Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17198
Título: Resenha de Discurso da dissidência
Autor(es): TUPINAMBÁ, Antonio Caubi Ribeiro
Palavras-chave: Noam CHOMSKY
Linguística
Política
Data do documento: 2002
Editor: Trajetos Revista de História UFC
Citação: TUPINAMBÁ, A. C. R. (2002)
Resumo: Talvez Chomsky seja mais lembrado por sua rica produção acadêmica na área da lingüística. Lecionando esta disciplina no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (EUA), desde 1955, tornou-se seguramente uma das maiores expressões no campo da lingüística. Hoje, através de seus inúmeros discursos políticos se credencia como uma das mais importantes vozes contra o establishment. Trata-se, portanto, de um especialista no estudo da linguagem com reconhecimento internacional que ora contribui, com seus escritos e palestras, para diminuir as injustiças sociais através de contundentes análises sobre a conjuntura mundial, particularmente sobre as conseqüências das políticas externas estadunidense e européia. Levando-se em conta o alcance que têm seus estudos face à problemática política atual, pode-se dizer que é um autor relativamente pouco conhecido do grande público e, no caso brasileiro, também do público intelectual. Tendo em vista o seu indiscutível comprometimento em todas as situações que envolvem disputas internacionais e também a competência em tratar temas contemporâneos, mereceria maior atenção destes diferentes públicos.
Descrição: CHOMSKY, Noam. Discurso da dissidência. Lisboa: Edições Dinossauro, 2000. Resenha de: TUPINAMBÁ, Antonio Caubi Ribeiro. Resenha. Trajetos. Revista de História UFC, Fortaleza, v. 1, n. 2, p. 199-202, 2002.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17198
ISSN: 1676-3033
Aparece nas coleções:DHIS - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2002_art_acrtupinamba.pdf1,42 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.