Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1728
Título: Investigação dos fatores de risco para diabetes Mellitus tipo 2 em adolescentes escolares de Fortaleza- CE
Título em inglês: Investigation of risk factors for type 2 mellitus diabetes in school adolescents from Fortaleza-CE
Autor(es): Silva, Ana Roberta Vilarouca da
Orientador(es): Damasceno, Marta Maria Coelho
Palavras-chave: Fatores de Risco
Saúde do Adolescente
Data do documento: 2006
Citação: SILVA, A. R. V. (2006)
Resumo: A prevalência do diabetes mellitus tipo 2 (DM2) tem aumentado em todo mundo, sobretudo em crianças e adolescentes. Objetivou-se investigar a prevalência dos fatores de risco para DM2 em adolescentes de escolas públicas da rede estadual na cidade de Fortaleza-CE. Realizou-se, de fevereiro a março/2006, um estudo transversal com 720 sujeitos de ambos os sexos com idades entre 14 e 19 anos, matriculados em doze escolas estaduais. Utilizou-se um formulário para registrar dados de identificação, características sociodemográficas, hábitos alimentares, prática de atividade física e de lazer, além de mensuração do peso, altura, glicemia capilar e pressão arterial. Os resultados evidenciaram que 59,3% eram meninas, 10,3% tinham sobrepeso, 2,6% obesidade, 75,3% sedentarismo, 91,1% possuíam renda familiar não superior a 3 salários mínimos, 8,3% apresentaram glicemia capilar com valores duvidosos e 42,1% níveis de pressão arterial elevados. O consumo alimentar de quatro ou mais vezes por semana foi estatisticamente significante em arroz (95,8%; p=0,0001), pão (85,8%; p= 0,0001), feijão (75%; p= 0,0001) e carne (60,6%; p= 0,0001); além disso, 92,7% faziam de três a seis refeições diárias. Da amostra que afirmou ter familiares com diabetes, 13,6% mencionaram os pais como portadores da doença diabetes. As mulheres praticavam menos atividade física do que os homens (p= 0,000) e apresentaram maior percentual de glicemia duvidosa (p=0,004), porém tiveram menor número relativo de pressão arterial elevada (p=0,000); em relação a sobrepeso/obesidade, não houve associação estatisticamente significante com sexo (p=0,840). O sobrepeso foi maior na faixa etária de 14-15 anos (11,1%, p=0,003) e a obesidade na de 16-17 anos (3,3%, p=0,003). Já o sedentarismo também foi maior na faixa etária de 16-17 anos (80,8%, p=0,049). Conforme observado, a glicemia capilar não esteve associada de forma estatisticamente significante com a idade (p= 0,453%). A associação dos fatores de risco para DM2 (excesso de peso, sedentarismo, glicemia capilar e níveis pressóricos elevados) foi mais encontrada em meninas e nas idades de 16-17 anos.
Abstract: The prevalence of type 2 mellitus diabetes has increased worldwide, mostly in children and adolescents. The objective was investigating the prevalence of risk factors for type 2 mellitus diabetes in adolescents from public state schools in the city of Fortaleza-Ce. From February to March, 2006 a transversal study was carried through with 720 individuals from both genders between the ages of 14 and 19, enrolled in twelve state schools. A form was used to record identification data, socio-demographical features, food habits, physical activity and leisure practice, in addition to the measurement of weight, height, capillary glucose and arterial pressure. Results highlighted that 59.3% were girls, 10.3% were overweight, 2.6% were obese, 75.3% were sedentary, 91.1% had a family income not higher than 3 minimum wages, 8.3% presented capillary glucose with doubtful rates and 42.1% elevated arterial pressure levels. Food consumption of four or more times a week was statistically significant in rice (95.8%; p=0.0001), bread (85.8%; p= 0.0001), beans (75%; p= 0.0001) and meat (60.6%; p= 0.0001); besides that, 92.7% had from three to six meals a day. From the sample stating there was diabetes in the family, 13.6% mentioned the parents as diabetes carriers. Women practiced less physical activity than men (p= 0.000) and presented a higher percentage of doubtful glucose (p=0.004), but they had a smaller relative number of elevated arterial pressure (p=0.000); regarding overweight / obesity there was a statistically significant association with gender (p=0.840). Overweight was higher between the ages of 14 to 15 (11.1%, p=0.003) and obesity between the ages of 16 to 17(3.3%, p=0.003). Whereas sedentariness was also higher between the ages of 16 to 17 (80.8%, p=0.049). As observed, capillary glucose had no association in a statistically significant manner, with age (p= 0.453%). The risk factors association for type 2 mellitus diabetes (overweight, sedentariness, capillary glucose and elevated pressure levels) was mostly found in girls between the ages of 16 to 17.
Descrição: SILVA, Ana Roberta Vilarouca da. Investigação dos fatores de risco para diabetes Mellitus tipo 2 em adolescentes escolares de Fortaleza-CE. 2006. 99 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2006.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1728
Aparece nas coleções:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_dis_arvsilva.pdf576,81 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.