Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1748
Título: Estudo do hidróxido de cálcio associado ou não à clorexidina como medicação intracanal de dentes permanentes necrosados
Título em inglês: Study of calcium hydroxide associated or not to chlorhexidine as intracanal medication in necrotic teeth
Autor(es): Dias, Françoise Parahyba
Orientador(es): Moreira Neto , José Jeová Siebra
Palavras-chave: Hidróxido de Cálcio
Necrose da Polpa Dentária
Data do documento: 2010
Citação: DIAS, F. P. (2010)
Resumo: Ciente de que o principal objetivo do tratamento endodôntico consiste na eliminação de microorganismos e evitar a reinfecção dentro do canal radicular, e que as infecções são polimicrobianas e difíceis de serem eliminadas, o preparo biomecânico além de ser primordial para a desinfecção, é incapaz de erradicar todos os microorganismos. Então, utiliza-se da medicação intracanal como coadjuvante ao tratamento, reduzindo a microbiota endodôntica e favorecendo o reparo da lesão periapical. Contudo, esta dissertação é constituída de dois artigos e propõe-se, mediante uma revisão de literatura, apresentar e discutir as medicações intracanais mais utilizadas atualmente na Endodontia – hidróxido de cálcio e clorexidina, e, por meio de uma pesquisa, avaliar o efeito antibacteriano do preparo biomecânico e de uma pasta à base de hidróxido de cálcio associada ou não à clorexidina a 2 %, como medicação intracanal, no tratamento de dentes necrosados após trauma, bem como verificar a presença dos microorganismos Fusobacterium nucleatum e bacilo pigmentado negro no interior do canal radicular desses dentes. De acordo com os critérios de inclusão, a amostra constituiu-se de 14 incisivos necrosados após trauma. As coletas microbiológicas foram adquiridas após a abertura coronária (C1), preparo biomecânico (C2), medicação intracanal (C3) e 72h depois da retirada da medicação (C4). Mediante sorteio, oito pacientes utilizaram como medicação intracanal o hidróxido de cálcio e seis pacientes a pasta de hidróxido de cálcio associada à clorexidina a 2 %. As coletas foram realizadas introduzindo sequencialmente três cones de papel absorvente estéril, de diâmetro compatível com o do canal radicular, no interior deste por aproximadamente um minuto e transferidas para um tubo contento um fluido reduzido para transporte e levadas ao laboratório para processamento microbiológico. Os resultados foram avaliados pelos testes Friedman, Conover-Inman e Kruskall-Wallis (p<0.05). Os microorganismos foram encontrados em 100 % dos canais radiculares, das amostras iniciais (C1), enquanto na C2 foram detectados em apenas 3/14 (21.4 %) das amostras, resultando numa redução do número de unidades formadoras de colônias, estatisticamente significante (p<0.001) entre C1 e C2. O mesmo não ocorreu quando comparados C2 com C3, C2 com C4 e C3 com C4, independentemente da medicação. Foi constatada em C1 a predominância de cocos Gram-positivos (8/14) e negativos (9/14), representando 57.1 % e 64.3 %, respectivamente. Na C2 só foram detectados morfotipos bacterianos positivos, num total de 3/14 (21,4 %) de cocos Gram-positivos e 2/14 (14.3 %) de bacilos Gram-positivos. O microorganismo Fusobacterium nucleatum e o bacilo pigmentado negro foram observados em 8/14 (57.1 %) e 3/14 (21.4 %), respectivamente, das amostras iniciais, sendo apenas o primeiro encontrado em 1/6 (16.1 %) amostras, após a utilização do hidróxido de cálcio. Concluiu-se que o preparo biomecânico de dentes necrosados após trauma, utilizando NaOCl a 2.5 %, desempenha seu papel em reduzir significantemente a microbiota dos canais radiculares, porém o hidróxido de cálcio ou a sua associação com clorexidina a 2 % possuem efeito antibacteriano limitado, não sendo capazes de prevenir o recrescimento de bactérias após seu uso como medicação intracanal.
Abstract: Aware that the main objective of endodontic treatment is the removal of microorganisms and the prevention of re-infection inside the root canal, and that the infections are polymicrobial and difficult to eliminate, the biomechanical preparation is essential for disinfection, though it is unable to eradicate all microorganisms. The intracanal medication is used as an adjunct to treatment, reducing the endodontic microbiota, and favoring the repair of periapical lesions. However, this dissertation consists of two papers and it is proposed, through a written review, to examine and discuss the intracanal medications most frequently used at present in endodontics - calcium hydroxide and chlorhexidine. Further, through research, to evaluate the antibacterial effect of biomechanical preparation and a calcium hydroxide based paste containing or not 2% chlorhexidine, as intracanal medication in the treatment of necrotic teeth after trauma, as well as to verify the presence of the microorganisms Fusobacterium nucleatum and black-pigmented bacilli inside the root canal of teeth. According to the inclusion criteria, the sample consisted of 14 incisors necrotic after trauma. The microbiological samples were acquired before (S1) and after biomechanical preparation (S2), after intracanal medication (S3) and 72 hours after removal of medication (S4). Selected at random, eight patients used calcium hydroxide as intracanal medication and six patients the calcium hydroxide based paste containing 2% chlorhexidine. The samples were collected sequentially, inserting three sterile absorbent paper cones with a diameter compatible with the root canal, and after a minute the paper points were removed and placed in a tube containing a reduced transport fluid, and sent to the laboratory for microbiological evaluation. The results were analyzed by the Friedman, Conover-Inman and Kruskal-Wallis tests (p <0.05). Microorganisms were found in 100 % of root canals in the initial samples (S1), while in S2 were detected in only 3 out of the 14 samples (21.4 %), resulting in a reduction in the number of colony forming units, a statistically significant result (p <0.001) between S1 and S2. No statistically significant reduction was observed when comparing S2 with S3, S2 with S4, and S3 with S4, regardless of the medication used. It was found that in S1, there was a predominance of Gram-positive cocci - 8 out of 14 (57.1 %) and Gram-negative cocci - 9 out of 14 (64.3 %). In S2 only Gram-positive bacterial morphotypes were detected, in 3 out of 14 samples (21.4 %) of Gram-positive cocci and 2 out of 14 (14.3%) of Gram-positive bacilli. The microorganisms Fusobacterium nucleatum found in 8 of the 14 samples (57.1%) and the black-pigmented bacilli found in 3 of the 14 (21.4%) of the initial samples, and were found in only one out of 6 (16.1%) samples taken after the use of calcium hydroxide. It was concluded that mechanical preparation of necrotic teeth after trauma, using 2.5% NaOCl, plays its role in significantly reducing the microbiota of root canals, but the calcium hydroxide, or the calcium hydroxide based paste containing 2% chlorhexidine, have a limited antibacterial effect, not being able to prevent the re-growth of bacteria after its use as an intracanal medication.
Descrição: DIAS, Françoise Parahyba. Estudo do hidróxido de cálcio associado ou não à clorexidina como medicação intracanal de dentes permanentes necrosados. 2010. 67 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1748
Aparece nas coleções:DCOD - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_fpdias.pdf1,36 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.