Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16395
Título: Análise de investimentos sociais junto às comunidades: da filantropia à transformação social
Autor(es): Silva, Verbena Maria Medeiros da
Orientador(es): Abreu, Mônica Cavalcanti Sá de
Palavras-chave: Responsabilidade social da empresa
Assistência Social
Data do documento: 2009
Citação: SILVA, V. M. M. (2009)
Resumo: Investimentos em responsabilidade social corporativa (RSC) crescem nos ambientes empresariais, visto que práticas em cidadania corporativa podem levar as organizações a serem reconhecidas como sustentáveis. Essa nova tendência observada no mercado contribui para que investimentos de recursos destinados a projetos sociais junto às comunidades carentes venham a ser foco analítico da gestão em RSC no Brasil. Diante desta realidade, este trabalho investiga se a inserção de investimentos sociais amplia adequadamente a capacidade de descrições dos estágios do modelo de Mirvis e Googins (2006). Estágios empresariais caracterizados em elementar, restringindo-se ao cumprimento da lei; engajado, começando adotar ações mais responsáveis; inovador, assumindo o seu compromisso de cidadania corporativa; responsável alinhando a RSC em seus negócios, e transformador, produzindo mudanças sociais sustentáveis. Objetivando análise dos resultados, foram pesquisadas, no período de maio a julho de 2009, cinco organizações na cidade de Fortaleza, mediante os critérios da pesquisa estabelecida: empresas com índice de faturamento acima de R$ 60 milhões, reconhecidas no mercado pela sua marca, credibilidade e investimentos em RSC no estado do Ceará. Como metodologia, elaborou-se pesquisa de campo, utilizando-se os métodos observacional, descritivo e analítico. Finalmente, nesta pesquisa foram evidenciados os estágios de investimentos sociais em RSC das empresas analisadas na seguinte sequência: Viação Urbana - estágio elementar; Unimed Fortaleza - estágio engajado; Grupo Pão de Açúcar – estágio inovador; Coelce – estágio responsável; Petrobras/Lubnor – estágio transformador. Os resultados sinalizam que há necessidade de as empresas desenvolverem maturidade organizacional ao assumirem compromissos em investimentos sociais, pois a melhor estratégia de RSC, que uma organização deve adotar, é aquela suportável financeira e culturalmente. Assim, o trabalho conclui ser possível inserir e ampliar os investimentos sociais nos estágios de RSC em cada uma das dimensões de Mirvis e Googins (2006). Esta inserção contribui para melhor diagnosticar e administrar investimentos sociais em RSC que possuem maior atuação neste segmento.
Abstract: The investments in corporative social responsibility (CSR) are increasing in business environment since such practices can lead organizations to be recognized as sustainable. This new trend in the market contributes to make the investment on social projects for the poor become an analytical focus of CSR management in Brazil. This study investigates whether the inclusion of social investments extends the CSR stages according to the Mirvis and Googins model (2006). They number five entrepreneurial stages: Elementary – restricted to law enforcement; Engaged – beginning to use more responsible actions; Innovative – taking on its commitment with corporative citizenship; Responsible – aligning CSR to its businesses, and Transformer – actually performing sustainable social changes. This research was carried out from May to July 2009 in five companies in Fortaleza, Ceará according to the following criteria: companies that make over R$ 60,000, known by their brand, credibility and investments on CSR in the State of Ceará. The methodology used was a field research with analytical and descriptive methods as well as observation. The results showed Viação Urbana in the elementary phase; Unimed Fortaleza in the engaged phase; Pão de Açucar Group in the innovative phase; Coelce – Responsible and Petrobras/Lubnor – Transformer. The results indicate that businesses will need to develop some organizational maturity to commit themselves in social investments, as the best strategy a company should adopt is that of financial and culturally sustainable. The work finds it is possible to insert and expand investments in social work with CSR in each of the dimensions of Mirvis and Googins (2006). This insertion helps to better diagnose and manage social investments in CSR activities which have increased in this segment.
Descrição: SILVA, Verbena Maria Medeiros da. Análise de investimentos sociais junto às comunidades: da filantropia à transformação social. 2009. 116 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Mestrado Profissional em Administração, Fortaleza-CE, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16395
Aparece nas coleções:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_dis_vmmsilva.pdf667,43 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.