Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17226
Título: Desenvolvimento e aplicação de teste de toxicidade aguda utilizando como organismo-teste Daphnia magna
Título em inglês: Development and acute toxicity test application using as daphnia magna test organism
Autor(es): Monteiro, Suianne Priscilla Passos Barbosa
Orientador(es): Santos, André Bezerra dos
Palavras-chave: Saneamento
Toxicidade
Esgotos
Águas residuais
Toxicologia ambiental
Data do documento: 21-Dez-2009
Citação: MONTEIRO, S. P. P. B. (2009)
Resumo: No estado do Ceará, não se tem conhecimento da aplicação de testes de toxicidade, quer com esgoto sanitário, quer com esgoto industrial. Assim, o presente trabalho objetivou implantar o cultivo e o teste de toxicidade aguda com o organismo-teste Daphnia magna no Laboratório de Saneamento (LABOSAN) da Universidade Federal do Ceará (UFC), conforme Norma Brasileira 12713/2004. Com base nas recomendações desta norma, conseguiuse cultivar e realizar ensaios de sensibilidade e testes de toxicidade com D. magna em efluentes domésticos e industriais. Devido à quantidade insuficiente de neonatos gerados no início do cultivo, elaborou-se curva de crescimento das algas que foram utilizadas como alimento: Pseudokirchneriella subcaptata (ex- Selenastrum capricornutum), Scenedesmus subspicatus e Spirulina platensis, fundamentais para o estudo sobre a reprodução de D. magna, quando submetida a três diferentes dietas. Neste estudo foi observado que a quantidade de alimento influenciou diretamente na reprodução de D. magna. Tanto a P. subcaptata, quanto a S. subspicatus (algas indicadas pela NBR 12713/2004) se mostraram adequadas na alimentação de D. magna na concentração de 6,5E+06 céls./mL.Daphnia . Também comprovou-se que a S. platensis não é tão adequada para a alimentação de D. magna quanto as indicadas pela Norma Brasileira. A carta controle foi elaborada e o valor de CE 5024h médio obtido foi comparado com valores reportados na literatura, comprovando que a carta poderia ser utilizada e que os organismos do cultivo estiveram dentro do intervalo de segurança no período dos testes. Os resultados dos testes de toxicidade com o efluente real contendo corantes revelaram que o sistema anaeróbio, além de reduzir cor e DQO, contribuiu para a detoxificação do efluente e que o pós-tratamento aeróbio aumentou a toxicidade. Por fim, os testes de toxicidade com esgoto têxtil mostraram-se ser uma ferramenta imprescindível na avaliação de subprodutos gerados em condições anaeróbias e aeróbias, melhorando o entendimento dos processos de tratamento
Abstract: In the Ceará state, as far as we know, toxicity tests were never conducted before, either with sewage or industrial wastewater. Thus the present work aimed to implement the cultivation and application of acute toxicity tests with Daphnia magna as test-organism in the Laboratory of Sanitation (LABOSAN) of the Federal University of Ceará (UFC), according to the Brazilian guideline NBR 12713/2004. Based on the recommendations of this guideline, it was possible to cultivate and conduct sensibility experiments and toxicity tests with D. magna with both sewage and industrial wastewaters. Because the amount of neonates in the beginning of cultivation was not enough, a growth curve was developed for each of the algae used to feed D. magna: Pseudokirchneriella subcaptata (ex- Selenastrum capricornutum), Scenedesmus subspicatus and Spirulina platensis, They were tested with three different diets. In this study the amount of food influenced directly D. magna reproduction. Both P. subcaptata and S. subspicatus (algae suggested in the NBR 12713/2004) showed to be a good food source to D. magna when the concentration was 6,5E+06 cels./mL.Daphnia. It was also verified that S. platensis was not good to feed D. magna compared to the other algae tested and reported in the guideline. The sensibility letter was created and the EC 5024h average achieved was comparable to the values reported in literature, which confirm that the letter could be used and the cultivation organisms were in the security interval of the test period. The toxicity test results using real dye-containing wastewater showed that the anaerobic system decrease color and COD and helped to detoxify the effluent. The aerobic post-treatment increased the toxicity. Finally, the ecotoxicity tests with textile wastewater showed to be an important tool to assess sub-products generated on anaerobic and aerobic conditions, therefore improving the process treatment understanding
Descrição: MONTEIRO, S. P. P. B. Desenvolvimento e aplicação de teste de toxicidade aguda utilizando como organismo-teste Daphnia magna. 2009. 81 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil: Saneamento Ambiental) – Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17226
Aparece nas coleções:DEHA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_dis_sppbmonteiro.pdf1,61 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.