Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17122
Título: Curva de desidratação e degradação in situ do feno de forrageiras nativas da caatinga cearense
Título em inglês: Curve of dehydration and degradation in situ of hay of native forages of caatinga pertaining to the state of Ceará
Autor(es): Araújo Filho, Jaime Miguel de
Orientador(es): Carneiro, Maria Socorro de Souza
Coorientador(es): Silva, Aderbal Marcos de Azevedo
Palavras-chave: ZOOTECNIA
Valor nutritivo
Conservação e semi-árido
Nutritional value
Conservation and semi-arid
Data do documento: 2008
Citação: ARAÚJO FILHO, J. M. (2008)
Resumo: O estudo do valor nutritivo de forrageiras nativas da caatinga é fundamental para a sustentabilidade de sistemas de produção no semi-árido, destacando-se o potencial forrageiro dessas espécies. Com a realização deste trabalho objetivou-se estimar o tempo de desidratação e o valor nutritivo dos fenos de marmeleiro (Croton sonderianus Muell.Arg.), mata-pasto (Senna obtusifolia), mororó (Bauhinia cheilantha Bong.) e sabiá (Mimosa caesalpiniifolia Benth) através da determinação da composição bromatológica e comportamento da degradação ruminal in situ. A confecção dos fenos foi realizada na Fazenda Experimental Vale do Curú, a análise bromatológica, no laboratório de Nutrição Animal da UFC e o ensaio de degradação in situ, no Setor de Caprinovinocultura do Centro de Saúde e Tecnologia Rural – CSTR, da UFCG. Para se determinar a curva de desidratação dos fenos foram coletadas amostras nos tempos 0, 4, 20 e 24 horas para o marmeleiro, 0, 2, 4, 6, 8, 22, 24 e 26 horas para o mata-pasto, 0, 2, 4 e 6 horas para o mororó e 0, 4, 6, 22 e 26 horas para o sabiá, seguindo delineamento inteiramente casualizado, onde cada tempo corresponde a um tratamento, com três repetições para cada amostra coletada nos diferentes tempos de desidratação específicos para cada espécie. Para a degradação in situ foi realizada a técnica de sacos de náilon, com incubação das amostras no rúmen de quatro caprinos machos com aproximadamente 30 kg de peso vivo, castrados, fistulados e cânulados, mantidos em baias individuais. Foi avaliado a degradação da PB, MS e FDN utilizando os tempos 0, 6, 12, 24, 48, 72 e 96 horas de incubação. Durante o processo de desidratação não houve alteração dos percentuais de PB e EE para os fenos avaliados, no entanto, foi observado uma redução dos percentuais de MM para o feno de mata-pasto e houve redução da FDN e FDA para as quatro espécies durante o processo de fenação. O tempo total de desidratação dos fenos foi de 24, 26, 6 e 26 horas para o marmeleiro, mata-pasto, mororó e sabiá, respectivamente, não havendo depreciação da qualidade do material durante o processo de fenação. Considerando a degradação ruminal, foi observada influência da fase fenológica do mata-pasto para as frações “a” e “I”, degradabilidade potencial (DP) e efetiva (DE) a 2, 5 e 8%/h da MS e frações “b” e “I” e degradabilidade potencial e efetiva a 2%/h da FDN. O feno de mata-pasto apresentou os maiores valores de DP e DE em relação aos demais fenos estudados. No entanto, o mororó e sabiá apresentaram boa DE da PB com 39,91 e 42,67%, respectivamente. O feno de marmeleiro apresentou os menores valores para DE em relação aos demais fenos estudados. Os percentuais de taninos totais demonstraram efeito inibidor da degradação dos fenos de marmeleiro, mororó e sabiá, no entanto, a influência dos compostos fenólicos na degradação dos princípios nutritivos das forrageiras nativas requer avaliação de técnicas mais sensíveis. De acordo com a composição bromatológica e cinética ruminal, as espécies forrageiras estudadas podem ser aproveitadas na forma de feno na alimentação de pequenos ruminantes.
Abstract: The study of the nutritional value of forage native of caatinga is crucial for the sustainability of production systems in semi-arid, highlighting the potential of forage species. With the realization of this study aimed to estimate the time of dehydration and nutritive value of hay, marmeleiro (Croton sonderianus Muell.Arg.), mata-pasto (Senna obtusifolia), mororó (Bauhinia cheilantha Bong.) e sabiá (Mimosa caesalpiniifolia Benth) by determining the chemical composition and behavior of rumen degradation in situ. The preparation of hay was held at the Curú Valley Experimental Farm, the chemical analysis in the laboratory of Animal Nutrition of the UFC and testing of degradation in situ, at Division of Caprinovinocultura of the Center for Health and Technology Rural - CHTR, UFCG. To determine the curve of dehydration of hay samples were collected in the time 0, 4, 20 and 24 hours for the quince, 0, 2, 4, 6, 8, 22,24 and 26 hours for the mata-pasto, 0, 2, 4 and 6 hours for the mororó and 0, 4, 6, 22 and 26 hours for the sabiá, following design entirely randomized, where each time is a treatment, with three repetitions for each sample collected in different times of specific dehydration for each species. For the degradation in situ was performed the technique of bags of nylon, with incubation of the samples in the rumen four of male goats with about 30 kg of weight , castrated, fistulated and canulados, kept in individual boxes.Was estimated the degradation of PB, MS and FDN at 0, 6, 12, 24, 48, 72 and 96 hours of hatching. During the process of dehydration there was no change in the percentage of PB and EE for hays assessed, however, was observed a reduction in the percentage of MM for the hay mata-pasto and reduction of the FDN and FDA for the four species during the process of haymaking. The total time of dehydration of hay was 24, 26, 6 and 26 hours for the marmeleiro, mata-pasto, mororó and sabiá, respectively, with no depreciation of the quality of the material during the haymaking. Considering the degradation rumen was observed influence of phenological stage of matá-pasto for the fractions "a" and "I", degradability potential (DP) and effective (DE) at 2, 5 and 8%/h and fractions of MS "b" and "I" and potential degradability and effective at 2%/h of the FDN. The hay of mata-pasto show higher for values DP and DE of what the other hays studied. However, the Sabiá and mororó showed good degradability effective of PB with 39.91 and 42.67% respectively. The hay of marmeleiro presented lowest values for DE, of what the other hays studied. The total tannins percentage demonstrated inhibitory effect degradation hay of marmeleiro, mororó and sabiá, however, the influence phenolic compounds in the degradation of the principles nutritious of fodder native requires evaluation of techniques more sensitive. According to the chemical composition and kinetic of rumen, the forage species studied can be exploited in the form of hay in the diet of small ruminants.
Descrição: ARAÚJO FILHO, Jaime Miguel de. Curva de desidratação e degradação in situ do feno de forrageiras nativas da caatinga cearense. 2008. 55 f. Dissertação (Mestrado em zootecnia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17122
Aparece nas coleções:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_dis_jmaraujofilho.pdf308,36 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.