Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17303
Título: Nursing diagnoses in women deprived of freedom
Autor(es): Ferreira, Izabelle de Freitas
Guedes, Tatiane Gomes
Morais, Sheila Coelho Ramalho Vasconcelos
Vieira, José Cristovam Martins
Mello, Marcelle Guimarães de
Linhares, Francisca Márcia Pereira
Palavras-chave: Diagnóstico de Enfermagem
Saúde da Mulher
Data do documento: Mar-2016
Editor: Rev Rene
Citação: FERREIRA, I.F. ; GUEDES, T. G. ; MORAIS, S. C. R. V. ; VIEIRA, J. C. M. ; MELLO, M. G. ; LINHARES, F. M. P. (2016)
Resumo: Objetivo: analisar o perfil dos diagnósticos de enfermagem de mulheres privadas de liberdade, utilizando a Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem ® versão 1.0. Métodos: estudo descritivo, realizado com 186 mulheres privadas de liberdade. Os Diagnósticos de Enfermagem foram inferidos baseados nos dados clínicos das participantes, coletados por meio de um formulário estruturado e no raciocínio clínico. Resultados: foram identificadas 44 declarações diagnósticas de enfermagem, entre as mais frequentes: Risco de infecção (70,9%); Ingestão de líquidos, diminuída (61,2%); Sono, prejudicado (60,7%); Abuso de fumo, iniciado (51,6%); Comportamento de busca de saúde, comprometido (50,0%). Conclusão: os diagnósticos estão relacionados a fatores que comprometem a saúde biopsicossocial. O enfermeiro, membro da equipe de saúde no cenário prisional, deve reconhecer e avaliar as necessidades individuais e coletivas de mulheres privadas de liberdade. A inferência dos diagnósticos de enfermagem, pautada no raciocínio clínico, contribui com o cuidado humanizado, empático e diferenciado.
Abstract: Objective : to analyze the nursing diagnoses profile of women deprived of freedom, using the International Classification for Nursing® Practice version 1.0. Methods : a descriptive study, conducted with 186 women deprived of freedom. Nursing Diagnoses were extrapolated based on the clinical data of the participants, collected through a structured form and clinical reasoning. Results : there were 44 nursing diagnostic statements, among the most common, there were: infection risk (70.9%); fluid intake, decreased (61.2%); Sleep, impaired (60.7%); tobacco abuse, started (51.6%); health seeking behavior, committed (50.0%). Conclusion : the diagnoses are related to factors that compromise the biopsychosocial health. The nurse, health staff member in the prison setting, must recognize and assess the individual and collective needs of women deprived of freedom. The inference of nursing diagnoses, based on clinical reasoning, contributes to a humanized, empathic and special care.
Descrição: FERREIRA, Izabelle de Freitas ; GUEDES, Tatiane Gomes ; MORAIS, Sheila Coelho Ramalho Vasconcelos ; VIEIRA, José Cristovam Martins ; MELLO, Marcelle Guimarães de ; LINHARES, Francisca Márcia Pereira. Nursing diagnoses in women deprived of freedom. Rev Rene, Fortaleza, v. 17, n. 2, p. 176-82, mar./abr. 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17303
ISSN: 2175-6783 On-line
Aparece nas coleções:DENF - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_art_ifferreira.pdf216,78 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.