Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16779
Título: O Tráfico de Aves Silvestres em Fortaleza: Implicações Bioéticas e Vivências de Compradores
Título em inglês: O Tráfico de Aves Silvestres em Fortaleza: Implicações Bioéticas e Vivências de Compradores
Autor(es): Batista, Luiza Amélia Oliveira
Orientador(es): Matos, Kelma Socorro Lopes de
Palavras-chave: aves silvestres
tráfico
vivências
Bioética
Wild birds
traffic
experiences
Bioethics
Animais silvestres
Pássaro - Fortaleza (CE)
Data do documento: 2010
Citação: BATISTA, L. A. O. (2010)
Resumo: O presente trabalho constitui-se em uma investigação sobre as vivências de determinado grupo de compradores de aves silvestres, por meio do comércio ilegal, em Fortaleza - CE, e as implicações bioéticas que esta prática fomenta. A indagação principal é: o que significa, para os sujeitos em questão, comprar aves silvestres e mantê-las em seu poder? O objetivo da pesquisa é compreender as motivações, os sentimentos e as percepções dos participantes em sua vivência como possuidores de aves silvestres, bem como as diversas relações que estabelecem com essas aves no seu cotidiano. O tráfico de animais silvestres é uma das principais causas da perda de biodiversidade em nosso país, juntamente com a caça e a destruição dos habitats naturais. Esta problemática tem sido alvo do trabalho de algumas instituições brasileiras, tais como a RENCTAS, o IBAMA e a Polícia Militar. A coleta de dados foi realizada, em princípio, através de pesquisa bibliográfica, digital e documental. Posteriormente, aplicou-se um questionário e realizaram-se entrevistas com um grupo de compradores em diversos bairros da cidade. O método de análise do conteúdo de tais entrevistas seguiu a proposta de Forghieri (1997). Como resultado da investigação, alguns esclarecimentos podem ser apontados em resposta ao questionamento inicial. Os sujeitos entrevistados possuem as aves devido a dois motivos básicos. O primeiro refere-se à afetividade: as aves são, para essas pessoas, animais de estimação, que promovem bem-estar no cotidiano solitário, e cuja companhia, em alguns casos, produz efeitos terapêuticos. O segundo motivo diz respeito a influências culturais, pois a maioria dos sujeitos provém de cidades do interior do Estado, onde, desde a infância, tiveram convívio com o hábito da criação de aves silvestres em casa. A reprodução desse comportamento representa, em seu contexto atual, a continuidade de uma tradição que lhes traz boas lembranças e prazer, ao ouvir o canto das aves. Esta pesquisa é um estudo fenomenológico empírico, pois propõe uma investigação compreensiva sobre a vivência dos sujeitos. Além disso, traz considerações acerca do tráfico de aves silvestres sob o referencial teórico da Bioética, que permite um diálogo entre a ciência e a filosofia.
Abstract: This survey developed in Fortaleza - Ceará - Brazil is about the experiences of some people who buy wild birds by means of the illegal trade and the bioethical implications of such practice. The main question is: why do the considered group of people purchase and take wild birds in captivity? The objective of this research is to understand the studied people’s motivation, feeling and perception as owners of wild birds as well as the relationship between them and their birds. The illegal trade is one of the main responsible for the biodiversity reduction in our country as well as hunting and the natural habitats destruction. Some Brazilian institution such as RENCTAS, IBAMA and Polícia Militar are trying to minimise that problem. At the beginning, some data were obtained from the literary, digital and documentary research. Afterwards, questionnaire and interviews were used to have some information about the buyers of wild birds from different areas of the city. The interviews were based on the Forghieri’s (1997) method. 9 According to the initial question, some results could be discussed. The interviewees have wild birds because of two basic reasons. One of them is affection: some people consider wild birds as pets and partners, whose presence could have therapeutic effects. The other is related to the cultural influence on having birds at home, which comes from the countryside. The tradition of listening to the birds’ twitter contributes for it as well. This study is an empirical phenomenological analysis focused on the considered people’s routine. Besides, this research discusses the wild birds traffic according to the Bioethics in the context of science and philosophy.
Descrição: BATISTA, Luiza Amélia Oliveira. O Tráfico de Aves Silvestres em Fortaleza: Implicações Bioéticas e Vivências de Compradores. 2010. 167 f. : Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente - PRODEMA, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16779
Aparece nas coleções:PRODEMA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_laobatista.pdf2,01 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.