Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17128
Título: Germinação e estabelecimento inicial de espécies congêneres de ambiente seco
Título em inglês: Germination and initial establishment of congeners species of dry environment
Autor(es): Albuquerque, André Cardoso
Orientador(es): Medeiros Filho, Sebastião
Palavras-chave: Ecologia
Diferenciação de nicho
Pulso de precipitação
Coexistência
Niche differentiation
Pulse precipitation
Data do documento: 2015
Citação: ALBUQUERQUE, A . C. (2015)
Resumo: Em condições abióticas severas, o filtro ambiental seleciona espécies filogeneticamente aparentadas. Essa tendência promove o problema de exclusão competitiva, sendo a diferenciação no nicho de regeneração um mecanismo para a coexistência. Existem estudos dos requerimentos de germinação e estabelecimento inicial de espécies herbáceas que indicam diferenças interespecíficas relacionadas à especialização a pulso ou interpulsos, contribuindo para a coexistência em comunidades vegetais de ambientes áridos e semiáridos. Porém existe uma falta de estudos buscando evidências para espécies lenhosas. Buscando preencher essa lacuna, investigamos diferenças em características de sementes, germinação e desenvolvimento inicial em duas espécies de Mimosa. Verificamos biometria e conteúdo de água nas sementes; germinação sob diferentes temperaturas; germinação sob diferentes graus de estresse hídrico; curva de embebição e desenvolvimento inicial sob tratamentos de luminosidade e irrigação. Mimosa casealpiniifolia Benth. apresentou características de interpulso na germinação e no desenvolvimento inicial, devido ao maior tamanho das sementes (maior quantidade de reservas); maior teor de água na semente; absorção conservadora de água na curva de embebição; resistência a estresse hídrico mais intenso e crescimento inicial melhor em tratamento hídrico de interpulso do que pulso. Mimosa tenuiflora Benth. apresentou características de especialização aos pulsos na germinação e no desenvolvimento inicial: pequena quantidade de reservas; baixo teor de umidade; rápida e maior absorção de água na curva de embebição; menor resistência ao estresse hídrico e crescimento inicial melhor em pulso do que interpulso. Concluímos que as espécies arbóreas congêneres estudadas divergem nas características das sementes e germinação; e apresentam respostas de desenvolvimento inicial distinta quanto aos tratamentos de pulso e interpulso, de forma que indica uma diferenciação de desempenho em diferentes momentos deste regime hídrico; que pode estar relacionada com a coexistência dessas espécies.
Abstract: In severe abiotic conditions, environmental filter selects phylogenetically related species. This trend promotes the problem of competitive exclusion, differentiation the regeneration niche for coexistence mechanism. There are studies of germination requirements and initial establishment of herbaceous species that indicate interspecific differences related to specialization pulse or interpulse, contributing to the coexistence in plant communities of arid and semi-arid environments. But there is a lack of studies seeking evidence for woody species. Seeking to fill the gap investigate differences in seed characteristics, germination and early development in two species of Mimosa. We found biometrics and water content in the seeds; germination under different temperatures; germination under different degrees of water stress; imbibition curve and initial development in lighting and irrigation treatments. Mimosa casealpiniifolia Benth. presented interpulse features on germination and early development, because of the higher seed size (larger amount of reserves); higher water content in the seed; Conservative soaking in water absorption curve; resistance to more intense water stress and better initial growth in water treatment interpulse than wrist. Mimosa tenuiflora Benth. showed characteristics of expertise to the wrists on germination and early development: small amount of reserves; low moisture content; rapid and greater water absorption in the imbibition curve; less resistance to water stress and better initial growth in pulse than interpulse. We conclude that the congeners studied tree species differ in the characteristics of seeds and germination; and have different initial responses and the development of treatments and interpulse pulse, so that indicates a performance difference in different moments of the water system; which can be related to the coexistence of these species.
Descrição: ALBUQUERQUE, André Cardoso. Germinação e estabelecimento inicial de espécies congêneres de ambiente seco. 2015. 34 f. Dissertação (Mestrado em ecologia e recursos naturais)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17128
Aparece nas coleções:DBIO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_dis_acalbuquerque.pdf935,03 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.