Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16376
Título: Avaliação microscópica, estudo histoquímico e análise de propriedades tensiométricas da pele de tilápia do Nilo
Título em inglês: Microscopic evaluation, histochemical study and analysis of tensiometric properties of the Nile Tilapia skin
Autor(es): Alves, Ana Paula Negreiros Nunes
Verde, Maria Elisa Quezado Lima
Ferreira Júnior, Antônio Ernando Carlos
Silva, Paulo Goberlânio de Barros
Feitosa, Victor Pinheiro
Lima Júnior, Edmar Maciel
Miranda, Marcelo José Borges de
Moraes Filho, Manoel Odorico de
Palavras-chave: Materiais Biocompatíveis
Colágeno
Tilápia
Data do documento: Jul-2015
Editor: Revista Brasileira de Queimaduras
Citação: ALVES, A. P. N. N. ; VERDE, M. E. Q. L. ; FERREIRA JÚNIOR, A. E. C. ; SILVA, P. G. B. ; FEITOSA, V. P. ; LIMA JÚNIOR, E. M. ; MIRANDA, M. J. B. ; MORAES FILHO, M. O. (2015)
Resumo: OBJETIVO: Caracterizar a pele de tilápia do Nilo, uma possível fonte de biomaterial para enxertia, a partir de suas características físicas (resistência à tração), histomorfológicas e da tipificação da composição do colágeno. MÉTODOS: Amostras de pele de tilápia do Nilo foram utilizadas e, para os testes de tração (utilizando a máquina de ensaios universais Instron®), as peles foram submetidas à imersão em soluções de glicerol em crescente concentração. Parte das amostras foi fixada em formol neutro a 10%, processada e corada com o uso da hematoxilina e da eosina, para confecção de lâminas e posterior análise histológica e histoquímica. Todas as etapas foram reproduzidas também em pele humana, doada de cirurgias plásticas, para efeito comparativo. RESULTADOS: A morfologia da pele da tilápia mostrou-se semelhante à da pele humana, com derme profunda formada por espessas fibras colágenas organizadas, em disposição paralela/horizontal e transversal/vertical. A pele de tilápia também apresentou maior composição por colágeno tipo I em relação à pele humana (p=0,015). Nos testes de tração, a carga média suportada pela pele de tilápia foi de 43,9±26,2 N, enquanto a extensão à tração teve valores médios de 4,4±1,045 cm CONCLUSÃO: A pele de tilápia possui características microscópicas semelhantes à estrutura morfológica da pele humana e elevada resistência e extensão à tração em quebra, o que suporta sua possível aplicação como biomaterial. A derme desta pele é composta por feixes organizados de fibras de colágeno denso, predominantemente do tipo I, o que traz considerável importância para seu uso clínico.
Abstract: OBJECTIVE: To characterize the Nile tilapia skin, a possible source of biomaterial for grafting, from their physical (tensile strength) and histomorphological characteristics, and from collagen classification. METHODS: Samples of Nile tilapia skin were used and, for microtensile tests (by Instron® universal testing machine), were subjected to immersion in glycerol solutions of increasing concentration. Part of the samples was fixed in neutral formalin 10%, processed and prepared using routine staining with hematoxylin and eosin into tissue slides, for further histological and histochemical analysis. All steps were also played in human skin, donated by plastic surgeries, for comparative effects. RESULTS: The morphology of Nile tilapia skin presented similarities with human skin, showing the deep dermis formed by thick organized collagen fibers, on parallel/horizontal and transversal/vertical arrangement. The tilapia skin also presented a larger composition of type I collagen, compared with human skin (p=0.015). On traction tests, the load average supported by tilapia skin was 43.9±26.2 N, while the traction extensile had mean values of 4.44±1.045cm. CONCLUSION: The tilapia skin has microscopic characteristics, similar to the morphological structure of human skin, and high resistance and tensile extension at break, which supports its possible application as biomaterial. The dermis of this skin is composed by organized bundles of dense collagen fibers, predominantly type I ones, which brings considerable importance for its clinical use.
Descrição: ALVES, A. P. N. N. ; VERDE, M.E.Q.L. ; FERREIRA JUNIOR, A. E. C. ; SILVA, P.G.B. ; FEITOSA, V. P. ; LIMA JÚNIOR, E. M. ; MIRANDA, M. J. B. ; MORAES FILHO, M. O. Avaliação microscópica, estudo histoquímico e análise de propriedades tensiométricas da pele de tilápia do Nilo. Revista Brasileira de Queimaduras, Limeira, v. 14, n. 3, p. 203-210, jul./ago./set. 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16376
ISSN: 1982-1883
Aparece nas coleções:DCOD - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_art_apnnalves.pdf1,16 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.