Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16468
Title in Portuguese: Avaliação in vitro do efeito antimicrobiano da incorporação de nanopartículas de prata em cimento de ionômero de vidro
Title: In vitro evaluation of silver nanoparticles incorporation in glass ionomer cements
Author: Sales, Ernanda Maria de Araújo
Advisor(s): Rodrigues, Lidiany Karla Azevedo
Keywords: Cárie Dentária
Cimentos de Ionômeros de Vidro
Nanopartículas
Streptococcus mutans
Issue Date: 25-Feb-2016
Citation: SALES, E. M. A. Avaliação in vitro do efeito antimicrobiano da incorporação de nanopartículas de prata em cimento de ionômero de vidro. 2016. 45 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
Abstract in Portuguese: A liberação de fluoretos a partir de CIV pode ser importante para a prevenção de cáries ao redor de restaurações, principalmente devido aos seus efeitos sobre as fases minerais dos dentes e sobre o processo de remineralização. Considerando a falta de efeito dos fluoretos em bactérias cariogênicas, a incorporação de um agente antimicrobiano em CIV poderia contribuir para minimizar o risco de recidiva de lesões de cárie. A incorporação de nanopartículas de prata (NAg) tem sido testada em diversos materiais por apresentar efeito antimicrobiano de largo espectro, sem conduzir ao desenvolvimento de resistência bacteriana. O objetivo do estudo foi avaliar o efeito da incorporação de NAg em CIV em relação ao potencial antimicrobiano e inibição de lesões de cárie adjacente à restauração. NAg foi incorporada a um CIV comercial que foi comparada com o CIV inalterado e com um CIV reforçado com metais. Blocos de esmalte bovino (8x8x4 mm), nos quais foi realizado preparo cavitário na face vestibular (diâmetro: 4 mm e profundidade: 1,5 mm), foram restaurados utilizando o material restaurador de acordo com os grupos: CIVC (Riva Self Cure®-grupo controle), CIVS (Riva Silver®- com liga de prata), CIVNAg0,5 (Riva Self Cure® + 0,5% de NAg) e CIVNAg1 (Riva Self Cure® + 1% de NAg). Três blocos de cada grupo foram submetidos à formação de biofilme de S. Mutans por cinco dias e o experimento microbiológico foi feito em triplicata. O efeito antimicrobiano foi avaliado através da contagem de UFCs (unidades formadoras de colônia) e análise do peso seco. Os blocos submetidos ao modelo microbiológico de indução de cárie foram analisados através do teste de microdureza Knoop em corte longitudinal do esmalte a 50 μm e 100 μm a partir da margem de restauração e, para determinar desmineralização ao redor de restaurações, foi utilizado o parâmetro Delta S (ΔS). Os dados foram analisados utilizando ANOVA (um fator) para dados referentes às UFCs e peso seco, e ANOVA (dois fatores) para análise dos dados do Delta S, com nível de significância pré-estabelecido em 5%. Não foram observadas diferenças estatisticamente significativas nas médias de UFC (p=0,644), peso seco (p=0,569) e perda mineral em esmalte (ΔS) a 50µm (p= 0,241) e 100µm (p= 0,777), entre os grupos testados. A incorporação de NAg nas concentrações testadas em CIV não apresentou diferenças significativas quando comparada ao CIV convencional e ao CIV com liga de prata na atividade antimicrobiana e no efeito sobre inibição de lesão de cárie.
Abstract: The fluoride release from glass CIV may be important for preventing caries around restorations, mainly due to their effects on the mineral phase of teeth and the remineralization process. Considering the lack of effect of fluorides on cariogenic bacteria, the incorporation of an antimicrobial agent in GIC could help to minimize the risk of recurrent caries. The incorporation of the silver nanoparticles (NAg) has been tested in various materials by having an antimicrobial effect with wide spectrum without leading to the development of bacterial resistance. The aim of this study was to evaluate the effect of NAg incorporation in GIC regarding the antimicrobial potential and inhibition of caries lesions adjacent to the restoration. NAg was incorporated into a commercial GIC that was compared with the unmodified GIC and with a compound commercially available silver alloy in composition. Enamel bovine blocks (8x8x4 mm), in which was held cavity preparation on the buccal surface (diameter: 4 mm and depth: 1.5 mm), were restored using the restorative material according to the groups: CIVC (Riva Self Cure®- control), CIVS (Riva Silver®- with silver alloy), CIVNAg0,5 (Riva Self Cure® + 0,5% NAg) and CIVNAg1 (Riva Self Cure® + 1% NAg). Three blocks of each group were subjected to biofilm formation of S. mutans for 5 days and microbiological experiment was done in triplicate. Antimicrobial effect was assessed by CFU counts (colony forming units) and dry weight analysis. The blocks subjected to microbiological model of caries induction were analyzed using the Knoop hardness test in longitudinal section of enamel, 50 µm and 100 µm from the restoration margin and to determine demineralization around restorations Delta S (ΔS) parameter was used. Data were analyzed using ANOVA (one factor) for data regarding the CFUs and dry weight as ANOVA (two factors) was used for Delta S data analysis, at a pre-determined significance level of 5 %. No statistically significant differences were observed in mean CFU (p = 0.644), dry weight (p = 0.569) and mineral loss of enamel (ΔS) to 50μm (p = 0.241) and 100μm (p = 0.777) between tested groups. The incorporation of Nag in concentrations tested in GIC showed no significant differences when compared to conventional GIC and GIC with silver alloy in antimicrobial activity and the effect on inhibition of caries lesions.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16468
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DCOD - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_dis_emasales.pdf1,54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.