Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17136
Título: Relações ecológicas entre Melampus coffeus (Gastropoda: Pulmonata) e a serapilheira no médio estuário do rio Pacoti, Ceará
Título em inglês: Ecological relations between Melampus coffeus (Gastropoda: Pulmonata) and the leaflitter in the middle estuary of Pacoti river, Ceará
Autor(es): Tavares, Diva da Silva
Orientador(es): Cascon, Helena Matthews
Palavras-chave: Ecologia
Ellobiidae
Rhizophora mangle
Detritos
Macrodetritivoro
Ellobiidae
Data do documento: 2011
Citação: TAVARES, D. S. (2011)
Resumo: A serapilheira é essencial para a ciclagem de nutrientes e matéria orgânica em ecossistemas florestais. Esses detritos vegetais são fonte de alimento para diversos grupos de animais (os quais contribuem diretamente para a sua decomposição) e parecem favorecer a formação de microhabitats. Dessa forma, a presença desse material sobre o solo pode servir como refúgio para diversos organismos nos manguezais. O gastrópode Melampus coffeus (Linnaeus 1758) (Ellobiidae) é uma espécie comum em manguezais do Atlântico e se alimenta de folhas de mangue. Esses moluscos podem ser importantes componentes nas teias alimentares com base em detritos por, possivelmente, serem capazes de acelerar os processos de decomposição de tecidos vegetais senescentes de mangue e facilitarem seu consumo por outros organismos. Foi assumida a hipótese de que M. coffeus utiliza a serapilheira como fonte de alimento, e assim acelera sua decomposição, e como refúgio, de modo que sua distribuição espacial é afetada diretamente pela biomassa desses detritos vegetais. O objetivo geral do trabalho foi avaliar a distribuição espacial de M. coffeus em relação à biomassa de diferentes frações de serapilheira, além de avaliar o comportamento alimentar desses animais diante dessas estruturas vegetais. Para isso, foram realizadas coletas mensais, de janeiro a dezembro de 2010, de M. coffeus e de serapilheira em um bosque de franja dominado por R. mangle, localizado no médio estuário do rio Pacoti, Ceará. A distribuição espacial dos animais, quanto à densidade populacional e à altura da concha, foi avaliada em relação à biomassa de diferentes estruturas de R. mangle amostradas na serapilheira. Além disso, foram realizados experimentos em laboratório, para avaliar a preferência alimentar desses gastrópodes em relação a galhos, flores e folhas de R. mangle, e em campo, para verificar a importância desses invertebrados na decomposição das folhas de mangue presentes sobre o solo do bosque estudado. Os resultados indicaram que a presença de galhos na serapilheira favorece a ocupação por indivíduos de M. coffeus de menor tamanho, possivelmente por fornecer abrigo contra predadores e contra a dessecação, já que indivíduos menores tendem a ser mais suscetíveis a esses fatores. Contudo, esses animais parecem evitar tais estruturas como fonte de alimento e dão preferência a estruturas provavelmente mais palatáveis, como folhas e flores. Os resultados encontrados no experimento de campo indicaram que esses moluscos consomem tecidos foliares, sobretudo quando esses tecidos chegam a estágios mais avançados de decomposição. Assim, em virtude de sua abundância em áreas de mangue e de suas relações ecológicas com a serapilheira, essa espécie pode ser uma ferramenta de grande importância nos estudos de conservação, já que sua presença pode ser influenciada pela produção de serapilheira e, conseqüentemente pela estrutura do mangue, além de sua distribuição espacial ser potencialmente capaz de afetar outros grupos de organismos que possivelmente se relacionam na teia alimentar dos manguezais.
Abstract: The litter is essential for the nutrients and organic matter cycles in forests ecosystems. These vegetal detritus are a food source to many groups of animals that act directly on the litter decomposition. Litter also seems to provide microhabitats and works as a shelter for many individuals of the mangrove fauna. The gastropod Melampus coffeus (Linnaeus, 1758) (Ellobiidae) is a common snail in mangroves from the Atlantic and feed on mangrove leaves. These animals must be important components in detritus based food webs and may accelerate the detritus decompositions processes and also facilitate the mangrove litter consume by other organisms. It was hypothesized that these gastropods use mangrove litter as a food source, thus accelerating its decomposition, and as a refuge. So its spatial distribution may be directly affected by litter biomass accumulation. Therefore this research aimed to evaluate the M. coffeus spatial distribution related to biomasses of different mangrove litter fractions biomasses besides evaluate the feeding behavior of this specie when submitted to a diet based on different mangrove tissues. To test such hypothesis samples of M. coffeus and litter were procedure monthly through a year in a fringe mangrove forest in the middle estuary of Pacoti river, Ceará, northeast of Brazil. The population density and shell length of M. coffeus were recorded and compared to the biomasses of different Rhizophora mangle structures that were sampled during this research. In addition of it laboratory and field experiments were carried out to test, respectively, the feeding preference of M. coffeus to different R. mangle tissues (leaves, twigs and flowers) and to evaluate the importance of these snails on R. mangle leaves decomposition in the study area. The results indicated that the presence of twigs in the mangrove litter may favor the occupation by smaller individuals of these snails, probably because these structures may provide a shelter against predators attack and dissection. However M. coffeus seemed to avoid such vegetal tissues as source of food and prefers some more palatable tissues like leaves and flowers. Field experiment confirmed that these gastropods feed on leaves of R. mangle, especially when these tissues get into advanced decomposition stages. So, because of the abundance in mangrove areas and because its ecological relations with mangrove litter, M. coffeus might be an important tool to environmental conservation researches, as its presence may be influenced by the mangrove litter production and, for consequence, by mangrove forest structure. Moreover, M. coffeus spatial distribution is potentially capable to affect the distribution of others organisms that are probably elements of the mangrove detritus food web.
Descrição: TAVARES, Diva da Silva. Relações ecológicas entre Melampus coffeus (Gastropoda: Pulmonata) e a serapilheira no médio estuário do rio Pacoti, Ceará. 2011. 88 f. Dissertação (Mestrado em ecologia e recursos naturais)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17136
Aparece nas coleções:DBIO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_dis_dstavares.pdf1,6 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.