Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17100
Título: Abelha Plebeia cf. flavocincta como potencial polinizador do cacaueiro (Theobroma cacao L.) no semiárido brasileiro
Título em inglês: Bee Plebeia cf. flavocincta as potential pollinator of cocoa (Theobroma cacao L.) in brazilian semi-arid
Autor(es): Lemos, Camila Queiroz
Orientador(es): Freitas, Breno Magalhães
Palavras-chave: Zootecnia
Meliponineos
Abelha
Polinização por inseto
Cultivo
Cacau
Data do documento: 2014
Citação: LEMOS, C. Q. (2014)
Resumo: A cultura do cacaueiro tem sido levada para áreas mais secas para evitar doenças fúngicas como a vassoura de bruxa (Moniliophtora perniciosa), no entanto não se sabe como a cultura se comportaria nessas novas condições, inclusive a existência dos polinizadores naturais. Portante o presente trabalho pretende estudar a biologia floral, os visitantes florais e potenciais polinizadores do cacaueiro, bem como o uso de abelha Plebeia cf. flavocincta em cultivo de cacau no semiárido brasileiro. O trabalho foi realizado no período de outubro a dezembro de 2013 na Fazenda Frutacor, localizada no Perímetro Irrigado, do município de Russas em área do semiárido brasileiro no estado do Ceará. Nesse estudo foi selecionada a variedade do cacaueiro CA1. Os resultados obtidos em relação à biologia floral mostraram que a abertura das flores do cacaueiro ocorreu gradativamente apresentando 14 horas de duração, tendo início às 15:00 horas até as 5:00 horas da manhã do dia seguinte. As flores polinizadas apresentaram formação de fruto sete dias após abertura e as demais não polinizadas sofreram abscisão 36h após a antese. A variedade selecionada para estudo apresentou média de 859, 25 ± 206,86 inflorescências por planta e um total de 5654,58 botões florais e flores, sendo destes 87,99% de botões florais (4975,93 ± 1197,92) e 12,01% de flores (678,55 ± 34,09). Das flores encontradas, 85% eram flores novas e 15% velhas. A produção de frutos por planta foi estimada pela contagem do número total de frutos em cinco plantas apresentando uma média de 72,60 ± 34,09 por planta. Quanto ao requerimento de polinização verificou-se que apenas na polinização livre ocorreu a formação de frutos. Na avaliação da comunidade de insetos presentes na área de cultivo utilizando pratos armadilha (pan traps) foram coletados 292 indivíduos, distribuídos em quatro ordens: Diptera a mais abundante com 179 indivíduos (61,30%), seguida pela Hymenoptera (27,05%), Coleoptera (7,19%), Lepdoptera (2,39%) e outras (2,39%). No que se refere à utilização de abelhas Plebeia no cultivo de cacau, foi observado que a atividade de voo ocorreram com mais frequência no período matutino e no início da tarde, concentrando o pico de entrada e saída de abelhas nas colônias de 11:00 às 13:00 horas. O néctar/água foi o principal recurso coletado em quase que na totalidade das observações. Embora não tenham sido observadas as abelhas nas flores do cacaueiro, o pólen desta cultura foi encontrado nos potes de alimento e no corpo de campeiras, nas corbículas e cabeça, indicando que estas visitaram de forma efetiva as flores do cacaueiro.
Abstract: The culture of cocoa has been taken to drier areas to prevent fungal diseases such as “vassoura de bruxa” (Moniliophtora perniciosa), however it is not known how culture would behave in these new conditions, including the existence of natural pollinators. Therefore this study aims to study the floral biology, flower visitors and potential pollinators of cacao and the use of bee Plebeia cf. flavocincta in cocoa cultivation in the Brazilian semiarid region. The study was conducted from October to December of 2013 in the farm Frutacor, in the municipality of Russas - CE. This study has selected the variety of cacao CA1. The results obtained in relation to floral biology showed that the opening of the flowers of the cacao occurred gradually starting at 15h until 5 am the next day. Pollinated flowers presented fruit formation seven days after opening and the others not pollinated abscised 36h after anthesis. The range selected for study had an average of 859 ± 25 206.86 inflorescences per plant and a total of 5654.58 individuals (buds and flowers), with 87.99 % of flower buds (4975.93 ± 1197.92) and 12.01% of flowers (678.55 ± 34.09). Flowers found, 85 % were new and 15 % old. Fruit yield per plant was estimated by the total number of fruits count in five plants with a mean of 72.60 ± 34.09 per plant. About the application for pollination, it was found that only in the free one occurred fruit formation. In assessing the insect community present in the area of culture using pan traps were collected 292 individuals in four order: Diptera the most abundant with 179 individuals (61,30%), followed by Hymenoptera (27,05%), Coleoptera (7,19%), Lepdoptera (2,39%) and others (2,39%). As regards the use of bees Plebeia in cocoa growing, it was observed that the activity of flight occurred more frequently in the morning and early afternoon, focusing peak input and output in colonies of bees from 11:00 am to 13:00 pm. The nectar/water was the main resource gathered almost the whole of the observations. Although bees have not been observed in cocoa flowers, pollen culture found in food pots and in the body of foragers, pollen basket and head, indicated that they effectively visited the culture.
Descrição: LEMOS, Camila Queiroz. Abelha Plebeia cf. flavocincta como potencial polinizador do cacaueiro (Theobroma cacao L.) no semiárido brasileiro. 2014. 71 f. Dissertação (mestrado em zootecnia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17100
Aparece nas coleções:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_dis_cqlemos.pdf1,32 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.