Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16978
Título: Balanço de nitrogênio, derivados de purina e perfil de ácidos graxos em ovinos santa inês castrados e não castrados com diferentes níveis de restrição alimentar
Título em inglês: Nitrogen balance, purine derivative and fatty acids profile in castrated and not castrated Santa Inês sheep with different levels of food restriction
Autor(es): Rocha Junior, José Nery
Orientador(es): Pereira, Elzânia Sales
Palavras-chave: Zootecnia
Cordeiro
Nutrição animal
Ovino
Lambs
Nutrition
Data do documento: 2015
Citação: ROCHA JUNIOR, J. N. (2015)
Resumo: Objetivou-se avaliar o efeito da restrição alimentar quantitativa e da classe sexual no balanço de nitrogênio, síntese e eficiência de proteína microbiana, por meio dos derivados de purina urinários, e perfil de ácidos graxos na carne de ovinos Santa Inês. Foram utilizados 30 ovinos machos com peso médio inicial de 13,00 ± 1,49 kg, em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 3x2, sendo três níveis alimentares (0, 30 e 60%) e duas classes sexuais (castrados e não castrados). Foi utilizado uma dieta única de relação volumoso:concentrado 60:40, utilizando feno de Tiffton-85 (Cynodon sp.) como volumoso. Não foram observados efeito de classe sexual e interações entre níveis de restrição alimentar e classe sexual. Constatou-se balanço de nitrogênio positivo em todos os níveis de restrição e menores relações N retido/N consumido e N retido/N absorvido no nível de 60%. Os derivados de purina, purinas totais e absorvidas, produção e eficiência de síntese de nitrogênio e proteína microbiana expressas em g/kgNDT, foram responsivas (P<0,05) aos níveis de restrição alimentar. Os níveis de restrição alimentar não alteram (P>0,05) as variáveis de ácido úrico (mg/kg0,75dia e mmol/kg0,75dia), as eficiências de nitrogênio e proteína microbiana (g/kgCHOT e g/kgMO), e as concentrações (mg/100g) dos ácidos graxos C15:0, C18:3n6, C18:2c12t10, C22:1n9, C24:1, além das relações AGPI:AGS, ω6:ω3, (C18:0+ C18:1): C16:0, o índice de trombogenicidade e atividade da ∆9-desaturase C16:0. Os lipídeos totais e os ácidos graxos C14:0, C16:0, C16:1n9c, C17:0, C17:1, C18:0, C18:1n9t, C18:1n9c, C18:2n6c, C18:3n3, C18:2c9t11 foram influenciados (P<0,05) pelos níveis de restrição alimentar, assim como as relações AGPI:AGMI, AGMI:AGS e a atividade da ∆9-desaturase C18:0. Concluí-se que a avaliação nutricional de ovinos Santa Inês em restrição alimentar, através do balanço de nitrogênio e da eficiência de síntese de proteína microbiana, indica melhor utilização de nutrientes, em especial no nível de 60%, e que a classe sexual não influencia nenhum dos parâmetros avaliados. Animais em restrição alimentar apresentam características desejáveis na qualidade de carne. Entretanto, a relação ω6:ω3 apresenta-se como fator indicativo para novos estudos que se objetivem elevar as concentrações de ácidos graxos ω3 em carnes de cordeiros Santa Inês em crescimento, para melhor valor nutricional dos produtos cárneos.
Abstract: To evaluate the effect of quantitative and sexual class food restriction on nitrogen balance, microbial protein synthesis and efficiency. This evaluation was made by purine urinary derivates and fat acid profile on Santa Inês sheep meat. 30 male ovine was used. They had an average initial weight of 13,00 ± 1,49 kg. Every animal was submited to a completely randomized design in a factorial 3x2, there were three dietary levels (0, 30 and 60%) and two sexual classes (castrated and not castrated). There was only one diet with forage:concentration 60:40, Tiffton-85 (Cynodon sp) hay was used as a forage. Any effect of sexual class or interaction between levels of food restriction and sexual class was observed. Was found a positive nitrogen balance on all levels of food restriction, a lower relation between N retained/N consumed and N retained/N absorbed on level of 60%. Those purine derivate, total purine, absorbed purine, production and efficiency of nitrogen synthesis and microbial protein expressed in g/kgNDT, were responsive (p<0,05) on levels of food restriction. There were no alteration on levels of food restriction (p>0,05) those variables uric acid (mg / mmol kg0,75dia and / kg0,75dia), nitrogen efficiencies and microbial protein (g/ g kg CHOT / gMO), and the concentrations (mg / 100g ) of fatty acids C15: 0, C18: 3n6, C18: 2c12t10, C22: 1n9, C24: 1, in addition to the PUFAs relationships: SFA ω6: ω3 (C18: 0+ C18: 1) C16: 0, thrombogenicity index and activity of Δ9-desaturase C16: 0. The total lipids and C14 fatty acids: 0, C16: 0, C16: 1n9c, C17: 0, C17: 1, C18: 0, C18: 1n9t, C18: 1n9c, C18: 2n6c, C18: 3n3, C18: 2c9t11 were influenced (P <0.05) by dietary restriction levels, as well as relations PUFA: MUFA, MUFA: SFA and the activity of Δ9-desaturase C18: 0. In conclusion, the nutritional evaluation of Santa Inês ovine in food restriction, based on nitrogen balance and efficiency of microbial protein synthesis, show that are a better utilization of nutrients specially on level of 60%, and the sexual class has no influence on every single evaluated parameter. Animals that are in food restriction have desirable characteristics on meat quality. However, the relation ω6: ω3 appears as indicative factor for further studies to objectify raise ω3 fatty acid concentrations in meat lambs Santa Inês growing, for better nutritional value of meat products.
Descrição: ROCHA JUNIOR, José Nery. Balanço de nitrogênio, derivados de purina e perfil de ácidos graxos em ovinos santa inês castrados e não castrados com diferentes níveis de restrição alimentar. 2015. 52 f. Dissertação (mestrado em zootecnia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/16978
Aparece nas coleções:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_dis_jnrochajunior.pdf1,24 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.