Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16881
Título: Influência de lâminas de irrigação, doses de nitrogênio e de potássio aplicadas pelo método convencional e por fertirrigação na cultura do milho
Título em inglês: Influence of irrigation, nitrogen doses and potassium applied by conventional and method for fertirrigation in maize
Autor(es): Mesquita, José Bruno Rego de
Orientador(es): Azevedo, Benito Moreira de
Palavras-chave: Irrigação e drenagem
Evapotranspiração
Adubação
Zea mays L .
Evapotranspiration
Data do documento: 2014
Citação: MESQUITA, J. B. R. (2014)
Resumo: Na região Nordeste, particularmente no Ceará, a agricultura irrigada contribui bastante com a produção agrícola: frutas, hortaliças, olerícolas e grãos. A cultura do milho, muito tradicional na Região, apresenta grande importância socioeconômica, sendo a mais cultivada por pequenos, médios e grandes agricultores, contribuindo para a geração de emprego e renda e para fixação do homem no campo. O experimento foi conduzido na área experimental da Estação Agrometeorológica da Universidade Federal do Ceará. O solo da região é um argissolo vermelho amarelo de textura areia franca. O experimento foi com o milho híbrido AG-1051. O sistema de irrigação utilizado nos experimentos foi do tipo localizado por gotejamento. Os trabalhos foram conduzidos em dois anos agrícolas (2011 e 2012). A área total cultivada em cada ano foi de 602 m2, dividida em três subáreas, para instalação de cada um dos três experimentos. O primeiro experimento consistiu na aplicação de lâminas de irrigação com base na ETo de Penman-Monteith (EToPM) parametrizada pela FAO, correspondendo aos tratamentos: Li30 – 30% EToPM; Li60 – 60% EToPM; Li90 – 90% EToPM; Li120 – 120% EToPM; Li150 – 150% EToPM e Li180 – 180% EToPM. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso, composto de seis tratamentos e cinco blocos (repetições). O segundo experimento consistiu em avaliar diferentes doses de N aplicadas de forma convencional e por fertirrigação. Os tratamentos foram divididos em: F0 e C0 – 0,0 kg ha-1 (controle); F45 – 45 kg ha-1 (fert); C45 – 45 kg ha-1 (conv); F90 – 90 kg ha-1 (fert); C90 – 90 kg ha-1 (conv); F180 – 180 kg ha-1 (fert); C180 – 180 kg ha-1 (conv). O terceiro experimento consistiu em avaliar diferentes doses de K aplicadas de maneira convencional e por fertirrigação. Os tratamentos foram divididos em: F0 e C0 – 0,0 kg ha-1 (controle); F15 – 15 kg ha-1 (fert); C15– 15 kg ha-1 (conv); F30 – 30 kg ha-1 (fert); C30 – 30 kg ha-1 (conv); F60 – 60 kg ha-1 (fert); C60 – 60 kg ha-1 (conv). O delineamento experimental utilizado no segundo e terceiro experimentos foi em blocos ao acaso, em arranjo fatorial 2x4 com oito tratamentos e quatro repetições. As lâminas de irrigação apresentaram efeito significativo para as variáveis: massa da espiga com e sem palha, massa de mil grãos e produtividade nos dois anos agrícolas, ajustando-se ao modelo polinomial do segundo grau. A lâmina de irrigação que maximizou a produtividade do milho foi estimada em 124,2% da EToPM, para as condições climáticas do cultivo realizado em 2012. Em relação à dose de N e sua forma de aplicação, observou-se que a fertirrigação foi superior à adubação convencional, e que as variáveis: massa da espiga com e sem palha e produtividade apresentaram efeitos significativos para a forma de aplicação e dose de N. A dose do adubo nitrogenado que maximizou a produtividade do milho foi estimada em 123,2 kg ha-1. Já, para a dose de K e sua forma de aplicação, observou-se que a adubação convencional não diferiu da fertirrigação, nos dois anos avaliados. Entretanto, as doses de K foram estatisticamente diferentes para as variáveis: massa da espiga com e sem palha e produtividade. Na forma convencional, a dose de potássio que maximizou a produtividade da cultura foi de 82,0 kg ha-1, para as condições de cultivo em 2011.
Abstract: In the Northeastern Brazil, particularly in the Ceará state, irrigated agriculture contributes significantly to agricultural production: fruit, vegetable and grain crops. The Maize (corn) culture, traditional in the Region, has great socio-economic importance, being the most cultivated by small, medium and large farmers, contributing to the generation of employment and income, keeping workers from migrating. The experiment was conducted in the experimental area of the Estação Agrometeorológica (agrometeorological station) of the Universidade Federal do Ceará. The soil of the region is sandy red yellow podzolic. The experiment was carried out with AG-1051 hybrid maize. Localized drip irrigation was used in the experiment. The said experiment was performed through 2011 and 2012. The total acreage in each year was 602 m2, divided into three parts for installing each of the three (sub) experiments. The first (sub) experiment consisted in applying several irrigation levels based on Penman-Monteith EvapoTranspiration parametrized by FAO, corresponding to treatments: Li30, or 30% PMETo; Li60, or 60% PMETo; Li90, or 90% PMETo; Li120, or 120% PMETo; Li150, or 150% PMETo and Li180, or 180% PMETo. The experimental design was that of randomized blocks, with six treatments and five blocks (replicates). The second experiment consisted of evaluating the effects of different N doses, conventionally applied and applied by fertigation. The treatments were divided into F0 and C0 = 0.0 kg ha-1 (control); F45 = 45 kg ha-1 (fert); C45 = 45 kg ha-1 (conv); F90 = 90 kg ha-1 (fert); C90 = 90 kg ha-1 (conv); F180 = 180 kg ha-1 (fert); C180 = 180 kg ha-1 (conv). The third experiment consisted of evaluating the effects of different doses of K, conventionally applied and applied by fertigation. The treatments were divided into F0 and C0 = 0.0 kg ha-1 (control); F15 = 15 kg ha-1 (fert); C15 = 15 kg ha-1 (conv); F30 = 30 kg ha-1 (fert); C30 = 30 kg ha-1 (conv); F60 = 60 kg ha-1 (fert); C60 = 60 kg ha-1 (conv). The experimental design in the second and third (sub) experiments was that of randomized blocks in a 2x4 factorial arrangement with eight treatments and four replicates. Irrigation levels showed significant effects on the following variables: Corn cob with and without husks, thousand grain weight and productivity in both years, all adjusting to the second degree polynomial model. The irrigation level that maximized the yield of corn (maize) was estimated to be 124.2% of PMETo, for the climatic conditions of 2012. Regarding the nitrogen dose and its form of application, it was observed that fertigation was superior to conventional fertilization, and the variables Corn cob with and without husks and productivity showed significant effects for the application form and Nitrogen dose. The dose of nitrogen fertilizer that maximized the Maize (or corn) productivity was estimated at 123.2 kg ha-1. However, relatively to the K dose and its form of application, it was observed that the conventional fertilization did not differ from fertigation, in the two years evaluated. However, the K doses were statistically different for following the variables: Corn cob with and without husks and productivity. Conventionally applied, the K dose which maximized the crop yield was 82.0 kg ha-1 for the cultivation conditions of 2011.
Descrição: MESQUITA, José Bruno Rego de. Influência de lâminas de irrigação, doses de nitrogênio e de potássio aplicadas pelo método convencional e por fertirrigação na cultura do milho. 2014. 87 f. Tese (doutorado em engenharia agrícola)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16881
Aparece nas coleções:PPGENA - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_tese_jbrmesquita.pdf3,12 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.