Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17239
Título: A percepção de práticas de responsabilidade social e valores éticos corporativos no comprometimento organizacional e satisfação no trabalho em uma instituição bancária
Autor(es): Penha, Emanuel Dheison dos Santos
Orientador(es): Rebouças, Sílvia Maria Dias Pedro
Palavras-chave: Responsabilidade social da empresa
Compromisso organizacional
Satisfação no trabalho
Data do documento: 2015
Citação: PENHA, E. D. S. (2015)
Resumo: Este estudo tem por objetivo analisar a influência da percepção de Práticas de Responsabilidade Social Corporativa (PRSC) e dos Valores Éticos Coorporativos (VEC) na Satisfação no Trabalho (ST) e no Comprometimento Organizacional (CO) de funcionários de uma instituição financeira, instaladas no estado do Ceará. A pesquisa teve como objetivos específicos investigar a influência dos valores éticos corporativos na satisfação no trabalho; verificar a influência dos valores éticos corporativos no comprometimento organizacional; avaliar a influência dos valores éticos corporativos na percepção de práticas de Responsabilidade Social Corporativa (RSC); investigar a influência da percepção de práticas de RSC na satisfação no trabalho; verificar a influência da percepção de práticas de RSC no comprometimento organizacional; avaliar o relacionamento entre a satisfação no trabalho e o comprometimento organizacional; avaliar a influência das variáveis sociodemográficas na percepção de práticas de responsabilidade social corporativa, no comprometimento organizacional, na percepção de valores éticos corporativos e na satisfação no trabalho. A pesquisa é de natureza quantitativa, realizada por meio de um estudo de caso. Recorreu-se a análise fatorial exploratória e confirmatória para a validação das escalas, ao modelo de equações estruturais para a confirmação das hipóteses e de técnicas uni e multivariadas para a verificação do efeito das variáveis sociodemográficas nos construtos. As hipóteses da pesquisa estudos são: os valores éticos corporativos influenciam positivamente a satisfação do trabalho; os valores éticos corporativos influenciam positivamente o comprometimento organizacional; os valores éticos corporativos influenciam positivamente na percepção de práticas de responsabilidade social corporativa dos funcionários; a percepção de RSC influencia positivamente na satisfação no trabalho; a percepção de práticas de responsabilidade social corporativa influencia positivamente o Comprometimento Organizacional; existe uma correlação positiva entre satisfação no trabalho e Comprometimento Organizacional; e funcionários voluntários têm maiores níveis de satisfação no trabalho, percepção de práticas de responsabilidade social Corporativa e Comprometimento Organizacional. Os resultados revelam que a adesão da empresa ao comportamento ético e socialmente responsável afeta positivamente a satisfação no trabalho e o comprometimento organizacional dos funcionários. Logo, os investimentos de empresas que querem manter seus funcionários comprometidos e satisfeitos, devem dar importância à elaboração e disseminação efetiva de um código de ética, bem como à adesão de práticas de RSC. Outro ponto evidenciado, foi que funcionários participantes de algum programa de voluntariado do banco têm melhores índices de PRSC, CO e ST. Por conseguinte, desenvolver, disseminar e pôr em pratica programas de voluntariado na organização podem gerar vantagem competitiva na empresa, pois ajudam a manter talentos. Também foi verificado que os VEC antecedem a PRSC; que a PRSC afeta positivamente o CO e a ST dos respondentes. Portanto, para seus funcionários, a aparência de empresa socialmente responsável passa pela percepção de empresa ser ética. Os resultados também evidenciaram que funcionários que ocupavam cargos mais altos apresentaram índices médios de percepção maiores para os quatro construtos estudados, sendo o cargo a variável sociodemográfica que mais influenciou os índices de percepção. Como limitações da pesquisa, tem-se a não representatividade da amostra, a presença de muitos outliers, a aplicação do questionário diretamente na organização e o fato de o modelo de equações estruturais não pode assegurar uma relação de causa e efeito. Para pesquisas futuras, sugere-se replicar o estudo em uma população maior, a nível nacional, em uma amostra probabilística em uma abordagem de métodos mistos.
Abstract: This study aims to analyze the influence of the perception of Practice for Corporate Social Responsibility (PCSR) and Ethical Values Corporative (EVC) on Job Satisfaction (JS) and Organizational Commitment (OC) of employees of a financial institution, installed on state of Ceará. The research had the following objectives to investigate the influence of corporate ethical values in job satisfaction; check the influence of corporate ethical values in organizational commitment; evaluate the influence of corporate ethical values in the perception of Corporate Social Responsibility Practices (CSR); investigate the influence of the perception of CSR practices in job satisfaction; check the influence of the perception of CSR practices in organizational commitment; evaluate the relationship between job satisfaction and organizational commitment; assess the influence of sociodemographic variables in the perception of corporate social responsibility practices in organizational commitment, the perception of corporate ethical values and job satisfaction. The research is quantitative held by a case study. Appealed to the exploratory and confirmatory factor analysis to validate the scales, the structural equation model for confirming the assumptions and techniques univariate and multivariate to verify the effect of sociodemographic variables in the constructs. The hypotheses of the research studies are: corporate ethical values positively influence job satisfaction; corporate ethical values positively influence organizational commitment; corporate ethical values positively influence the perception of corporate social responsibility practices of employees; the perception of CSR positively influences job satisfaction; the perception of corporate social responsibility practices positively influence the organizational commitment; there is a positive correlation between job satisfaction and organizational commitment; employees and volunteers have higher satisfaction levels at work, perception of social responsibility practices Corporate and Organizational Commitment. The results show that the accession of the company to ethical and socially responsible behavior positively affects job satisfaction and organizational commitment of employees. Logo, business investments that want to keep their committed and satisfied employees, should attach importance to the development and effective dissemination of a code of ethics, as well as the accession of CSR practices. Another point highlighted was that participating employees of any bank volunteer program have better rates of PRSC, CO and ST. Therefore, develop, disseminate and put into practice volunteer programs in the organization can generate competitive advantage in business because they help retain talent. It was also found that VEC prior to PRSC; the PRSC positively affect the CO and ST of respondents. So, for your employees, socially responsible company appearance passes by the realization company is ethical. The results also show that employees who occupy higher positions had average rates of greater awareness for the four constructs, and the charge of socio-demographic variable that most influenced the perception indices. The limitations of the research, it has not representativeness of the sample, the presence of many outliers, the questionnaire directly in the organization and the fact that the structural equation model can’t ensure a relationship of cause and effect. For future research, it is suggested to replicate the study in a larger population at national level, in a probabilistic sample in an approach of mixed methods.
Descrição: PENHA, Emanuel Dheison dos Santos. A percepção de práticas de responsabilidade social e valores éticos corporativos no comprometimento organizacional e satisfação no trabalho em uma instituição bancária. 2015. 157 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Administração e Controladoria, Fortaleza-CE, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17239
Aparece nas coleções:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_dis_edspenha.pdf4,68 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.