Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17439
Título: Taste sensibility to phenylthiocarbamide and its relationship to food preferences
Autor(es): Pandolfi, Marcela Maria
Chow, Charles Yea Zen
Higashi, Luciana Sayumi Fugimoto
Fonseca, Ana Thamilla
Cunha, Myllena de Andrade
França, Carolina Nunes
Colombo-Souza, Patrícia
Palavras-chave: Feniltioureia
Nutrição
Vinho
Data do documento: Jan-2015
Editor: Revista de Medicina da UFC
Citação: PANDOLFI, M. M. P; CHOW, C. Y. Z. ; HIGASHI, L. S. F. ; FONSECA, A. T. ; CUNHA, M. A. ; FRANÇA, C. N. ; COLOMBO-SOUZA, P. (2015)
Resumo: Introdução: Alimentos como repolho, brócolis, pimenta e vinho contendo a proteína feniltiocarbamida (PTC), causam um gosto amargo para algumas pessoas. Estudos mostraram a relação entre diferenças de palatabilidade e o desenvolvimento da obesidade, consequentemente levando à doença cardiovascular. Objetivo: Comparar as diferenças de sensibilidade ao PTC presente em alguns alimentos em indivíduos classificados de acordo com o estado nutricional. Métodos: Cento e cinq uenta e três pacientes classificados como eutróficos, sobrepeso ou obesos receberam uma gota de cada solução de PTC na língua, partindo da menor concentração até a percepção individual de gosto amargo. Resultados: Os participantes eram predominantemente mu lheres de meia - idade, eutróficas e supersensíveis ao PTC. Foi encontrada uma correlação entre sensibilidade ao PTC e vinho tinto nos três grupos avaliados (eutróficos, sobrepeso e obesidade). Além disso, eutróficos e obesos que não gostavam de vinho tinham mais sensibilidade ao PTC. Conclusão: Nosso principal achado mostrou que eutróficos e obesos que não gostavam de vinho tinto tinham mais sensibilidade ao PTC. Não encontramos diferenças na sensibilidade ao PTC para os outros alimentos analisados (frituras , frutas e legumes).
Abstract: Introduction: Foods like cabbage, broccoli, pepper and wine, containing proteins such as phenylthiocarbamide (PTC), cause a bitter taste in some people. Studies showed the relation between tasting profile and the development of obesity, and consequently leading to card iovascular disease. Objective: Compare the differences in the taste sensibility to PTC present in some foods in individuals classified according to the nutritional status. Methods: One hundred fifty - three patients classified as eutrophic, overweight or obe se received one drop of each PTC solution in the tongue, since the most diluted to the individual perception to bitter taste, in a total of 15 increasing grades. Results: Participants were predominantly middle - aged females, eutrophics and supertasters. It was found a correlation between PTC solution and red wine in the three groups evaluated (eutrophic, obese and overweight). Besides, eutrophic and obese that disliked wine had more sensibility to PTC. Conclusion: Our main finding showed that eutrophic and o bese that disliked red wine had more sensibility to PTC. We did not find differences in the sensitivity to PTC for the other foods analyzed (fried foods, fruit and vegetables).
Descrição: PANDOLFI, Marcela Maria ; CHOW, Charles Yea Zen ; HIGASHI, Luciana Sayumi Fugimoto ; FONSECA, Ana Thamilla ; CUNHA, Myllena de Andrade ; FRANÇA, Carolina Nunes ; COLOMBO-SOUZA, Patrícia. Taste sensibility to phenylthiocarbamide and its relationship to food preferences. Rev Med UFC, v. 55, n. 1, p. 7-12, jan./jun. 2015.
URI: http://www.revistademedicina.ufc.br/ojs/index.php/revistademedicinaufc http://diadorim.ibict.br/handle/1/839
http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17439
ISSN: 0100-1302
2447-6595 On line
Aparece nas coleções:DMC - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_art_mmpandolfi.pdf905,45 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.