Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16410
Título: Um enfoque imunológico sobre infecção viral em Litopenaeus vannamei coletados em fazenda de cultivo do Nordeste do Brasil
Autor(es): Girão, Patricia Raquel Nogueira Vieira
Orientador(es): Baptista, Gandhi Radis
Coorientador(es): Costa, Francisco Hiran Farias
Palavras-chave: Camarão - Vírus
Camarão - Criação
Data do documento: 2013
Citação: GIRÃO, P.R.N.V (2013)
Resumo: O cultivo de camarão tornou-se uma importante indústria na aquicultura mundial. O Brasil está se tornando um dos principais produtores mundiais de camarão Litopenaeus vannamei. Entretanto, surtos de doenças virais estão afetando o setor aquícola em todo o mundo, causando perdas econômicas significativas. Entre os agentes virais que afetam os camarões marinhos, o vírus da necrose infecciosa hipodermal e hematopoiética (IHHNV) e o vírus da mionecrose infecciosa (IMNV) são os vírus epizoóticos mais prevalentes no Brasil. Dentro desse contexto, este trabalho teve como objetivo analisar amostras de camarão infectado por vírus coletadas de fazendas de cultivo no Nordeste do Brasil, bem como analisar os níveis de expressão de moléculas da imunidade dos animais durante a infecção. Após um período incomum de chuvas, em um programa de monitoramento de rotina para o diagnóstico de doenças, foram coletadas brânquias de camarões juvenis com sinais de doença viral. Para o diagnóstico da infecção foram utilizandas técnicas moleculares como PCR convencional, a transcrição reversa acoplada com PCR (RT-PCR) e PCR quantitativo (qPCR). Através da combinação das diferentes técnicas moleculares foi demonstrado que a maioria dos camarões doentes estavam co-infectados com ambos os vírus, IHHNV e IMNV. Este estudo foi o primeiro a demonstrar a ocorrência de uma co-infecção natural, causada por IHHNV e IMNV, em camarões peneídeos cultivados no nordeste do Brasil. Os valores recíprocos para carga viral sugeriram que pode está ocorrendo uma competição entre os dois vírus para infectar o hospedeiro. Para compreender como as moléculas-chave da imunidade inata respondem a esta dupla infecção, os níveis de HSP-70, crustinas, peneidinas-3a e lectina br-1 do tipo-C, foram avaliados por PCR quantitativo. Em testes de correlação linear, a HSP-70 apresentou a expressão regulada por IHHNV em brânquias de camarão duplamente infectado; no entanto, as transcrições dos demais genes analisados não apresentaram expressão regulada estatisticamente significativa. Esses resultados indicam que a HSP-70 pode ser um modulador diferencial de co-infecção viral no camarão, L. vannamei.
Abstract: The shrimp farming has become an important aquaculture industry in the world. Brazil is becoming a leading global producer of shrimp Litopenaeus vannamei. However, outbreaks of viral diseases are affecting the aquaculture industry worldwide, causing significant economic losses. Among the viral agents that affect the marine shrimp Infectious hypodermal and hematopoietic necrosis virus (IHHNV) and infectious myonecrosis virus (IMNV) are prevalent epizootic viral agents in Brazil. Within this context, this study aimed to analyze samples of virus-infected shrimp collected from farms in northeastern Brazil, as well as analyzing the expression levels of molecules of immunity during infection of animals. After a period of unusual rains in a routine monitoring program for the diagnosis of diseases were collected gills of juvenile shrimp with signs of viral disease. For the diagnosis of infection were employed molecular techniques such as conventional PCR, reverse transcription coupled with PCR (RT-PCR) and quantitative PCR (qPCR). Through a combination of different molecular techniques has shown that most of shrimp patients were co-infected with both viruses, IHHNV and IMNV. This study was the first to demonstrate the occurrence of a natural co-infection, caused by IHHNV and IMNV in penaeid shrimp cultured in northeastern Brazil. The reciprocal values for viral load may suggest that competition is occurring between the two viruses to infect the host. To understand how the key molecules of innate immunity respond to this double infection, the level of HSP-70, crustin, peneidinas-3a and C-type lectin-br1 were assessed by quantitative PCR. In tests using linear correlation, HSP-70 expression is regulated by the presented IHHNV in doubly infected shrimp gills, however, transcripts of other genes analyzed showed no statistically significant regulated expression. These results suggest that HSP-70 may be a differential modulator co-infection viral in shrimp, L. vannamei.
Descrição: GIRÃO, P. R. N. V. Um enfoque imunológico sobre infecção viral em Litopenaeus vannamei coletados em fazenda de cultivo do Nordeste do Brasil. 2013. 92 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Marinhas Tropicais) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16410
Aparece nas coleções:LABOMAR - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_dis_prnvgirao.pdf1,54 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.