Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16967
Título: Um debate sobre manifestações culturais populares no Brasil: dos primeiros anos da República aos anos 1930
Autor(es): SOIHET, Rachel
Palavras-chave: Manifestações populares
Trocas culturais
Resistência
Data do documento: 2001
Editor: Trajetos Revista de História UFC
Citação: SOIHET, R. (2001)
Resumo: Uma história de discriminação, mas também de alianças e, especialmente, de resistência dos populares é o objeto desta reflexão. O período abordado estende-se do alvorecer da República aos anos 1930, centrando o olhar sobre o Rio de Janeiro. Na Primeira República, a marca foi a intolerância frente às manifestações populares, o que não impediu que se estabelecessem contatos e alianças desses segmelHos com intelectuais, na contramão da corrente hegemônica. Com o modernismo, inicia-se uma nova fase que culmina com o período Vargas. Nele, valorizam-se tais manifestações, expressando, igualmente, interesses dos grupos no poder como dos populares. Assim, através da persistência e difusão de suas manifestações, além do seu entrelaçamento com aquelas dos demais segmentos, os populares deram a nota predominante à cultura da sociedade brasileira como um todo.
Abstract: A history of discrimination but also one of alliances and chieAy of the resistance of people is the purpose of this reflection. The period dealth with goes from the dawn of the Republic up to the 1930s, concentrating the attention in the ciry of Rio de Janeiro. During the rim Republic the cornmon attirude in respect to popular dernonstrations was of intolerance, that didn'r prevent rhe esrablishrnenr of contacts and alliances between tbe groups and intellecruals, in contrast with the hegemonic trend. Modernism started a new phase that culminated in rhe Vargas period. Such dernonstrarions were very mucb appreciated during this period, expressing also the interests of the groups in power and rhe popular ones alike. Hence, people by its persistance and the spread of its dernonstrations, ler alone with its entanglement in other groups' demonstrations, were of chief imporrance in brazilian culture as a whole.
Descrição: SOIHET, Rachel. Um debate sobre manifestações culturais populares no Brasil: dos primeiros anos da República aos anos 1930. Trajetos. Revista de História UFC, Fortaleza, v. 1, n. 1, p. 11-36, 2001.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16967
ISSN: 1676 - 3033
Aparece nas coleções:DHIS - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2001_art_soihetr.pdf11,08 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.