Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1718
Título: Avaliação in vitro dos mecanismos imunossupressores induzidos por leishmania amazonensis na resposta imune de indivíduos sadios
Título em inglês: In vitro evaluation of the mechanisms of transitory immunosuppression induced by L. amazonensis in healthy individuals low producers of IFN-gamma
Autor(es): Coêlho, Zirlane Castelo Branco
Orientador(es): Pompeu, Margarida Maria de Lima
Palavras-chave: Leishmaniose
Tolerância Imunológica
Data do documento: 2004
Citação: COÊLHO, Z. C. B. (2004)
Resumo: Estudos anteriores mostraram que indivíduos expostos à Leishmania amazonensis apresentam resposta diferenciada em relação à produção de IFNγ. Aqueles com baixa produção geram uma resposta Th2 e os que apresentam alta produção desta citocina, desde as primeiras horas de infecção, uma resposta Th1. Com o objetivo de avaliar o mecanismo de supressão induzido por L. amazonensis, foi determinado o perfil e a cinética da expressão de quimiocinas e receptores de quimiocinas, como também de citocinas em culturas de células mononucleadas do sangue periférico de indivíduos sadios, estimuladas com promastigotas vivas de L. amazonensis. A análise semiquantitativa da expressão de RNAm das quimiocinas e seus receptores, através de RT-PCR, e a quantificação das citocinas foi determinada por ELISA, após 12 horas, 48 horas e 120 horas de infecção. Verificaram-se dois padrões de resposta em relação à secreção de IFNγ. Indivíduos com produção superior a 145,8 pg/mL foram classificados como alto respondedor (AR) e aqueles com produção inferior, como baixo respondedor (BR). Observou-se no grupo AR o desenvolvimento de uma resposta mista, com predomínio de Th1. Esta resposta está associada à expressão de quantidades relevantes de MIP-1α (CCL3), RANTES (CCL5), MCP-1(CCL2), IP-10 (CXCL10), IL-8 (CXCL8), CCR1, CCR2 e CXCR3 em 12 e 48 horas de infecção. IL-12, IL-13 e IL-10 foram observadas em altas concentrações. Em relação ao grupo BR, observou-se diminuição da expressão de MIP-1α (CCL3), RANTES (CCL5), MCP-1(CCL2), I-309 (CCL1), CCR2, CXCR3 e CCR5 durante todo o período avaliado e de IP-10 (CXCL10) nas primeiras 48h de infecção. IL-10 e IL-13 encontravam-se em elevadas concentrações desde 12h, tendo um pico de produção com 48h de infecção. Os resultados sugerem que após 48 horas de exposição é o momento em que há diferenciação na expressão das moléculas. IL-10 e IL-13 parecem ter papel relevante na modulação da supressão de INFγ induzida nos BR por L. amazonensis.
Abstract: Previous studies have shown that individuals exposed to Leishmania amazonensis respond differentially with regard to interferon gamma (IFN)_ production. Individuals who have a low production of IFN_ develop a Th2 response, while those who produce high amounts of this cytokine during the early stages of infection show the Th1 response. In order to evaluate the mechanism of suppression induced by L. amazonensis, the profile and kinetics of chemokines and theirs receptors were determined, as also the cytokines in the cultures of peripheral blood mononuclear cells (PBMC) from healthy individuals, stimulated with live promastigotes of L. amazonensis. A semiquantitative analysis of mRNA expression for the chemokines and their receptor was performed by RT-PCR, and the cytokines were quantified by ELISA, at 12, 48 and 120 hours after infection. The two patterns of IFN_ response were studied. Individuals with a production higher than 145,8 pg/mL were classified as high responders (HR), and those with lower levels of production were considered as low responders (LR). Individuals in the HR group developed a mixed response, with a predominance of Th1, which was associated with the expression of relevant quantities of MIP-1_, RANTES, MCP-1, IP-10, IL-8, CCR1, CCR2 and CXCR3, within 12 and 48 hours after infection. IL-12, IL-13 and IL-10 were observed in significant quantities. In the LR group, the suppression of expression of MIP-1_, RANTES, MCP-1, I-309, CCR2, CXCR3 and CCR5 during the entire period of study, and that of IP-10 during the first 48 hours of infection, was observed. IL-10 and IL-13 were found in elevated concentrations from 12 hours of infection onwards, with a peak production at 48 hours. These results suggest that the pattern of response apparently is defined around 48 hours of infection. IL-10 and IL-13 appear to exercise a relevant role in the modulation of suppression of IFN_, induced in the LR group by L. amazonensis.
Descrição: COÊLHO, Zirlane Castelo Branco. Avaliação in vitro dos mecanismos imunossupressores induzidos por leishmania amazonensis na resposta imune de indivíduos sadios. 2004. 75 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2004.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1718
Aparece nas coleções:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2004_dis_zcbcoelho.pdf305,54 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.