induzida no desenvolvimento e crescimento inicial de Carnaúba(Copernicia prunifera(Miller) H.E.Moore): suporte e estratégias de restauração em áreas salinizadas. 2006. 63 f. : Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente, Fortaleza-CE, 2006
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16331
Aparece nas coleções:PRODEMA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_dis_sjrholanda.pdf1,88 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.