Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17142
Título: Anatomia ecológica foliar de espécies da caatinga
Título em inglês: Leaf anatomy of species of ecological caatinga
Autor(es): Barros, Ileane Oliveira
Orientador(es): Soares, Arlete Aparecida
Palavras-chave: Ecologia
Anatomia foliar
Xeromorfia
Grupos funcionais
Convergência
Leaf anatomy
Data do documento: 2010
Citação: BARROS, I. O. (2010)
Resumo: Em ambientes semiáridos a disponibilidade hídrica é o principal fator limitante para as espécies vegetais. Uma associação de características pode contribuir para a economia hídrica, entre elas as anatômicas. Os atributos anatômicos frequentemente relacionados com ambientes de restrição hídrica são denominados xeromorfos. As folhas são órgãos comumente expostos à incidência solar que apresentam grandes áreas de transpiração. Presume-se que as folhas das espécies da caatinga apresentem atributos morfológicos e anatômicos que lhes permitam suportar as condições de semiaridez do ambiente em que vivem. Desta maneira, foi realizada a coleta e processamento anatômico de acordo com técnicas usuais de folhas em treze espécies comuns na caatinga. As características xeromorfas observadas são possivelmente relacionadas com a economia hídrica. Foram distinguidos três grupos funcionais com relação a tais atributos. O primeiro (G1) composto por espécies caducifólias tardias com indumento denso. O segundo (G2) agrupa principalmente as caducifólias, e um elemento marcante foi a presença de mucilagem nas células epidérmicas. No terceiro (G3) estão as perenifólias e duas caducifólias tardias com folhas mais resistentes e cutícula espessa. Estes agrupamentos tiveram influência filogenética, entretanto algumas relações de proximidade não podem ser atribuídas unicamente ao parentesco. Isso pode indicar outras similaridades, provavelmente funcionais, com relação ao uso do principal fator limitante do semiárido nordestino: a água. As diversas maneiras de explorar um mesmo recurso sugerem diferenciação de nicho que origina os diferentes grupos, enquanto o compartilhamento de características pode refletir o número limitado de soluções adaptativas que direcionariam possíveis convergências responsáveis pelas características compartilhadas dentro de um grupo filogeneticamente distante.
Abstract: In semiarid environments water availability is a main limiting factor for plants. A combination of characteristics can contribute to saving water, including the anatomical ones. The anatomical attributes often associated with environments of water restriction are called xeromorphic. The leaves are organs commonly exposed to sunlight which have large areas of transpiration. It is assumed that the leaves of species in the caatinga exhibit some morphological and anatomical attributes that enable them to withstand the conditions of semiarid environment in which they live. Thus, we performed anatomical collection and processing according to standard techniques in thirteen leaves of species common in the caatinga. Xeromorphic characteristics observed are possibly related to water economy. Three functional groups were distinguished with respect to such attributes. The first (G1), consists of deciduous species with dense indument. The second (G2), consists mainly deciduous, and a distinctive feature is mucilage in the epidermal cells. In the third (G3) are two deciduous and three evergreen with tougher leaves and thick cuticle. These groups have phylogenetic influence, though some close relationships can not be attributed just to kinship, indicating other similarities, probably functional, with respect to the use of the main limiting factor in semiarid environments: water. The various ways of exploiting the same resource suggest niche differentiation, resulting in the different groups, while sharing characteristics may reflect the limited number of adaptive solutions that direct possible convergences responsible for characteristics shared within a group phylogenetically distant.
Descrição: BARROS, Ileane Oliveira. Anatomia ecológica foliar de espécies da caatinga. 2010. 70 f. Dissertação (Mestrado em ecologia e recursos naturais)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17142
Aparece nas coleções:DBIO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_iobarros.pdf13,96 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.