Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17247
Título: Avaliação dos efeitos do exercício físico na lesão estriatal unilateral por 6-ohda em ratos
Título em inglês: Assessment of the effects of physical exercise in unilateral striatal lesion by 6-OHDA in rats
Autor(es): Costa, Roberta Oliveira da
Orientador(es): Viana, Glauce Socorro de Barros
Palavras-chave: Doença de Parkinson
Exercício
Neuroproteção
Estresse Oxidativo
Oxidopamina
Data do documento: 19-Fev-2016
Citação: COSTA, R. O. ; VIANA, G. S. B. (2016)
Resumo: A doença de Parkinson (DP) é uma desordem neurodegenerativa ocasionada pela perda de células dopaminérgicas na via nigroestriatal, com uma correspondente redução no conteúdo de dopamina (DA) no corpo estriado. Neste cenário, o presente estudo teve como objetivo avaliar os efeitos do exercício físico na lesão estriatal unilateral por 6-OHDA. Para este fim, foram utilizados ratos machos Wistar distribuídos em 4 grupos: falso operado (FO) sem exercício (S/E), falso operado (FO) com exercício (C/E), 6-OHDA sem exercício (S/E), 6-OHDA com exercícios (C/E), que receberam injeções de 6-OHDA (12 μg/2μl) ou solução salina (FO), no estriado direito através de cirurgia estereotáxica. O protocolo de exercício foi realizado durante 14 dias, por 30 min em esteira, com velocidade de 20 cm/s iniciando-se 24h após o procedimento cirúrgico. Em seguida, os animais foram submetidos aos testes comportamentais e eutanasiados, as áreas cerebrais (córtex pré-frontal (CPF), hipocampo (HP) e corpo estriado (CE) utilizados para determinações neuroquímicas e imunohistoquímicas. Os dados foram analisados por ANOVA (Newman-Keuls) e considerada significativo valores de p <0,05. Os resultados evidenciaram que o exercício físico promoveu uma diminuição significativa no número de rotações contralaterais induzidas pela apomorfina, assim como uma melhora do desempenho motor, aumento da atividade exploratória horizontal, rearing e diminuição do número de grooming, no teste de campo aberto. O exercício também reverteu os deficits de memória, quando desafiados no teste Y-maze, e reconhecimento de objeto. As concentrações de dopamina (DA) e metabólito diminuíram no corpo estriado dos grupos lesionado. Este efeito foi, em parte, revertido pelo exercício. Quanto ao estresse oxidativo, o exercício promoveu uma redução nos conteúdos de malonodialdeído (MDA) e na produção de nitrito/nitrato. O exercício aumentou as concentrações de fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF) nos grupos com exercício, quando relacionados aos grupos sem exercício. A imunorreatividade para tirosina hidroxilase (TH) e transportador de dopamina (DAT) reduziram-se, de modo significativo, no grupo 6-OHDA, com relação aos lesionados e submetidos ao exercício. Em conjunto, os resultados do presente estudo indicam o potencial do exercício físico como um agente modificador da DP, sendo capaz de aliviar os prejuízos motores e cognitivos em animais submetidos ao modelo experimental da DP. O exercício físico atenuou a diminuição das concentrações de DA no estriado e aumentou significativamente as concentrações de BDNF, além de diminuir significativamente o estresse oxidativo, podendo contribuir assim, como ferramenta não farmacológica, na prevenção sendo capaz de atenuar os sintomas da DP.
Abstract: Parkinson's disease (PD) is a neurodegenerative disorder caused by the loss of dopaminergic cells in the nigrostriatal tract, with a corresponding reduction in the contents of dopamine (DA) in the striatum. In this scenario, the present study aimed to evaluate the beneficial effects of exercise on unilateral striatal lesion with 6-OHDA. For this, we used male Wistar rats (200-250 g) divided into 4 groups: FO (without exercise), FO (with exercise), 6-OHDA (without exercise), 6-OHDA (with exercise), who received injections 6-OHDA (12 ug / 2μl) or saline (FO) in the right striatum by stereotactic surgery. The exercise was performed for 14 days, for 30 minutes at a speed of 20 cm / second beginning 24 hours after the surgical procedure. Then the animals were submitted to behavioral tests and, after that, they were euthanized and the areas of the brain (prefrontal cortex, hippocampus and striatum) were used for immunohistochemistry and neurochemical measurements. Data were analyzed by ANOVA and Tukey test (post hoc test) and considered significant at p <0.05. The results showed that physical exercise promotes a significant decrease in the number of contralateral rotations induced by apomorphine as well as an improved engine performance, increased horizontal exploratory activity and rearing and decreased grooming number in the open field test. We also observed a reversal of memory deficits when challenged in the Y-maze and object recognition. The levels of dopamine (DA) and metabolites decreased in the striatum of the injured group and this effect was partially reversed by exercise. The results of oxidative stress showed that exercise promoted a reduction in the MDA content and production of nitrite/nitrate. Exercise increased BDNF level when related to the non-exercise group. The immunoreactivity for tyrosine hydroxylase (TH) had a significant reduction on the right (lesioned) side of striatum in the 6-OHDA group when compared to the lesioned and subjected to exercise group. Taken together, the results of this study indicate the potential of physical exercise as a DP modifier, being able to relieve the motor and cognitive deficits in animals submitted to the experimental model of PD by reducing DA depletion in the striatum, significantly increasing BDNF levels, reducing oxidative stress, providing neuroprotection and, thus, contributing to the prevention and treatment as a pharmacological tool that can alleviate the symptoms of PD.
Descrição: COSTA, R. O. C. Avaliação dos efeitos do exercício físico na lesão estriatal unilateral por 6-ohda em ratos. 2016. 152 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Morfofuncionais) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17247
Aparece nas coleções:DMO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_rocosta.pdf3,69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.